Como vender pelas redes sociais?

Como vender pelas redes sociais: imagem de um celular com os ícones do instagram, facebook e twitter em destaque

A Internet está cheia de dicas sobre como vender pelas redes sociais, são tantas informações que não é difícil ficar confuso ou perdido.

Basta procurar que você encontra desde ideias simples de vendas diretas para pequenos empreendedores até abordagens mais aprofundadas, que levam em consideração uma cadeia de ações: branding, publicidade e posicionamento.

Em ambos os casos, a luz que falta para o negócio decolar, quase sempre, é o planejamento estratégico. Isso porque, vender pelas redes sociais começa muito antes da venda, e isso vale para qualquer canal de marketing online ou offline.

Quando você abre o seu perfil do Instagram (ou qualquer outra página nas redes sociais) e, observa o que está lá, você se sente confiante o bastante para comprar os seus próprios serviços, ou sente que está faltando alguma coisa?

Analisar seu próprio perfil pode ser um pouco difícil no começo, ainda mais se você não é parecido com seu público-alvo. Por isso, a necessidade de ampliar o seu universo de oportunidades, conhecimento, ferramentas e, principalmente…

es-tra-té-gia

A seguir, você conhecerá um mundo escondido atrás dessas quatro sílabas. Portanto, leia, releia, salve, examine, reflita e discuta com seus sócios, colaboradores ou sua própria consciência qual caminho seguir para realizar vendas pelas redes sociais!

Como vender no Instagram?

como vender pelas redes sociais: imagem de uma mão segurando um celular com a tela do instagram aberta

Começando do começo, dá pra dizer que tem gente que sofre uma espécie de crise de identidade na hora de implementar estratégias de vendas no Instagram.

E tudo começa pela falta de conhecimento sobre os recursos e possibilidades que a rede social oferece para os negócios. Se você está começando agora e também se sente um pouco perdido, posso te dizer que o primeiro passo é mudar para um perfil comercial.

Com um perfil comercial você consegue acessar métricas, conhecer o seu público, inserir botões interativos, promover suas publicações e tudo mais que você precisa para entender e otimizar os resultados da sua estratégia!

Depois de mudar para conta business, veja o que mais você pode explorar ao realizar suas vendas no Instagram.

Formate um padrão de imagens e explore fotos reais

Problemas de comunicação afastam os clientes muito mais do que você imagina. São detalhes aparentemente inocentes que impedem uma identificação com a sua marca nas redes sociais.

E sendo o Instagram uma plataforma de consumo rápido de conteúdo, isso é um pecado sem perdão. Então, comece a aplicar algumas regrinhas básicas de publicidade, que vão sedimentar a identidade da sua marca e fazer os potenciais consumidores se lembrarem de você:

  • use fotos que passem credibilidade;
  • represente seu público-alvo nessas fotos (descubra se eles são mulheres gordinhas, homens negros, jovens brancos ou adolescentes descolados);
  • ao postar fotos de produtos, evite replicar as que estão no site do fabricante, preferindo fotografar e postar as suas próprias;
  • mantenha uma identidade da marca nas imagens, o que pode ser conseguido usando sempre o mesmo filtro ou criando um template.

Lembre-se de que as pessoas passam pelas suas publicações e as selecionam visualmente em poucos segundos, se você passar uma má impressão dificilmente terá uma segunda chance para reverter esse quadro – ou até terá, mas custará caro em termos de tempo e dinheiro!

Potencialize a sua bio e os seus destaques para vendas

Ter uma descrição estratégica na bio do Instagram é fundamental, pois é a partir dessa leitura que o visitante decide se seguirá ou não o seu perfil, o mesmo se pode dizer dos Destaques.

Você não imagina a dificuldade que muitos usuários enfrentam quando procuram informações de um produto ou serviço, mas percebem que na bio do não tem link direto para o e-commerce, site da marca nem nada do tipo.

Tá bom, sobre a bio você já entendeu, mas e os Destaques? Eles são tão importantes quanto! É através deles que você evidencia coleções, promoções ou produtos específicos.

A ideia aqui é pegar seu usuário pela mão e, com todo carinho, levá-lo por uma viagem ao que você tem de melhor, facilitando a experiência dele. ❤️

destaques instagram

Use o Instagram Shopping

Se você cometeu o erro de usar o perfil não comercial para vender, provavelmente teve que fazer uma série de adaptações, como links para venda na bio, por exemplo.

Com o Instagram Shopping, esses problemas acabaram. Por meio dele, o seu perfil passa a ter uma aba específica para os produtos. Então, com um clique, o potencial consumidor já tem tudo à mão.

Sem contar que:

  • é possível vender pelos Stories (com links, se você tiver mais que 10.000 seguidores);
  • a loja aparece no campo explorar do Instagram, ampliando seu alcance;
  • você consegue inserir lembretes para lançamento de produtos;
  • dá para incluir reviews dos itens mais vendidos etc.

Ah, quer fazer tudo isso de maneira mais rápida do que postar manualmente?

Pela mLabs você consegue criar o seu post com o Studio mLabs, nossa ferramenta de edição, deixando a imagem mais profissional com templates prontos para usar por categoria (lojas de roupas, maquiagem, alimentação…) e ainda fazer o agendamento do post no Instagram Shopping para datas específicas de lançamento de coleção!

Loja no Instagram: imagem da loja no Instagram da marca amaro com uma mulher vestindo uma jaqueta jeans à venda

Invista em anúncios no Instagram

Os anúncios levarão seus produtos e serviços a mais pessoas e de maneira mais rápida. Além disso, você pode segmentar o público e mirar nas pessoas certas para aumentar a sua taxa de conversão, como quem já visitou o seu perfil ou clicou em alguma página do seu site, por exemplo.

Sem falar que também é possível implementar estratégias de geomarketing do Instagram e alcançar pessoas por meio da inteligência de localização, assim a marca consegue divulgar as suas campanhas apenas nas regiões que tem atuação.

Quer conhecer mais ideias de anúncios no Instagram? Veja o nosso post completo sobre o tema: Instagram Ads: como criar campanhas para anunciar no Instagram?

Faça parcerias com influenciadores

Segundo um estudo da Qualibest, os influenciadores digitais já são a segunda fonte para tomada de decisão de compra e só perdem para parentes e amigos na hora que o consumidor opta por um serviço ou produto.

E considerando que 70% dos usuários das redes sociais seguem pelo menos um influenciador, você pode deve aproveitar o poder de alcance e a capacidade de gerar engajamento desses influencers nas suas estratégias de marketing.

Só que para fazer dar certo, você precisa investir em diferentes tipos de influenciadores e estratégias específicas para cada etapa do funil de vendas.

No topo do funil, por exemplo, o objetivo é atrair o maior número de pessoas possível, certo? Nesse caso, é válido fechar uma parceria com macro-influenciadores, pois abrangem múltiplos temas e possuem maior número de seguidores.

No meio do funil, no entanto, já é válido direcionar as ações para influenciadores especialistas – que possuem nichos de atuação para gerar autoridade para a marca.

E no fundo do funil, seguindo a jornada de compra, o consumidor já está mais próximo da tomada de decisão. Então, aposte em micro-influenciadores, pessoas que realmente detém a confiança do público, ainda que seu alcance seja reduzido.

Agora, uma coisa é fato: antes de negociar com o profissional, você precisa os ter seus objetivos bem definidos. Só assim você conseguirá descobrir qual é o influenciador certo, que tipo de ação é melhor e como medir os resultados junto com ele. Es-tra-té-gia, lembra?

Como vender no Facebook?

como vender pelas redes sociais: imagem de dois celulares com a tela do facebook aberta mostrando ofertas de produtos

O Facebook é tão interessante para as vendas quanto o Instagram, mas sua abordagem, público e propósitos são diferentes.

Essa rede social perdeu um pouco do seu protagonismo nos últimos anos, mas segue como a líder inquestionável quando falamos de usuários e recursos para as vendas. Aliás, uma das maiores características do Facebook Para Empresas é a sua enorme variedade de recursos nesse sentido.

Abaixo, você confere algumas dicas para começar a otimizar sua página para vendas. Ah, e nem precisa dizer que tem que ser uma FanPage, e não perfil, né.

Unifique seu e-commerce com o Facebook

O processo é um pouco técnico, mas vale a pena assistir a um ou mais tutoriais e fazer essa integração. Depois de completa, ela permite explorar recursos de vendas da plataforma centralizando as ações em um só lugar.

Por exemplo, a criação e configuração de um catálogo único, a integração de Facebook e Instagram Shopping e alimentar os dados de produtos no Face a partir da edição de preços na sua loja ficam disponíveis.

Tenha uma loja virtual no Facebook

Essa opção é ótima para quem tem um comércio eletrônico pequeno e sofre com a enorme concorrência pelos primeiros lugares nas buscas do Google.

O buscador virou um terreno árido dominado pelos grandes e-commerces, Marketplaces e cadeias enormes internacionais que fazem Drop Shipping, como Amazon e Mercado Livre. Aí fica difícil competir, né.

Por isso, ter uma loja virtual no Facebook tem muitas vantagens para o pequeno empreendedor. Assim, todas as etapas da jornada de compra do seu consumidor vão acontecer na mesma plataforma, o que facilita a experiência do usuário e dá mais controle sobre o processo.

Desde a busca, interações com postagens de produtos até a compra, tudo acontece no Facebook, e pode partir de uma simples interação entre um consumidor potencial e a sua marca.

Invista no Facebook Ads

Já falamos sobre os anúncios do Instagram e sua importância. Tudo que foi dito lá, vale também para o Facebook e até com alguns diferenciais.

A plataforma onde os anúncios são criados é a mesma para ambas as redes e chama-se Gerenciador de Anúncios do Facebook. Ou seja, a mesma campanha de anúncios pode aparecer para as duas redes sociais, o que economiza muito o seu tempo.

Além disso, há uma enorme variedade de tipos de anúncios que você deve atrelar ao seu objetivo de campanha: reconhecimento de marca, alcance, tráfego, envolvimento, visualizações de vídeos, geração de cadastros, conversões, entre outros.

como vender pelas redes sociais: imagem de dois celulares com a tela do facebook aberta mostrando ofertas de produtos

Ainda é possível fazer os famosos testes A/B, duplicando anúncios e mudando apenas um único elemento deles por vez, para saber qual modelo tem a melhor performance.

Dito assim, parece algo banal. No entanto, uma boa sequência desses testes pode trazer mais informações sobre o seu público-alvo do que qualquer outra coisa. Então, não subestime essa técnica.

É sempre bom lembrar que ao impulsionar os seus posts ou criar os seus anúncios, você não abra mão das chamadas para ação (ou calls-to-action, como também são conhecidas). Sabe aquela frase curta com apelo de venda, tipo “comprar agora”, “saiba mais” ou “inscrever-se”? Pois é, elas são fundamentais para o seu resultado!

Aposte no Facebook Marketplace

Você pode encarar o Facebook Marketplace como se fosse uma espécie de OLX do Mark Zuckerberg.

Basicamente, trata-se de uma guia no menu principal do Face nos smartphones (presente também na versão para desktop, no menu do lado esquerdo) que abre um espaço para a compra e venda de produtos novos e usados.

Lá dentro, você especifica o que quer vender, o estado do produto (novo ou usado), coloca fotos e um texto de descrição informando mais detalhes.

Se alguém se interessar, ela pode clicar no próprio anúncio e abrir um processo de negociação com você pelo Messenger do Facebook. Prático, simples e o melhor: de graça. Não tem por que não usar.

Como vender no YouTube?

Como vender nas redes sociais: imagem de um notebook e um celular sobre o teclado do notebook com a tela do youtube aberta

Diferentemente do que acontece com Facebook e Instagram, o YouTube não tem opções de venda direta, pelo menos como ferramenta da plataforma.

Mas isso não significa que ele não seja um poderoso canal para aproximar você dos seus potenciais clientes e levar sua marca a novos patamares na Internet. A rede social cumpre o papel que chamamos de “reconhecimento de marca”.

Ou seja, ela apresenta a sua empresa aos usuários por meio de conteúdo relevante para eles. Esse tipo de conteúdo pode ir desde vídeos com review dos produtos que você vende até o próprio unboxing que virou moda.

Usando a criatividade e tendo uma estratégia (sempre ela), você consegue expandir o leque do seu público-alvo na rede social, para depois levar essas pessoas aos canais que usa para vender diretamente.

É possível, também, captar a atenção daquelas pessoas que são potenciais compradores, mas nem sabem ainda que precisam de uma das suas soluções. É, além de tudo, um ótimo canal de entrada para o marketing de relacionamento.

Tenha um canal comercial

O YouTube não diferencia tanto contas comerciais de perfis pessoais. No entanto, você pode fazer isso editando e preenchendo as opções devidamente.

Aqui, valem as mesmas dicas de criação de perfil anteriores: planeje o seu canal do YouTube estrategicamente e seja claro nas descrições, no vídeo de apresentação, na capa do seu canal e outros espaços para se apresentar.

Nome, identidade visual e uma organização lógica do conteúdo são imprescindíveis nessa plataforma, já que a função dela, muitas vezes, é a de ser um primeiro contato com o seu público.

Programando o seu perifl com antecedência, você consegue dar o primeiro passo para alcançar um dos principais objetivos de uma marca no YouTube ganhar inscritos no canal e ampliar a sua audiência.

Aprenda a monetizar na rede social

Antes de falarmos como você pode monetizar os seus vídeos no YouTube, é importante ressaltar a geração de conteúdo. Afinal, nenhum canal se mantém vivo se não for relevante.

E, para isso, é necessário que o conteúdo criado seja absolutamente incrível. Aquele conteúdo que você levanta da cadeira, bate palmas e ri ou chora bastante. A partir de então, você pode usar estratégias para ganhar dinheiro com o seu canal.

Quem mais se beneficia da monetização, atualmente, são os influenciadores ou lojas que divulgam infoprodutos. Softwares, aplicativos de celular e plataformas do tipo Software as a Service (SaaS) funcionam muito bem em vídeo.

Otimize seus conteúdos para SEO

SEO quer dizer Search Engine Optimization, ou Otimização para Motores de Busca. Explicando de uma forma simples, são as boas práticas técnicas para que um vídeo seja encontrado mais facilmente em uma certa busca no YouTube (ou no Google, já que também existe SEO para o buscador).

Essas técnicas se constituem de alguns detalhes importantes: o uso das palavras-chave no nome do arquivo do seu vídeo, no título dele e na descrição, por exemplo.

Outras boas práticas de SEO para YouTube consistem em usar tags que informem de maneira clara ao YouTube e, principalmente, aos usuários dele qual é o assunto de um vídeo.

Quanto às palavras-chave, elas devem ser abrangentes e específicas. Assim, em um vídeo que ensina a pescar, por exemplo, tanto “como pescar” quanto “como pescar em rio” e “como pegar peixe de água doce” são palavras-chave relevantes.

Mas evite usar esses termos baseados apenas em intuição. Há ferramentas que podem ajudar nisso, como é o caso do Keyword Planner do próprio Google Ads, que é grátis, e de tantas outras pagas que você pode encontrar em uma busca no Google.

Como vender no WhatsApp?

WhatsApp Business: conheça essa ferramenta para empresas!

Mensageiro mais utilizado no mundo, o WhatsApp é um terreno em que você deve colocar seus pés com cuidado.

Afinal, diferentemente do acontece com Instagram, Facebook e YouTube, ele representa um mergulho no ambiente da intimidade do seu público. As pessoas passam seu tempo no WhatsApp desenvolvendo relações pessoais e comunicação rápida de trabalho.

Essas são tarefas muito sensíveis a interrupções para divulgar produtos e serviços, e a sua comunicação pode não ser bem-vinda dependendo da pessoa, da hora e do motivo. Veja como superar isso e fazer do mensageiro um aliado.

Use o WhatsApp Business

Ao perceber que a ferramenta, originalmente projetada para conversas entre amigos, apresentava potencial para se tornar uma ferramenta de marketing, a empresa desenvolveu um app específico para essa funcionalidade.

A interface do WhatsApp Business é praticamente idêntica à do WhatsApp comum. No entanto, entre suas funcionalidades estão recursos específicos para empresas: entrega de notificações e automação de mensagens, adição de informações como endereço, e-mail e descrição e outros.

A versão empresarial do aplicativo permite organizar conversas com tags, arquivando assim os contatos que você recebe. Ela também permite medir a entrega das suas mensagens quando você faz listas de transmissão, por exemplo.

Crie um catálogo de produtos

Explicar um produto por WhatsApp costuma ser complicado. Definitivamente seria melhor enviar seu cliente a uma página onde ele tem acesso ao preço, descrição e fotos de uma vez, concorda?

Essa é a função do catálogo de produtos do WhatsApp. Com uns poucos toques na tela, você adiciona nome, preço, link, descrição e um código SKU, se for o caso (essa funcionalidade é melhor para quem vende inúmeros produtos diferentes).

Com isso, você facilita a dinâmica entre a sua empresa e os clientes sem que eles precisem necessariamente ficar saindo e voltando para o aplicativo.

Tenha um QR Code para o seu negócio

O QR Code fica cada dia mais popular e necessário, já que ele é uma daquelas ferramentas que integra a nossa maravilhosa existência física ao mundo virtual. 😊

Então, imagine a seguinte situação: você tem um negócio físico local, alguém entra na loja e vê um produto na prateleira, e gostaria de saber mais sobre ele acessando suas descrições técnicas, por exemplo. O QR Code resolve esse problema. Para isso, basta apontar a câmera do celular para o código e voilà!

Ou seja, ele tem o poder de funcionar como uma estratégia para ampliar o seu alcance, tornando tudo mais fácil de encontrar.

Pode ser usado, por exemplo, em recibos, na vitrine ou nos perfis das redes sociais para que o consumidor consiga escanear e acessar, como no nosso exemplo. Se você pensar bem, isso é mais fácil que adicionar um telefone na agenda.

No WhatsApp Business, você consegue criar códigos para seus produtos ou sua loja, sem grandes complicações, e exibi-los em locais estratégicos.

novidades-do-whatsapp-qr-code

Crie um link para o seu WhatsApp

Aliás, essa não é a única ferramenta para facilitar o compartilhamento e acesso de conteúdo no mensageiro.

Enquanto as outras opções ajudavam a sair do WhatsApp Business para algum lugar na internet que descreve melhor seus produtos e serviços, essa aqui faz o contrário: com um link, você pode abrir uma conversa entre um consumidor e você no WhatsApp.

Essa é uma poderosa ferramenta para relacionamento e vendas. Afinal, quem não prefere tirar uma dúvida por chat, em vez de criar um e-mail ou dar um telefonema? Hoje em dia, quase todo mundo!

Existem várias ferramentas gratuitas na internet para criar esses links. Depois de criados, eles permitem um enorme atalho na sua estratégia, e podem ser disponibilizados em outros canais de comunicação da marca, como site, Instagram, Facebook, YouTube etc.

Veja como a mLabs pode te ajudar a vender mais!

Como vender pelas redes sociais: imagem de uma pessoa digitando em um notebook com a tela da mLabs aparecendo

Você começou a ler este artigo porque quer saber como vender mais nas redes sociais, certo? Ao longo dele, pode acompanhar uma série de funcionalidades das redes sociais para fazer isso, assim como outras que não são propriamente para venda, mas que fazem você economizar tempo e alcançar as pessoas certas.

Aliás, poupar tempo e vender pelas redes sociais são coisas mais relacionadas do que você imagina e, convenhamos, ficar postando em vários perfis ou várias plataformas ao mesmo tempo, embora importante, toma umas horas muito valiosas do seu dia!

É por isso que a gente quer aproveitar este espaço para falar como a mLabs pode te ajudar nessa jornada. 🧡

Além de ser a ferramenta de gestão e monitoramento de redes sociais mais usada no Brasil, segundo a pesquisa Marketing Tools Latam, feita pela Rock Content em 2019, nós possuímos recursos que ajudam a otimizar os processos criação de posts, agendamento,  relacionamento e análises de resultados nessas plataformas.

Dá uma olhada em algumas das nossas principais funcionalidades:

  • organização do fluxo de criação e aprovação de posts com o Workflow;
  • criação de equipes, sem precisar se preocupar em atingir o limite de pessoas (parceiros, colaboradores, clientes externos, entre outros);
  • possibilidade de agendar seus posts em várias redes sociais ao mesmo tempo, realizando pequenos ajustes direcionados a cada uma;
  • menos tempo gasto na criação do conteúdo, o que ajuda a manter a frequência nas postagens em diferentes redes sociais;
  • métricas e relatórios personalizados, para quem gosta da matemática da coisa (aliás, se você quer crescer nas redes, é bom aprender a gostar);
  • ideias e Insights a partir da análise dos conteúdos com melhores resultados (tipo do post, data e horário com melhor performance);
  • calendário de publicações para organizar a rotina e não perder uma data importante;
  • ferramentas para criação e edição de imagem (mLabs Studio e Canva);
  • possibilidade de responder todas as interações (WhatsApp, Messenger e Direct do Instagram) no mesmo lugar;
  • acompanhamento de termos para saber quais foram as suas hashtags mais usadas no período e quais delas estão relacionadas aos seus melhores posts;
  • monitoramento de concorrentes para entender melhor como você está nas redes sociais em relação aos outros players;
  • possibilidade de patrocinar posts no Instagram e Facebook e fazer com que eles apareçam para mais pessoas.

Saber como vender nas redes sociais é uma mina de ouro para qualquer negócio, e agora que você tem as principais informações para dar o seu pontapé inicial, não fique aí parado. Faça um teste grátis na nossa ferramenta e comece a explorar o universo do marketing nas redes sociais!

Facebook Comments
Gestão de redes sociais Entenda por que a mLabs é a ferramenta de gerenciamento de redes sociais escolhida por mais de 120 mil marcas!