O que é call to action e como criar um CTA relevante

O que é call to action e como criar um CTA relevante

O call to action, CTA ou, simplesmente, chamada para ação, é um dos elementos mais importantes nas ações de marketing. 

Presente em anúncios, posts, landing pages e e-mails, esse recurso — que pode vir em forma de botão ou texto — tem o poder de impelir o usuário à uma ação específica.

Mas não basta inserir o call to action de forma aleatória. Por trás de um bom CTA existe estratégia e profundo conhecimento da persona.

Neste post você vai aprender:

  • o que é um CTA;
  • como ele pode ser aplicado em sua estratégia de marketing;
  • dicas para ter um call to action mais relevante;
  • e mais!

O que é um call to action? 

O call to action (ou CTA) é aquilo que chama a atenção do seu visitante, lead ou cliente para que ele realize uma determinada ação.

A ação pode ser o download de um e-book, inscrição em um webinar, participação de um sorteio ou até mesmo o convite para comentar no post, seguir nas redes sociais ou acessar o blog.

Dentro da página de um site, ele é um elemento-chave porque indica o que a pessoa deve fazer em seguida.

Por exemplo, se você terminar a leitura deste post e não encontrar nenhum estímulo para ações como ler outro texto ou navegar pelo blog, é provável que saia do site sem aprofundar mais seus conhecimentos. 

Porém, se você for estimulado a se inscrever em nossa newsletter ou ler uma postagem complementar, as chances de continuar interagindo conosco são muito maiores, certo? 😉

Como aplicar uma CTA na estratégia de marketing? 

Antes de te ensinar a fazer um bom call to action, você precisa entender como ele contribui na sua estratégia de conversão. 

Primeiro de tudo vamos explicar o conceito AIDA.

Toda vez que um visitante abre uma página do seu site, ele percorre quatro etapas até decidir por agir e você deve executar muito bem cada um desses passos.

  • A, de atenção;
  • I, de interesse;
  • D, de desejo;
  • A, de ação.

A primeira etapa é chamar a atenção. Nesse momento, você conquista a atenção do visitante, fazendo com que ele permaneça navegando.

Quando a atenção já foi conquistada, você deve gerar um interesse para que ele continue procurando informações sobre a sua oferta.

A partir do momento que ele já tem informações suficientes, o visitante já consegue entender as características e benefícios, para certificar-se de que o seu desejo será satisfeito.

Com isso, por fim, ele toma a decisão de realizar uma ação.

imagem de um banner publicitário com chamada para baixar gratuitamente o material produzido pela mLabs sobre Kit de Planejamento de Conteúdo para as redes sociais

CTA na prática 

Um call to action pode ser utilizado para diversos objetivos de acordo com o contexto da página que ele se encontra. 

Em um blog, por exemplo, CTAs podem ser:

  • leia mais;
  • assine nossa newsletter;
  • compartilhe nas redes sociais.

Se for o caso de um e-commerce, as chamadas podem ser mais focadas no comercial:

  • adicione ao carrinho;
  • compre agora;
  • adicione em sua lista de desejos.

Por isso, para cada caso, o call to action deve informar o passo a seguir, de acordo com o momento dentro da jornada AIDA.

Nunca deixe um visitante perdido — se você chamou a atenção, crie formas de interação e desejo para fazê-lo agir.

imagem de um banner publicitário para divulgação do webinar de google ads para pequenas verbas da mLabs em parceria com a agência #TudoNosso

Quais as principais dicas para um CTA de sucesso?

Então, já que você precisa criar um call to action que conquiste seu visitante e faça com que ele continue interagindo no seu site, separamos seis dicas para ter um CTA de sucesso! Bora?

Dica #1 – Defina uma persona 

Antes de começar a colocar botões em suas páginas para as pessoas terem várias opções de navegação, questione-se sobre quem você quer alcançar e o que essa pessoa precisa. Afinal, qualquer um pode acessar e navegar em seu site.

Com uma persona definida, fica muito mais simples criar uma trilha de gatilhos para que seu visitante tenha interesse em aprender mais.

Neste post, explicamos o que é uma persona e como criá-la!

Dica #2 – Identifique em qual estágio de compra a persona está 

Lembre-se que seu objetivo é resolver um problema. E manter a sinergia entre a persona e a jornada de compra dela é primordial. ¯\_(ツ)_/¯

Ter uma chamada à ação para o pedido de orçamento ou até mesmo de compra, ao mesmo tempo que se tem uma chamada para um conteúdo meio de funil, é um excelente exemplo.

Nesse modelo você viabiliza um caminho para quem já está mais próximo do momento de compra e fornece informações para aquele que ainda precisa aprender um pouco mais antes de fechar negócio.

Da mesma forma, convidar para a compra uma pessoa que está lendo um post topo de funil no seu blog pode dar uma péssima impressão. 

Não vai queimar a largada fazendo isso, hein? Que tal uma CTA para outro post complementar ou um conteúdo de meio de funil?

imagem de um banner publicitário com chamada para criar landing pages pela mLabs

Dica #3 – Escolha o melhor local para seu call to action 

Quem não é visto não é lembrado, ou clicado, rs. (^o^)

Quando você estiver configurando sua página e definindo o layout, posicione o botão de CTA — se for o caso — para que tenha sua visualização favorecida.

É muito importante deixar o botão de chamada à ação disponível. De preferência, posicione-o para que o visitante nem precise rolar a barra. Garanta que tudo o que for importante fique visível e de fácil acesso.

Isso vale para desktop e, óbvio, para mobile.

 Dica #4 – Crie um texto realmente atraente 

Você sabe quem deseja alcançar, quais ações são esperadas e tem o lugar certo para colocar o botão. Fora isso, precisa contar com um texto realmente interessante para atrair a atenção e incentivar a ação.

Seja específico no seu conteúdo, mostrando exatamente o que você quer que ele faça. Crie senso de urgência e mostre porque aquela ação deve ser feita! Apresente os benefícios que o visitante terá ao clicar.

imagem de um banner publicitário com chamada para testar o recurso impulsionar da mLabs

Dica #5 – Tenha atenção nas cores

As cores impactam na realização de uma ação. Elas causam uma grande diferença no momento do clique se forem contrastantes e se destacarem na página. Não adianta ter todo um plano feito se o call to action ficar apagado.

Por isso, use do contraste, mas com moderação. Dê à chamada um destaque, para que o olhar do seu visitante seja atraído por ela.

Dica #6 – Meça o sucesso do CTA 

A métrica principal de sucesso do call to action é a taxa de cliques. De todas as pessoas que, provavelmente, viram sua chamada, quantas delas clicaram?

Uma maneira de conseguir essa informação é por meio do próprio Google Analytics

Para ter essa métrica, defina para onde seu CTA levará o visitante e parametrize o link da próxima URL pós CTA para rastreá-la. Você também pode criar eventos do GA para acompanhar isso de perto.

Após um tempo, verifique os resultados. Saiba quantos visitantes chegaram até a página que sua CTA apontava pelo link rastreado. 

O resultado da taxa de cliques é a divisão entre o número de visitantes (originados do call to action) pelo número de pessoas que acessaram a página do CTA.

Se 100 pessoas visitaram a página que contém a chamada e nove visitaram a página que sua ação propõe, sua taxa de clique é de 9% (9/100). 

E sempre tem como melhorar! Teste, teste e teste novamente, até chegar aos resultados excelentes!

Agora que você já conhece a importância de ter um call to action relevante, entenda mais sobre as métricas de marketing digital que você não pode deixar de acompanhar!

E continue de olho no blog da mLabs para se manter sempre por dentro!

Facebook Comments
Quer mais conteúdo como esse? Inscreva-se na nossa Newsletter!

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

Posts relacionados