4 dicas de Marketing Digital para Pequenas Empresas

marketing digital para pequenas empresas

Um dos questionamentos mais comuns em convenções e feiras de tecnologia e marketing é se é possível fazer marketing digital para pequenas empresas.

Essa pergunta não surpreende a gente aqui na mLabs. Muitos empreendedores acreditam que as estratégias digitais são voltadas apenas para grandes marcas que podem fazer investimentos financeiros de peso.

Isso é tudo besteira!!!! Na realidade, uma das características MAIS importantes do marketing digital é justamente o fato de que um trabalho bem feito no on-line gera resultados até melhores do que nos grandes meios de massa tradicionais.

Por isso, neste artigo, separamos algumas dicas valiosas de marketing digital para pequenas empresas que podem te ajudar a começar do jeito certo. Continue a leitura para aprender mais!

1. Segmentar o seu público 

De acordo com a pesquisa TIC Domicílios, o Brasil tem cerca de 126,9 milhões de pessoas com acesso à internet . Isso significa que é possível alcançar, por meio do marketing digital, uma parcela considerável que abrange mais da metade da população nacional.

Pois é, muita coisa, né?!

Esse dado mostra que o cidadão brasileiro utiliza os recursos digitais e que pessoas de todos os públicos estão na internet. A mesma pesquisa apontou que metade das classes C e D e até mesmo a população rural estão na web.

Na era da internet, o grande diferencial das empresas é a personalização. Com tanta gente on-line, ganha quem sabe filtrar e segmentar os clientes e seguidores.

Esse novo panorama engloba grandes, pequenas e médias empresas. Graças a isso, enquanto as corporações com maior capital de investimentos abrangem as maiores fatias da pizza, as pequenas proporcionam comunicação e atendimento adequados a um público limitado, mas qualificado.

Uma pequena empresa de moda, por exemplo, tem a opção de investir em um nicho de mercado como mulheres na terceira idade. WOW!

A partir dessa definição de público, abrem-se as portas do marketing com relação à linguagem, direcionamento de anúncios e outras ações para dialogar diretamente com essas pessoas. Viu como o marketing digital para pequenas empresas já uma realidade?

2. Encontrar os canais certos 

No marketing digital, uma coisa é certa: é preciso descobrir onde a sua audiência se encontra e quais são seus canais favoritos. 

Não adianta nada contratar uma equipe de primeira para fazer ações no LinkedIn se o público está no Instagram. Do mesmo jeito, não rola fazer  uma campanha de SMS se o cliente só se comunica pelo e-mail, né.

Para pequenas empresas, em especial, é preciso entender as necessidades do cliente. Desse modo, a adaptação às suas preferências deve ser a prioridade máxima da estratégia.

A melhor maneira para fazer isso é por meio de testes que revelam os resultados de cada uma das plataformas utilizadas. Mas, calma, falaremos mais sobre isso adiante, no quarto tópico.

3. Planejar suas ações 

Muito se engana quem pensa que, para tirar proveito das estratégias de marketing on-line, basta criar um perfil nas redes sociais e começar a postar. (Até parece que ia ser tão fácil assim!!!)

A verdade é que toda e qualquer campanha na internet precisa ter objetivos para ser elaborada. É claro que falamos de um planejamento de marketing, etapa essencial para empresas de todos os tamanhos.

Um bom plano de marketing contém todas as ações que serão aplicadas em um determinado período de tempo. Esse elemento pode ser mensal, semestral, anual ou ter qualquer outro intervalo.

Nesse documento insira dados como o valor total do investimento, direcionamento da receita, integrantes da equipe, atividades destinadas a cada um deles e os prazos para as entregas. Essas informações você tem que pedir no briefing do cliente!

Além, é claro, dos canais selecionados, táticas aplicadas e, provavelmente o mais importante: as metas a serem alcançadas. Afinal, sem elas você estará dando um tiro no escuro.

O plano de marketing será o seu companheiro de viagem mais leal, já que é o material que pode ser consultado a cada dúvida que surgir. E não é brincadeira, viu? Rs. 

Portanto, lembre-se que, ao fim do período estabelecido, ele deve ser revisto, reavaliado e reestruturado de acordo com a apuração dos dados. Não se esquece disso, viu? Anota na agenda!

4. Analisar os resultados é essencial para o marketing digital para pequenas empresas 

Todos os tópicos descritos anteriormente formam a base para o elemento mais importante do marketing digital para pequenas empresas, médias ou grandes: a análise de resultados.

Somente por meio de relatórios numéricos e quantificáveis é possível medir e realizar ajustes estratégicos para continuar a jornada rumo ao alcance do objetivo.

Você sabe que no mundo digital tudo pode ser quantificado: quantas pessoas entraram em uma página, por quanto tempo ficaram, quantas clicaram em um link, viram um vídeo, curtiram um post ou por quais canais chegaram.

Boas ferramentas podem te ajudar na geração desses relatórios. Mas, não se esqueça: a observação, análise e insights é humana. Fique sempre de olho nos números! 

A partir do planejamento, você pode avaliar a performance de diferentes variáveis para mantê-las, excluí-las ou modificá-las.

Vamos a um exemplo. Suponhamos que no seu plano de marketing digital para pequenas empresas foi decidido que o objetivo é alcançar a marca de 10 mil visitas em um site. Mas, ao fim do período estabelecido, foram alcançados 8 mil acessos. :(

Mas não fique triste. Por meio desse número você consegue tirar insights valiosos e até perceber onde está errando ou acertando. Quer ver?

Ao observar os números, você conclui que:

  • o Facebook foi responsável por 70% do tráfego social gerado;
  • o Instagram por 27%;
  • o Twitter por apenas 1%. 

Nessa circunstância, você deve avaliar estrategicamente, possivelmente excluindo o Twitter (ou mudando as ações na rede social em questão) e continuando com as atividades no Facebook.

Por outro lado, você percebe que o tráfego orgânico no seu website foi responsável por apenas 2% das visitas. Isso pode representar a necessidade de otimizar as páginas para o Google ou investir na criação de conteúdo para blog, por exemplo. #ficaadica

Tenha em mente que essa situação é hipotética e nem sempre as soluções apresentadas são, necessariamente, as melhores. Esse é o motivo pelo qual a inteligência de mercado muitas vezes pode superar os altos investimentos das corporações milionárias.

O marketing digital apresenta um novo mundo de oportunidades para PMEs. Ainda mais em um ambiente no qual a tecnologia reinventa os padrões rotineiramente.

E aí, gostou de aprender sobre marketing digital para pequenas empresas?? Veja também 52 ferramentas de Marketing Digital para usar na sua empresa! Com certeza elas vão ajudar — e muito — na sua estratégia!

Continue ligado aqui no blog da mLabs para mais conteúdos! ♥

Facebook Comments
Gestão de redes sociais Entenda por que a mLabs é a ferramenta de gerenciamento de redes sociais escolhida por mais de 120 mil marcas!

Posts relacionados