Benefícios do marketing digital para pequenas empresas e dicas de sucesso para começar

marketing digital para pequenas empresas: imagem de uma mão segurando uma caneta marca texto escrevendo em um papel com um celular ao lado sob uma mesa de madeira com várias anotações ao ao lado

Um dos questionamentos mais comuns em convenções e feiras de tecnologia e marketing é se é possível fazer marketing digital para pequenas empresas.

Essa pergunta não surpreende a gente aqui na mLabs. Muitos empreendedores acreditam que as estratégias digitais são voltadas apenas para grandes marcas que podem fazer investimentos financeiros de peso.

Isso não é verdade! Na realidade, uma das características mais importantes do marketing digital é justamente o fato de que um trabalho bem feito no on-line gera resultados para a marca independente do seu tamanho, porte ou nicho de mercado.

Benefícios do marketing digital para pequenas empresas

Marcar presença no ambiente digital é fundamental para se aproximar do público, entender as suas necessidades, oferecer produtos e muito mais.  Investir em marketing digital traz inúmeros benefícios para as empresas, além de alcançar os seus objetivos principais.

Confira quais são eles!

imagem de um banner publicitário com chamada para baixar gratuitamente o material produzido pela mLabs sobre Kit de Planejamento de Conteúdo para as redes sociais

Segmentação do público

De acordo com a pesquisa TIC Domicílios, o Brasil tem mais de 126,9 milhões de pessoas com acesso à internet. Isso significa que é possível alcançar, por meio do marketing digital, uma parcela considerável que abrange mais da metade da população nacional.

O grande diferencial do marketing digital para empresas é a personalização. Com tanta gente on-line, ganha quem sabe segmentar o público, e preparar uma estratégia de comunicação adequada para cada etapa do funil de vendas.

Ao invés investir muito capital nos meios de marketing tradicionais para abranger as maiores fatias da pizza, as pequenas empresas conseguem se comunicar com um público limitado, mas qualificado através de vários canais, como redes sociais, blog, e-mail marketing etc.

Fortalecimento da presença online

Hoje em dia, ao ter um contato com alguma marca, muitos consumidores gostam de conhecer a sua identidade, as causas que ela defende, saber mais informações sobre os seus valores para sentir confiança antes de realizar a compra.

Uma maneira trabalhar o branding, e mostrar a personalidade, os valores da marca é criando perfis em diferentes canais online, como nas redes sociais, por exemplo.

Ao ter uma presença online consistente, você facilita que o consumidor encontre a sua empresa na internet, e além de encontrá-la, interaja e tire dúvidas que podem surgir durante a jornada de compra. Lembre-se de que os clientes potenciais usam a internet para se informar e interagir. E, se você não marcar presença por lá, outras empresas concorrentes vão ocupar o seu lugar.

banner publicitário de divulgação do material rico gratuito sobre mídia paga no Facebook e Instagram

Mensuração dos resultados

Essa talvez seja a vantagem mais importante do marketing digital para pequenas empresas, médias ou grandes. Somente por meio de relatórios é possível medir e realizar ajustes estratégicos para continuar a jornada rumo ao alcance do objetivo.

Você sabe que no mundo digital tudo pode ser quantificado: quantas pessoas entraram em uma página, por quanto tempo ficaram, quantas clicaram em um link, assistiram um vídeo, curtiram um post ou por quais canais chegaram.

Boas ferramentas ajudam na geração desses relatórios. Mas, a observação, análise e insights é humana. Com base nos dados você conseguirá calcular o ROI (retorno sobre investimento), o CAC (custo de aquisição de clientes), entre outras métricas de marketing valiosas para a sua estratégia.

Fidelização de clientes

As estratégias de marketing digital permitem fidelizar clientes por meio de diversas ferramentas e canais, assim mantendo o contato ativo, estimulando a recompra ou a recomendação da marca para outras pessoas.

A fidelização de clientes, por si só já é muito vantajosa para uma estratégia de negócio, já que costuma valer mais a pena que o processo de aquisição que normalmente é mais trabalhoso e tem custos mais elevados.

Com fluxos de nutrição de leads, por exemplo, é possível alimentar o relacionamento da empresa com o cliente e despertar o interesse em um novo produto. A oferta personalizada por e-mail também é outro exemplo para sugestão de produtos complementares à última compra.

Ótimo custo benefício

O marketing digital foi um divisor de águas para muitas marcas porque revolucionou o modelo antigo e tradicional de marketing em que era preciso investir grande capital em publicidade televisiva, outdoors, anúncios impressos etc.

No universo online é possível gerar bons resultados para diversos objetivos de marca (construir autoridade, aumentar as vendas, melhorar o relacionamento com o público) com baixos orçamentos.

Com ideias criativas, estratégias inteligentes e boas ferramentas, você consegue ter mais retorno das suas ações quando comparado às mídias tradicionais.

Banner_Feed_Redes_Sociais: arte com convite para a pessoa testar gratuitamente a funcionalidade da mLabs.

Planejamento de ações estratégicas

Muito se engana quem pensa que, para tirar proveito das estratégias de marketing on-line, basta criar um perfil nas redes sociais e começar a postar. (Até parece que ia ser tão fácil assim!!!)

A verdade é que toda e qualquer campanha na internet precisa ter objetivos para ser elaborada. É claro que falamos de um planejamento de marketing, etapa essencial para empresas de todos os tamanhos.

Um bom plano de marketing digital contém todas as ações que serão aplicadas em um determinado período de tempo. Ele é o companheiro de viagem mais leal de todo profissional de marketing, e pode ser consultado a cada dúvida que surgir.

Dicas de marketing digital de sucesso para pequenas empresas

Está chegando no universo digital agora e não sabe por onde começar? Confira as nossas dicas das melhores estratégias de marketing digital para pequenas empresas!

1. Faça anúncios nas redes sociais

Os anúncios nas redes sociais se destacam pela segmentação avançada. Eles permitem atingir um público específico com base na localização, interesses, idade, sexo, comportamento online e muitos outros fatores.

As ferramentas de anúncios das próprias redes sociais simplificam o processo, permitindo realizar teste A/B e executar o criativo que tem a melhor performance para alcançar as pessoas certas.

Se você possui um negócio com forte apelo visual, vale a pena experimentar os anúncios do Instagram para se conectar com um público mais preparado para vendas do seu nicho. Segundo o Social Media Examiner, o Instagram é a segunda rede social (41%) mais usada para mídia paga, atrás apenas do Facebook (70%).

banner publicitário: minicurso grátis Facebook e Instagram ADS
marketing digital para pequenas empresas: imagem de um gráfico indicando as redes sociais que possuem maior número de anúncios

E, se você tem dificuldade em criar suas campanhas iniciais, baixe o nosso Guia de Mídia Paga no Facebook e Instagram e aprenda a criar campanhas do zero pelo Gerenciador de Anúncios do Facebook.

imagem: banner com chamada para assistir grátis o webinar Black Friday Automação de Marketing

2. Aposte em estratégias de SEO local

O SEO local é um conjunto de ações cujo foco é atrair um determinado grupo de pessoas localizadas em um espaço geográfico. Com palavras-chave estratégicas, é possível posicionar as páginas do site e atrair um público segmentado.

É uma forma de fazer marketing local, pois você engaja apenas pessoas que tenham mais probabilidade de ir ao seu restaurante, de fato. Isso deixa a prática fica mais efetiva e econômica.

Uma maneira de fazer isso é criando uma ficha no Google Meu Negócio. Quando uma empresa é cadastrada na plataforma, ela precisar preencher uma “ficha” com suas informações relevantes. Essa ficha aparece em destaque ao lado direito da página de busca. Olha só como a nossa ficha aparece no buscador!

marketing digital para pequenas empresas: imagem da ficha da mLabs no Google Meu Negócio mostrando fotos do escritório, informações sobre o horário de funcionamento, avaliações de usuários

Essa ferramenta gratuita do Google combina diferentes plataformas em um mesmo local central, que inclui seu perfil do Google+, perfil do Google Maps, seus comentários do Google, acesso a dados no Google Analytics e Google Insights e muito mais.

Ter uma ficha no GMN dá credibilidade e visibilidade para a empresa e se você possui um negócio local, essa estratégia deve ser a número 1 em sua lista de prioridades.

3. Invista no Google Ads

O Google Ads ou Adwords é uma espécie de irmão mais velho dos canais de marketing digital. Já existe há muito tempo e pode ser um grande aliado nas suas estratégias online.

Apesar de ser um canal pago, o objetivo do Adwords é entregar resultados de pesquisa relevantes para os usuários e os seus anúncios podem ser mais baratos se você estiver fazendo um bom trabalho de SEO no seu site.

Isso porque o Google atribui um índice de qualidade ao seu anúncio, dependendo da CTR (taxa de cliques), da relevância e da página de destino para a qual seu anúncio envia tráfego. Este índice de qualidade influencia a taxa de lance de que você precisará para exibir um anúncio, com pontuações mais altas reduzindo o custo do lance.

Mas fique tranquilo, a ferramenta de anúncios do Google é intuitiva e vai guiar você na criação de anúncios para cumprir diferentes objetivos de marketing, usando diferentes formatos e canais. 😉

imagem de um banner publicitário para divulgação do webinar de google ads para pequenas verbas da mLabs em parceria com a agência #TudoNosso

4. Faça marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é uma estratégia que visa atrair, converter e fidelizar clientes através da produção de conteúdo relevante e que ajude o público a solucionar algo.

Ao contrário da publicidade paga, o marketing de conteúdo se concentra mais nos resultados de longo prazo. A recompensa inicial tende a ser baixa, mas o crescimento sustentável de longo prazo em visitantes, leads e clientes pode conduzir um negócio sozinho.

marketing digital para pequenas empresas: imagem do funil de marketing indicando as etapas de atrair, converter fechar e encantar os clientes

A ideia é que, à medida que os usuários se beneficiem com os conteúdos, eles passem a ter a marca como referência no mercado. Essa construção natural de autoridade contribui para o branding, gera buzz em torno da marca, atrai novos clientes potenciais e reforça valores importantes para o negócio

5. Use todo o potencial do e-mail marketing

A maioria das pessoas que visitam seu site não comprará de você imediatamente. Capturar informações de contato e fazer a nutrição de leads potencializa as suas vendas, e o e-mail continua sendo o canal de maior conversão para interagir com os leads.

Além de guiar o lead pela jornada de compra, uma boa estratégia de nutrição de leads ajudará a entender quais são os melhores canais, formatos de conteúdo e momentos certos para abordar o cliente potencial.

Ao implementar um fluxo de nutrição eficiente você direciona a comunicação para um público específico, economiza tempo dos profissionais de marketing e vendas, mantém o follow-up mais organizado e aumenta as oportunidades de vendas.

imagem de um banner publicitário com chamada para criar landing pages pela mLabs

6. Faça parceria com outras empresas e profissionais

O co-marketing traz vários benefícios a mais que um trabalho singular, e combinar recursos, ações, estratégias com outros negócios e profissionais pode ajudá-lo a fazer coisas que você não conseguiria realizar sozinho.

O ideal é melhor segmentar empresas relacionadas ao seu nicho, mesmo que sua clientela não seja local. O objetivo é promover uma ação que forneça benefícios mútuos para ambas as empresas.

Para isso, você pode encontrar um influenciador digital com valores alinhados aos da marca para trazer um público novo para os seus canais. Procure por perfis que têm o mesmo público que você, mas que atuam em outros segmentos, ou seja, que não são concorrentes.

7. Use as redes sociais para trabalhar o marketing de relacionamento

Um erro bastante comum para quem não está acostumado com o marketing digital é usar as redes sociais apenas como propaganda. Só que elas são diferentes da publicidade tradicional — nelas, você pode e deve trabalhar o marketing de relacionamento.

A interação é uma das grandes vantagens das redes sociais em relação ao marketing offline. As marcas publicam, mas recebem mensagens e comentários dos consumidores na mesma hora e podem conversar de igual para igual com eles.

Isso é valioso para aprimorar as ações da marca com os feedbacks dos usuários. Mas essas conversas também servem para nutrir o relacionamento com o público e construir uma conexão que vai muito além de uma relação comercial.

Para isso, os grupos de Facebook são uma ótima opção. Lá você pode trocar ideias com clientes, mostrar novidades, tirar dúvidas, pedir opiniões e, assim, fortalecer laços.

O marketing digital apresenta um novo mundo de oportunidades para PMEs. Ainda mais em um ambiente no qual a tecnologia reinventa os padrões rotineiramente.

E aí, gostou de aprender sobre marketing digital para pequenas empresas? Quer saber mais? Se inscreva no curso GRATUITO Venda mais pelas Redes Sociais e descubra como impulsionar o seu negócio através das redes sociais.

Facebook Comments
Quer mais conteúdo como esse? Inscreva-se na nossa Newsletter!

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

Posts relacionados