Algoritmo do Instagram: mudanças e como otimizar sua estratégia

instagram

A última mudança de algoritmo do Instagram, rede social líder em engajamento no mundo, já completou mais de um ano. Mas, ainda hoje, muita gente reclama da nova política de classificação e direcionamento de posts do Instagram.

Os que estavam acostumados a ver tudo que seus contatos postavam em ordem cronológica, passaram a se questionar porquê, de repente, isso mudou.

mudança no algoritmo do instagram - porquê?

E é claro que a gente entende que essas mudanças sempre impactam, especialmente as empresas que utilizam a rede social para fazer marketing.

Mas, desde a compra do Instagram pelo Facebook, isso já era esperado. Então, ao invés de ficarmos lamentando, vamos usar o algoritmo a nosso favor!

Neste post, vamos te explicar o que mudou, porquê mudou e o que você pode fazer para se beneficiar dessas novas regras.

Vamos lá?

O que o Instagram mudou?

Desde março de 2016, a rede social definiu que não apresentaria mais as atualizações mais recentes no topo do feed.

Instagram abandonou, desde então, o critério de mostrar as postagens por ordem cronológica e passou a adotar uma série de critérios baseados em machine learning para definir o que cada pessoa vê na rede.

Assim como acontece hoje no Facebook, o novo algoritmo passou a se basear nos hábitos, preferências e perfil de cada usuário, fazendo de cada feed único e diferente dos demais. Mais uma vez, a velha história de melhorar a experiência do usuário.

Segundo o próprio Instagram, cada pessoa deixava de ver 70% das atualizações postadas. Um claro sinal que nem tudo (ou melhor, quase nada) do que é postado é realmente relevante para quem vê. E a rede quis melhorar isso.

Afinal, como o algoritmo do Instagram funciona?

A cada pessoa seguida, foto curtida, Stories visto, postagem feita, o Instagram e seus robôs colhem novas informações a seu respeito.

E é partir delas que os próximos posts da rede serão apresentados no seu aplicativo.

Eis os novos critérios adotados desde então:

1 – Tipo de conteúdo

Vamos pensar o seguinte: o Instagram quer (ou diz que quer) proporcionar uma melhor experiência aos seus usuários, certo?

Isso significa, entre outras coisas, mostrar a eles posts com conteúdos que eles gostem de ver.

Assim, se seu ando curtindo, comentando, enviando directs sobre temas como moda, humor, esportes, família ou qualquer outro “gênero”, o Instagram entende que isso me interessa e “plim!”, dá preferência a esses conteúdos no meu feed. Sagaz, né? É a partir dessa lógica que ele entende o que é relevante para seus usuários. Isso guia também as opções de segmentação de anúncios dentro da rede.

2 – Nível de envolvimento (o fator mais importante para o algoritmo do Instagram)

Quanto mais curtidas, comentários, visualizações e compartilhamentos um post tiver, mais ele tem a chance de ser privilegiado no ranking do Instagram. Isso porque o algoritmo entende que o post é interessante, tem qualidade e potencial de engajamento.

A velocidade com que o post cresce em engajamento também é importante para a rede. Quanto mais rápido um post se difunde e ganha interações, mais poderoso ele é para o algoritmo.

Aqui, uma dica valiosa: Muitas vezes, pelo simples fato de um conteúdo ter sido postado na melhor hora para o canal ele tem mais engajamento. Assim, fique ligado nos melhores horários para postar no Instagram e melhore naturalmente o alcance das suas postagens.

3 – Tempo de visualização

Sabe aquele post incrível, que a gente trava o olho e gasta uns bons minutos vendo? Pode ser uma foto, um vídeo, enfim… vez ou outra vemos umas pérolas que merecem mais tempo de atenção.

E o Instagram percebe isso muito bem.

O tempo de visualização (e interação) médio de um post é também considerado pelo Instagram um indício de qualidade e, justamente por isso, um critério de peso no novo algoritmo da rede.

Sabendo disso, invista em boas legendas (daquelas que valham a pena ser lidas), para aumentar o tempo de visualização do post. Uma boa call to action também pode render mais interações na postagem.

Convide o usuário a responder uma pergunta, comentar uma experiência, dar uma sugestão, etc… Esses comentários podem ser o que faltava para seu post ser visto por mais pessoas!

Apostar em formatos de maior impacto (vídeos!) também vai te render mais tempo de visualização e, claro, mais engajamento.

4 – Perfis preferidos

O novo algoritmo do Instagram também prioriza os posts daquelas pessoas que você costuma interagir.

E isso faz todo o sentido quando a gente pensa na lógica da melhor experiência, certo?

Aqui, mais um motivo (de verdade) para estimular o engajamento dos seus seguidores com seus posts. Isso explica porque aqui na mLabs a gente parece uma maritaca repetindo para vocês dicas, dicas e mais dicas para ter mais engajamento nas redes sociais.

5 – Ordem cronológica

Calma, não queremos dar um bug no seu cérebro.

Falamos lá em cima que o Instagram abandonou o critério de mostrar os posts por ordem cronológica. E isso é verdade. Maaas, isso ainda é importante.

De fato, a ordem cronológica não é mais o fator determinante para os posts que cada usuário vê no feed. Mas, o Instagram entende que as pessoas querem ver novidades.

Por isso, dentro da combinação dos muitos critérios que o novo algoritmo considera, posts recentes tem um peso maior.

6 – Contas pesquisadas

O Instagram fica desesperado quer muito saber por quem você se interessa.

Por isso, os perfis que você busca na rede dão um sinal de quais posts podem ser do seu interesse.

Se você não segue a pessoa que você buscou ainda, não estranhe se receber essa “sugestão” da própria rede.

E, se essa pessoa já é um contato (você segue ela), as chances de você ver os posts dela no feed são grandes também.

7 – Compartilhamento via Direct

Se eu compartilho com um amigo um post via Direct eu estou dando uma prova social para o Instagram de que aquilo me interessa.

Assim, o novo algoritmo leva em conta o que cada usuário compartilha via DM na hora de definir quais posts ele verá.

Justamente por isso, pensar em conteúdos (e chamadas para a ação) que estimulem o compartilhamento via Direct é essencial para ganhar visibilidade entre os seus seguidores.

Postar consistentemente, sempre nos melhores horários, em formatos variados, combinando hashtags importantes dentro do seu nicho, com ótimas legendas e CTAs cuidadosas são as melhores práticas para quem quer otimizar a estratégia pensando no algoritmo do Instagram.

Se você é como nós e está sempre querendo entender mais sobre essa rede social, veja nosso guia completo sobre o Instagram e aprenda a fazer marketing por lá! Boa leitura!

Facebook Comments
Gestão de redes sociais Entenda por que a mLabs é a ferramenta de gerenciamento de redes sociais escolhida por mais de 30 mil marcas brasileiras!

Posts relacionados