Algoritmo do Instagram: como funciona, qual o seu impacto e como usá-lo a seu favor

Algoritmo do Instagram: veja como ele funciona

Muito se fala sobre o algoritmo do Instagram desde aquela mudança lá de 2016, quando a rede social definiu que não apresentaria as atualizações mais recentes no topo do feed.

Isso fez com que os usuários deixassem de ver os posts em ordem cronológica – partindo do mais recente para o mais antigo – para visualizar primeiro as publicações mais relevantes, conforme os critérios determinados pelo algoritmo.

Desde então, diversos fatores foram levados em consideração na hora de disponibilizar os posts no feed, a sequência de Stories e o conteúdo da aba Explorar de cada usuário. Confira neste post quais são eles!

O que é o algoritmo do Instagram

O algoritmo do Instagram é um conjunto de critérios e cálculos que são realizados automaticamente para determinar quais posts devem aparecer para cada usuário e em que ordem.

O intuito da rede social é fazer com que os usuários aproveitem ao máximo o seu tempo na plataforma, com um feed personalizado, focado na tão desejada experiência do usuário.

É claro que também tem o fator comercial, já que o algoritmo faz com que as pessoas passem mais tempo na rede social e, consequentemente, consumam mais anúncios.

Recentemente, a própria rede social divulgou inúmeros dados que são analisados para definir o que é, de fato, relevante para aparecer cada usuário dividindo por categorias:

  • Feed e Stories;
  • Explorar;
  • Reels.
imagem de um banner publicitário com chamada para testar a gestão de redes sociais da mLabs

Como funciona o algoritmo do Instagram para Feed e Stories

Com o uso da inteligência artificial, o Instagram identificou que os usuários preferem ver no Feed e nos Stories conteúdo de amigos, familiares e pessoas mais próximas.

A partir daí, a plataforma classificou a ordem do conteúdo para esses dois canais priorizando as postagens recentes compartilhadas pelas pessoas que o usuário segue.

 Há exceções, como no caso de anúncios – que aparecem tanto no Feed como nos Stories independentemente da proximidade do usuário com a marca.

Depois de mostrar os posts das pessoas mais próximas, o algoritmo analisa uma série de “sinais” para identificar o conteúdo que será apresentado na sequência. Veja quais são eles!

1. Informações sobre a postagem

O Instagram considera a popularidade do post (curtidas, comentários, salvos etc) e outras informações sobre o conteúdo, como quando ele foi postado e qual a sua duração (no caso de vídeos) e qual a sua localização.

2. Informações sobre a pessoa que postou

O critério avaliado aqui é a importância daquela pessoa para o usuário. Para identificar o quão interessante um perfil pode ser para o usuário, a rede social avalia a quantidade de interação com o perfil nas últimas semanas.

banner publicitário: minicurso grátis Facebook e Instagram ADS

3. Atividade do usuário

Em atividades, o Instagram detecta os principais interesses do usuário para priorizar o tipo de conteúdo que será mostrado primeiro. Essa análise é feita com base em alguns sinais como a interação do usuário com determinadas publicações, quantos posts foram curtidos etc.

4. O histórico de interação com outro perfil

Para entender o quão interessado o usuário está em determinado perfil, o algoritmo analisa se as duas partes comentam ou não nas postagens entre si.

Após identificar esses sinais, o algoritmo faz uma série de previsões sobre a probabilidade de interação do usuário com publicação de maneiras diferentes. No Feed, por exemplo, as interações avaliadas são comentários, curtidas, salvos e toques na foto do perfil.

Alguns critérios são levados em consideração para restringir o conteúdo, como postagens da mesma pessoa em sequência, os Stories que foram compartilhados do Feed, entre outros.

Como funciona o algoritmo do Instagram para Explorar

O objetivo da função Explorar no Instagram é proporcionar conteúdo novo para o usuário. Logo, o funcionamento do algoritmo segue a mesma linha de raciocínio para encontrar conteúdo que agrada ao usuário e disponibilizar novas publicações.

Desta forma, são analisados os tipos de conteúdo que o usuário curtiu, salvou ou comentou em momentos anteriores e o que há de comum entre eles. Tudo isso, para adivinhar o quanto o usuário está interessado no conteúdo e qual a probabilidade interação com ele.

Se você é um amante de corridas de rua, por exemplo, e interagiu com publicações sobre o esporte específico, provavelmente, receberá no Explorar mais tipos de conteúdo parecido só que de novos perfis que você ainda não conhece.

Veja na integra os critérios analisados pelo algoritmo para disponibilizar conteúdo na aba Explorar!

imagem de um banner publicitário com chamada para testar o recurso impulsionar da mLabs

1. Informações sobre a postagem

 O algoritmo avalia o quão popular uma postagem parece ser. Para isso, são considerados alguns fatores, como quantas e com que rapidez as pessoas estão curtindo, comentando, compartilhando e salvando uma publicação.

👉 Esses fatores possuem mais peso para mostrar uma publicação no Explorar do que no Feed ou nos Stories.

2. O histórico de interação com a pessoa que postou

Ao contrário do que acontece no Feed e nos Stories, no Explorar o algoritmo compartilha publicações de perfis que o usuário não conhece, porém que já interagiu com publicações parecidas.

3. Sua atividade

Publicações que o usuário curtiu, salvou ou comentou no passado, na aba Explorar, são fatores considerados pelo algoritmo para mostrar novos conteúdos parecidos.

4. Informações sobre a pessoa que postou

O Instagram considera quantas vezes os usuários interagiram com aquela conta mostrada no Explorar nas últimas semanas, para ajudar a encontrar conteúdo interessante com base na interação de uma grande variedade de pessoas.

Uma curiosidade com relação Diretrizes de Recomendações do Instagram é que diferentemente do que acontece no Feed, conteúdo sensível ou ofensivo pode ser restringido ou ocultado no Explorar.

Isso porque, segundo a rede social, “se um amigo que você segue compartilhar algo ofensivo e você vir isso em seu Feed, isso é entre você e seu amigo. Se você vir algo ofensivo no Explorar vindo de alguém que você nunca ouviu falar, é uma situação diferente.”

banner publicitário de divulgação do material rico gratuito sobre mídia paga no Facebook e Instagram

Como funciona o algoritmo do Instagram para Reels

O recurso Reels ainda está em alta no Instagram e tem foco total no entretenimento dos usuários.

Pensando nisso, o algoritmo utiliza um processo muito parecido com o do Explorar para determinar a ordem do conteúdo com base no que os robôs consideram que seja interessante para cada usuário.

Confira os sinais analisados pelo algoritmo para determinar os conteúdo do Reels.

1. Atividade do usuário

O algoritmo analisa itens como os Reels que o usuário curtiu, comentou e interagiu recentemente. Esses fatores ajudam a entender qual conteúdo pode ser relevante para cada usuário.

2. O histórico de interação com a pessoa que postou

Assim como no Explorar, pode acontecer de aparecer para o usuário um vídeo que tenha sido feito por alguém de quem ele nunca ouviu falar, mas que tenha interagido com conteúdo parecido.

3. Informações sobre o Reels

O Instagram considera as informações sobre o conteúdo, como a trilha de áudio, a compreensão do vídeo baseado em pixels e frames completos e a popularidade do vídeo em geral.

4. Informações sobre a pessoa que postou

Aqui são analisadas as informações do perfil que fez a publicação, dados de popularidade são determinantes nessa escolha para aumentar as chances de encontrar um vídeo que o usuário goste e que esteja em alta no momento.

No final das contas, é um conjunto de fatores que é bem analisado pelos robozinhos inteligentes que fazem com que seu feed seja único e a sua cara! ☺️

imagem de um banner publicitário com chamada para baixar um guia gratuito de templates para as redes sociais da mLabs

Dicas para usar o algoritmo do Instagram a seu favor

Ufa! Já explicamos tudo sobre o funcionamento do algoritmo do Instagram no Feed, Stories, Explorar e Reels, agora vamos para a parte prática. Veja as nossas dicas para driblar o algoritmo e garantir que seus posts apareçam para mais pessoas!

Faça publicações relevantes

Uma maior quantidade de posts não significa, necessariamente, uma maior chance de aparecer. Até porque, uma nova publicação interfere no poder de alcance da anterior – a não ser que ela realmente esteja fazendo um baita sucesso!

Qualidade do conteúdo conta sim – e pra caramba, tá? Pouco adianta sair fazendo um montão de posts aleatórios se eles não serão, de fato, interessantes para o seu público.

Uma dica de ouro, para perfil Business, é analisar as estatísticas das publicações e verificar quais tipos de conteúdo geram melhor resultado. Le em consideração variáveis como:

  • assunto abordado;
  • formato;
  • horário da publicação;
  • linguagem usada etc.

Tudo isso comparado à quantidade de interações recebidas!

👉 Para mais informações, veja como mudar para perfil comercial no Instagram e quais as vantagens de fazer isso.

Poste nos horários certos

Como dissemos, ao usar um perfil empresarial, é possível extrair informações sobre os melhores dias e horários para publicar – aqueles momentos em que os seguidores estão mais ativos na plataforma.

Isso é importantíssimo, porque o algoritmo do Instagram gosta dos posts que recebem engajamento logo nos primeiros minutos após a postagem (lembra que comentamos sobre isso láaa em cima?).

Sem falar que, se o seguidor está usando a rede social na mesma hora da publicação, as chances dele visualizá-la são ainda maiores, né?

Tenha uma boa taxa de respostas rápidas

Complementando a dica acima… Quando você responde os comentários ainda recentes, você gera mais engajamento pro seu post de forma indireta. Assim, o algoritmo do Instagram entende que aquela postagem está sendo relevante em pouco tempo. Ótimo, né?

Isso também ajuda a criar um relacionamento com o público, o que é incrível para a reputação on-line.

Ah, e como os comentários são (MUUUUITO) importantes, invista em posts que instigam os seguidores a marcar um amigo, dar uma opinião, contar uma história, etc.

Você achou que o famoso “marque aqui um amigo que te deve uma pizza se não responder em cinco minutos” fosse só uma brincadeirinha boba, é? Sabe de nada, inocente. 😜

Banner_Feed_Redes_Sociais: arte com convite para a pessoa testar gratuitamente a funcionalidade da mLabs.

Use e abuse dos directs

Incentivar os seguidores a falarem com o perfil por DM (Direct Message ou Mensagem Privada) vai mostrar para o Instagram a relevância dele pela interação. Afinal, o algoritmo quer muito saber com quem todo mundo conversa no privado.

Esse critério tem um peso bem importante. Então, ao falar com os seguidores por lá, as chances de aparecer primeiro no feed deles é maior.

Uma boa forma de otimizar o seu tempo respondendo mensagens privadas é centralizar as conversas em uma só ferramenta de redes sociais. Assim, você gerencia diferentes mensagens de vários canais na mesma tela. 😉

Sabemos também que nem sempre dá para garantir o alcance que você deseja só com posts orgânicos.

Por isso, é importante incluir a mídia paga no seu planejamento de redes sociais. Se os anúncios tiverem bom desempenho com o público, o Instagram vai perceber sua relevância e tende a melhorar o alcance da página como um todo.

Para saber mais, veja o nosso guia completo sobre Instagram Ads e aprenda como anunciar no Instagram – passo a passo!

Facebook Comments
Quer mais conteúdo como esse? Inscreva-se na nossa Newsletter!

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

Posts relacionados