Gestor de mídias sociais: como se tornar o profissional que as marcas desejam!

Gestor de mídias sociais: imagem de um homem sentado na cadeira digitando em um notebook sob uma mesa

No início, era só uma pessoa que fazia posts para as redes sociais, atividade que qualquer sobrinho da família poderia fazer – é o que se ouve muito por aí.

Com o tempo, os resultados começaram a impressionar e as redes sociais conquistaram cadeira cativa nas estratégias de marketing de muitas marcas.

Hoje, as empresas já entendem a importância dessa área e precisam de alguém que gerencie tudo isso. Você já sabe de quem estamos falando, não é? Do gestor de mídias sociais, um dos profissionais mais procurados no mercado!

É esse profissional que coordena diversas ações de marketing e relacionamento associadas às redes sociais.

Por que esse profissional está em evidência nos últimos anos?

Porque as redes sociais invadiram a vida das pessoas. Muita gente já passa mais tempo no nelas do que na TV, por exemplo.

Entre os países mais “sociais” (onde os habitantes passam mais tempo navegando nas mídias sociais) o Brasil está em segundo lugar: são quase 4h por dia nas redes sociais! Tem como elas não influenciarem os hábitos e comportamentos dos consumidores?

As marcas se ligaram nisso, e ao perceberem que as redes sociais se tornaram estratégicas para influenciar o comportamento dos usuários e se aproximar do consumidor, passaram a investir em Social Ads e equipes especializadas.

Então, o gestor de mídias sociais passou a se destacar no mercado, pelo seu potencial de explorar os recursos das redes sociais para as marcas. Veja, neste post, tudo sobre quem é esse profissional, o que faz e como é o mercado para essa profissão.

É hora de saber como se tornar o gestor de mídias sociais que as marcas desejam. Acompanhe!

O que faz um gestor de mídias sociais?

Se você pensa que o gestor de mídias sociais só fica se divertindo com memes na Internet, não sabe todo o trabalho que está por trás de um post. A função desse profissional vai muito além do que você vê nos perfis e páginas das marcas – que é só a ponta do iceberg.

O gestor de mídias sociais é responsável por criar estratégias de marketing para as redes sociais e por gerar resultados que aumentem a comunidade digital ao redor da marca.

Esses resultados variam de acordo com os objetivos da marca, como aumento da visibilidade, melhora da reputação, crescimento na conversão de leads ou clientes, entre outros.

Veja algumas atividades do seu dia a dia:

  • Definição de estratégias e campanhas para as redes sociais;
  • Planejamento de conteúdo e calendário para redes sociais;
  • Gestão de campanhas pagas nas redes sociais;
  • Acompanhamento de métricas e indicadores;
  • Criação e apresentação de relatórios de desempenho.

Dependendo do tamanho e da maturidade da área na empresa, esse profissional pode trabalhar sozinho ou ter uma equipe. Com uma equipe, essas atividades são distribuídas, e é o gestor quem coordena os trabalhos.

Portanto, além das atividades acima, muitas vezes o gestor também precisa liderar a equipe, delegar tarefas e gerenciar projetos.

Diferença entre gestor e gerenciador de redes sociais

Bom, aqui temos uma confusão comum: gestor de redes sociais e gerenciador de redes sociais não são a mesma coisa, tá?

O gestor de mídias sociais, também chamado de gerente, é o profissional que trabalha na área. Já o gerenciador de redes sociais é a ferramenta de gestão que auxilia o profissional a realizar ações relacionadas às mídias sociais.

No dia a dia, o gestor utiliza essa ferramenta para organizar as atividades da equipe, planejar o calendário de publicações, agendar posts, extrair relatórios e acompanhar o trabalho como um todo.

O que oferecemos aqui na mLabs é um gerenciador de redes sociais, ou seja, uma plataforma que reúne todos os recursos que o gestor de redes sociais precisa na sua rotina.

8 competências que um gestor de mídias sociais precisa ter

Você está aí quebrando a cabeça para saber se leva jeito para ser uma gestora ou um gestor de mídias sociais? Confira agora algumas características e competências essenciais para essa profissão.

Veja se você se identifica!

1. Ter experiência em multiplataforma

As principais redes sociais com que esse profissional trabalha são Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter, Pinterest e YouTube. Aí está o pacote básico de plataformas que você precisa conhecer e dominar.

Além delas, é preciso conhecer outros canais do marketing digital, como sites, blogs e buscadores para integrar as estratégias e ficar de olho em novas plataformas que venham a surgir.

Perceba, então, que o gestor de mídias sociais não é alguém que está começando na área. Para assumir essa posição de gestão, o profissional já deve ter experiência como Social Media e em outras áreas do Marketing Digital.

2. Dominar a produção de conteúdo

Redes sociais envolvem muita produção de conteúdo, nos mais diversos formatos: fotos, imagens, textos, vídeos, gráficos etc. O gestor de mídias sociais, portanto, precisa saber como produzir esses conteúdos, com uma boa escrita e senso estético.

Muitas vezes, o gestor trabalha com profissionais especializados ou terceirizados em redação, design e mídia. Mesmo nesses casos, é preciso ter domínio da produção de conteúdo para revisar e garantir que tudo saia conforme planejado.

Mas, especialmente em pequenas empresas, é ele mesmo quem põe a mão na massa e faz tudo do zero, desde a ideia e criação do post até o agendamento a interação e a extração dos resultados.

3. Saber usar as ferramentas

Saber usar as ferramentas da área também é essencial. Elas automatizam algumas ações manuais, otimizam as atividades e facilitam o dia a dia dos profissionais, afinal são inúmeros recursos e canais para se trabalhar.

Mais adiante vamos especificar quais são elas, mas estamos falando de ferramentas de gerenciamento de redes sociais, edição de imagens, compartilhamento de arquivos e, é claro, as próprias redes sociais.

4. Ser heavy user das redes sociais

Quem trabalha com redes sociais precisa gostar de redes sociais. Então, não precisa ter vergonha de ser aquela pessoa que adora responder com GIFs, participar de todos os grupos do Facebook, publicar milhares de Stories no Instagram ou passar horas procurando imagens no Pinterest. Isso é um bom sinal de que as redes sociais estão nas suas veias!

5. Possuir skill analítico de marketing digital

Engana-se quem pensa que para ser um gestor de mídias sociais é preciso apenas ter criatividade. Por trás dos posts criativos, tem muita mensuração de métricas e análise de dados.

Você precisa saber olhar para os gráficos e indicadores de desempenho, avaliar o retorno dos investimentos e identificar gargalos e oportunidades para a estratégia. É isso que dá sustentação a todas as decisões do gestor.

6. Ter visão estratégica do negócio

As redes sociais não são uma ilha isolada. Elas precisam ser integradas às outras estratégias de marketing e, mais do que isso, contribuir para que o negócio cumpra os seus objetivos estratégicos.

Para chamar a atenção nas mídias sociais é preciso fazer um trabalho de branding integrando os principais canais da marca de uma maneira bem diferente da concorrência, expressando os valores da marca e gerando identificação com o público-alvo.

7. Estar sempre em busca de informações e novidades

A pesquisa é a base do trabalho do gestor de mídias sociais, é importante passar mais tempo pesquisando pautas, notícias e informações do que escrevendo ou produzindo.

Por isso, esse profissional precisa ser um curioso, pesquisar sobre vários assuntos e não se satisfazer com a primeira informação que encontra. Ele também deve estar sempre de olho  em novas tendências do mercado digital, seus canais e estratégias. Tudo isso forma uma bagagem de referências e estimula a criatividade.

8. Saber liderar e trabalhar em equipe

O gestor de mídias sociais trabalha com pessoas. Se tem uma equipe, ele precisa saber liderar, dividir tarefas, organizar as atividades e conduzir todos os envolvidos no caminho dos objetivos.

Mesmo que não tenha uma equipe, esse profissional sempre se relaciona com outras áreas do marketing e da empresa. Portanto, as habilidades sociais também são necessárias.

Ferramentas e softwares utilizados pelo gestor de mídias sociais

O gestor de mídias sociais trabalha com a ajuda de muitas ferramentas que otimizam as suas atividades. Veja agora quais tipos de ferramentas podem fazer parte do seu dia a dia!

Ferramentas de gestão de mídias sociais

As ferramentas de gestão (ou gerenciadores) de mídias sociais são essenciais para quem trabalha na área. Elas permitem gerenciar atividades, conteúdos, agendamentos, métricas e relatórios de todas as redes sociais em uma só plataforma. A mLabs é uma das principais ferramentas com essa função.

Ferramentas de monitoramento de mídias sociais

Para saber o que as pessoas estão falando sobre a sua marca, você precisa de uma ferramenta de monitoramento de redes sociais, como Scup e OpSocial. Sua principal função é captar as menções à marca e o sentimento envolvido nelas para saber o que o público está pensando.

Ferramentas de análise de dados

As ferramentas de gestão de mídias sociais trazem relatórios sobre as redes sociais, mas é preciso integrá-los aos dados do marketing digital como um todo.

É aí que entram as ferramentas de análise de dados, como o Google Analytics, que é a mais usada. Lá você pode entender o desempenho da estratégia digital e como as redes sociais contribuem.

Além do Google Analytics, as próprias redes sociais disponibilizam ferramentas nativas para realizar essas análises, como o Instagram Analytics, Facebook Analytics, Twitter Analytics, entre outras.

Também é muito importante analisar a concorrência, e para isso, algumas ferramentas como SEMrush, Alexa, Google Advanced Search Operators, Keyword Competitor são fundamentais.

Ferramentas de edição de imagens

O profissional também precisa usar ferramentas de edição de imagens, como Photoshop, Illustrator e Premiere, lembrando que essas ferramentas são profissionais e requerem um nível de conhecimento técnico no seu manuseio.

Para iniciantes que não possuem muita prática e precisam facilitar a criação do conteúdo, o Canva e o Studio mLabs são ótimas ferramentas de apoio para edição de imagens, inclusive elas estão disponíveis dentro da própria plataforma da mLabs, assim você já faz a criação dos posts e a gestão das redes sociais de um lugar só! 😉

Como dissemos, nem sempre é o gestor de mídias sociais quem faz a produção, mas ele precisa ao menos conhecer as funcionalidades básicas.

Ferramentas de gestão de projetos

O gestor também tem a responsabilidade de gerenciar as atividades da área e liderar a equipe. Por isso, ferramentas de gestão de projetos ajudam bastante, já que permitem organizar e visualizar o andamento do trabalho. Trello e Asana são alguns exemplos.

Ferramentas de compartilhamento de arquivos

Outra funcionalidade bastante útil para o gestor de mídias sociais é o compartilhamento na nuvem, que serve para enviar arquivos com agilidade, colaborar em um mesmo documento ou trabalhar em tempo real na mesma planilha. Ferramentas como Google Drive e Dropbox facilitam essas tarefas.

Lembrando que o melhor caminho na hora de escolher quais ferramentas você vai usar, é testar cada uma delas (a maioria tem versões de teste). Também é importante analisar custo-benefício, entender se elas realmente atendem às suas necessidades, avaliar o atendimento e SAC de cada ferramenta e fazer uma escolha racional.

Mercado de atuação do gestor de redes sociais

O LinkedIn realiza um estudo anual sobre as profissões emergentes. Em 2020, sabe quem apareceu em 1º lugar no ranking brasileiro? Sim, o gestor de mídias sociais!

A procura por esse profissional teve um crescimento médio anual de 122% entre 2015 e 2019. Sabe o que isso significa? Que o mercado está aquecido para essa profissão!

O gestor de mídias sociais encontra oportunidades não só em empresas que investem em marketing digital, mas também em agências de marketing e publicidade ou como freelancer.

Nos sites de vagas de emprego, como o Glassdoor, você pode encontrar oportunidades com salários desde R$ 3 mil em pequenas empresas e agências até R$ 10 mil em empresas de maior porte.

Essa grande procura pelos gestores de mídias sociais e valorização da profissão se explica por alguns fatores que podemos perceber nos últimos anos, como:

  • Crescimento do mercado digital e do uso das redes sociais;
  • Maturidade das plataformas e novas oportunidades de marketing nas redes sociais;
  • Profissionalização da área de social media e busca por profissionais capacitados;
  • Maior demanda por atividades e habilidades para trabalhar com redes sociais.

Essas tendências tendem a se fortalecer ainda mais nos próximos anos, o que vai fazer as empresas investirem mais e mais no marketing para redes sociais. Portanto, o caminho é promissor para os gestores de mídias sociais!

Como se tornar um gestor de mídias sociais?

Embora o mercado tenha muitas oportunidades, não pense que tem emprego garantido para qualquer um, você precisa ter muito estudo, conhecimento e experiência para que as empresas confiem no seu trabalho!

Veja agora as credenciais que você deve ter para ser um gestor de mídias sociais!

Formação acadêmica

Uma formação acadêmica é o seu passaporte para o mercado de trabalho. O curso superior proporciona embasamento teórico e técnico para as suas funções e transmite confiança a quem está contratando você.

Quem trabalha com mídias sociais geralmente tem graduação em Publicidade ou Marketing, mas também pode vir de áreas como Jornalismo, Relações Públicas, ou outras Faculdades de Comunicação. Quem quer se especializar também pode investir em cursos de pós-graduação em Mídias Sociais ou Marketing Digital.

Cursos específicos

Ter um diploma de nível superior não é suficiente. Marketing digital é uma área muito dinâmica, então você precisa estar sempre se aprimorando e se atualizando. Para isso, é importante desenvolver as habilidades necessárias para o cargo.

Existem vários cursos (online e presenciais, pagos e gratuitos) para aprender sobre:

  • Marketing Digital;
  • Marketing de Redes Sociais;
  • Marketing de Conteúdo;
  • Inbound Marketing;
  • Mídia paga (Google, Facebook, LinkedIn, Instagram etc.);
  • Google Analytics.

Quer uma dica? Dá uma olhada no curso Social Media Exponencial, ministrado pelo Rafael Kiso, CMO e fundador da mLabs. Esse curso oferece uma formação completa para o gestor de mídias sociais com certificação na área. São 8 aulas com os seguintes conteúdos:

  1. Introdução e Fundamentos;
  2. Conteúdo para Redes Sociais;
  3. Publicação para Redes Sociais;
  4. Alcance e Engajamento;
  5. Monitoramento e Análise;
  6. Gestão de Crises;
  7. Insights de Redes Sociais;
  8. Revisão e Conclusão.

As aulas são online e ao vivo, com conteúdo teórico e prático e caso você não goste da qualidade do curso oferecido, tudo bem você tem 15 dias para pedir o dinheiro de volta.

Agora, caso você já esteja trabalhando com as redes sociais e ainda não profissionalizou o seu trabalho, tenha um gostinho de como é ser um gestor de mídias sociais na prática, faça um teste grátis na mLabs.

Nossa plataforma organiza e simplifica a gestão das redes sociais, desde a criação do conteúdo até a análise dos resultados, tudo isso para ajudar a aumentar a sua produtividade e fazer com que você alcance seus objetivos e metas. Bora conhecer como funciona?

Facebook Comments
Gestão de redes sociais Entenda por que a mLabs é a ferramenta de gerenciamento de redes sociais escolhida por mais de 120 mil marcas!

Posts relacionados