Como usar o Marketing de Performance nas redes sociais?

Marketing de Performance: imagem de duas mãos de um homem digitando em um notebook com um gráfico na tela

As estratégias de comunicação são muito importantes para o sucesso de uma marca nas redes sociais. Uma empresa consciente sabe que o cumprimento de metas e o alcance de clientes exige investimentos em marketing.

Mas como saber se os seus objetivos serão alcançados? Como entender, de fato, o que realmente impacta na conquista de clientes e visibilidade? É aí que entra o  Marketing de Performance!

Esse conceito faz parte de um planejamento estratégico que busca, por meio da mensuração de resultados, calcular e estimar a eficiência das campanhas e melhorar cada vez mais o seu desempenho.

Quer saber como colocar uma empresa à frente no mercado por meio do Marketing de Performance? Continue com a agente e descubra como!

O que é Marketing de Performance?

Marketing de Performance é um segmento do Marketing Digital. Trata-se de um complexo de ações implementadas com o foco voltado, exclusivamente, para a obtenção de resultados.

Essas ações permitem a mensuração de retorno de uma campanha por meio da análise de métricas como custo por clique, custo por aquisição, retorno sobre o investimento, entre outras.

Esse tipo de marketing está diretamente ligado às mídias de performance, como o Facebook Ads e Instagram Ads  mídias digitais que entregam dados de performance precisos e permitem acompanhar todos os passos de uma campanha.

Tipos de Marketing de Performance

Estratégias de marketing de performance são fundamentadas em alguns modelos. Confira os principais!

1. Impressões

Impressão é uma das métricas mais utilizadas no marketing digital. Ela considera o número de vezes que uma peça foi exposta aos usuários, ainda que tenha alcançado mais de uma vez a mesma pessoa.

É muito comum confundir as métricas de Impressões com Alcance e Cliques, mas na verdade, elas são bem diferentes.

O alcance de um anúncio não implica, necessariamente, em impressões ou interações. Significa apenas que o anúncio passou no feed do usuário. Se ele viu, de fato, ou interagiu com ele é outra história.

Já se você tem uma diferença muito grande entre as suas taxas de impressões e de cliques, cuidado! Isso pode ser um mau sinal.

Pois demonstra que o usuário foi apresentado a um determinado anúncio, mas o criativo não despertou a sua atenção nem seu interesse a ponto dele querer interagir com a peça. 😰

2. Cliques

O clique é uma métrica que mede a interação entre o usuário e o anúncio.

Quando o conteúdo desperta a atenção e o usuário clica para descobrir mais sobre aquele produto ou serviço, um clique é contabilizado.

Altas taxas de cliques indicam que o anúncio está cumprindo o seu papel! 👏

Da mesma forma, uma taxa baixa significa que a publicidade não está atraindo a atenção do internauta ou que a segmentação do anúncio não foi feita corretamente.

Quando isso acontece, não importa tão incrível seja o anúncio, ele simplesmente está sendo exibido para as pessoas erradas.

3. Engajamento

Comentários, compartilhamentos, cliques, curtidas e reações formam o que chamamos de engajamento. A taxa de engajamento é a relação de interações com a a quantidade de usuários alcançados pelo anúncio.

Para aumentar o engajamento com o público, as marcas devem:

  • investir em conteúdo conteúdo de qualidade;
  • manter um calendário para as próximas publicações;
  • interagir com os seguidores, respondendo e curtindo comentários;
  • fazer promoções e sorteios, entre outros.

4. Leads

O número de leads é uma métrica que mostra quão efetiva está sendo uma marca em atrair potenciais clientes.

Essa taxa é contabilizada quando o usuário assina uma newsletter, baixa um e-book, se cadastra em uma Webinar, entre outros materiais ricos que podem ser ofertados.

5. Vendas

As vendas são o resultado da conversão dos Leads em clientes reais. Elas são o fruto de estratégias de marketing bem desenvolvidas.

Dessa maneira, a cadeia de vendas envolve diversas etapas, desde os anúncios até a configuração do relacionamento entre cliente e marca.

Como utilizar o Marketing de Performance?

Veja algumas dicas para colocar em prática tudo que você está aprendendo sobre Marketing de Performance.

Diminua os seus segmentos

Quanto mais segmentos você inclui em um anúncio, mais chances você tem de alcançar um monte de gente desqualificada.

A lógica é simples. Quanto mais o seu anúncio for específico e voltado para a persona, maiores serão as chances dele ser relevante para os seus destinatários.

Por isso, é importante segmentar o público-alvo e manter uma audiência mais específica e personalizada.

Ao criar suas campanhas pelo Facebook Ads, pense cuidadosamente na segmentação por interesses e, claro, acerte em segmentos básicos como idade, gênero, localização, etc.

Opte pelo SKAG

O SKAG é uma estratégia que opta pela adoção de apenas uma palavra-chave para um grupo de anúncios do Adwords.

Infelizmente, muitas publicidades não dão certo justamente porque o anunciante inclui diversas palavras-chave, acreditando que vai alcançar um público maior.

Isso é um erro e pode acabar reduzindo a qualidade do anúncio e o índice de classificação nos motores de busca, por exemplo.

Escreva bons títulos

Artigos compartilhados em anúncios devem conter títulos bem elaborados.

Isso não significa que a linguagem deve ser rebuscada e formal. Pelo contrário, deve ser redigido em uma linguagem clara e objetiva para o leitor, mas que tenha um apelo chamativo e atraia a atenção e o interesse do usuário.

Vá além do Google e do Facebook

Não faça anúncios pensando apenas no Google e Facebook.

A popularidade dessas plataformas é alta, mas não significa que todo o nicho de público está apenas nesses dois lugares.

Podemos citar o LinkedIn como exemplo, a maior rede social profissional do mundo e um canal perfeito para empresas do segmento B2B.

Compare as melhores horas

A conversão exige uma ação por parte do usuário e, dependendo do momento do dia, é possível atrair mais ou menos pessoas para o seu anúncio.

Por isso, é importante conhecer o público e pesquisar os horários do dia em que o CTR — taxa de cliques — costuma ser mais elevado.

Use Listas de Remarketing para Anúncios de Rede de Pesquisa (RLSAs)

Os Anúncios de Rede de Pesquisas tornam possível o ranqueamento de um anúncio pelos seus termos mais amplos. Isso pode e deve ser feito por meio das listas de remarketing.

Como decorrência, a publicidade só se tornará visível para aqueles que já acessaram o site previamente.

Desta maneira, torna-se possível utilizar lances para termos amplos, já que eles poderão ser alcançados pelos usuários.

E, de quebra, a empresa economiza dinheiro porque esses anúncios serão disponibilizados para uma audiência personalizada.🤑

Quais são os meios mais usados para fazer o Marketing de Performance?

O Marketing de Performance costuma ser associado às mídias digitais. Veja agora os meios mais comuns.

Google AdWords

A plataforma do Google AdWords permite anunciar e veicular anúncios em formatos de links — product list advertising (PLA), banner, vídeo etc — nos quais o próprio usuário escolhe o seu lance.

A forma de cobrança é feita conforme os resultados recebidos. Também é possível segmentar quem verá o conteúdo.

Facebook Ads

A plataforma de anúncios do Facebook permite campanhas também no Instagram e em alguns sites parceiros. A cobrança é semelhante ao Google AdWords.

Instagram Ads

O Instagram Ads permite anunciar no feed e nos Stories em diversos formatos (imagem, vídeos, carrossel).

Nessa plataforma, o pagamento dos anúncios é realizado conforme o tempo em que eles ficam disponível para os usuários e de acordo com o número de conversões obtidas.

Gostou de saber como o Marketing de Performance pode te ajudar a atingir objetivos de negócios? Então, continua no nosso blog e leia também sobre Marketing de Influência, veja como usar influenciadores digitais nas suas estratégias.

Facebook Comments
Gestão de redes sociais Entenda por que a mLabs é a ferramenta de gerenciamento de redes sociais escolhida por mais de 120 mil marcas!

Posts relacionados