Marketing de Influência: conheça a grande aposta das marcas

Marketing de influência: imagem de duas mulheres olhando na tela no notebook

A cada dia que passa, o marketing de influência ganha espaço no mercado digital.  O influenciador que tem um público fiel e ainda possui grande poder de persuasão é altamente desejável por marcas de diferentes nichos de mercado.  

Também não é por menos, de acordo com dados da pesquisa da QualiBest, os influenciadores digitais já são a segunda maior influência na tomada de decisão de compra, perdendo apenas para indicação de amigos, que alcançaram 57%.  

Os números assustam outros meios de propaganda e colocam o marketing de influência em evidência. Continue a leitura e descubra como usar o marketing de influência em sua estratégia de comunicação nas redes sociais

O que é Marketing de Influência?

O marketing de influência é uma estratégia simples de entender, mas com um poder fantástico. Ela consiste na relação estabelecida entre uma marca ou empresa patrocinadora e os produtores de conteúdo independentes.  

Estes que por sua vez possuem forte influência sobre um público específico, com quem se relacionam nas mídias sociais. 

O objetivo é simplesmente criar uma ponte entre marca e público do influenciador digital e o parceiro. Para causar um impacto positivo na forma como esse público vê a marca. E assim, realizar outros objetivos como: 

  • gerar valor e confiança para a marca; 
  • conquistar novos clientes; 
  • reter clientes já existentes; 
  • influenciar na decisão de compra. 

Todos esses objetivos recorrentes são uma consequência natural para a empresa quando ela faz um bom marketing de influência. 

banner publicitário sobre geração de relatórios dashgoo by mLabs

Por que investir em Marketing de Influência?

Existe uma razão muito forte para explicar por que investir em marketing de influência é uma ótima aposta.  

Essa estratégia permite que a empresa transmita uma mensagem que influencie na jornada de compra do seu público-alvo com maior poder de fogo. Isto é, utilizando uma voz que é admirada, reconhecida e que tem a confiança do público que a marca quer impactar. 

E, como já mostramos no começo deste texto, os influenciadores digitais já ocupam o segundo lugar no ranking de influência na tomada de decisões de compra – ou seja, são altamente poderosos! 

Por isso, a estratégia do marketing de influência vem sendo vencedora nos últimos anos e, ao que tudo indica, vai continuar gerando melhores resultados no futuro. 

Além de ser uma opção de marketing muito potente, também vale muito a pena com relação ao custo benefício.  Pois, a marca consegue alcançar um público gigante com um custo acessível e com maior possibilidade de gerar resultados. 

Como escolher as pessoas certas para sua estratégia de marketing de influência 

Veja quais são os aspectos que a marca deve considerar para escolher um influenciador. 

Fit com a marca 

Os influenciadores digitais têm como maior vantagem a confiança da audiência. Então, não basta que o público dele tenha afinidade com o seu produto ou serviço, também é necessário que o profissional goste daquilo que você oferece. 

Assim, a recomendação é real, honesta e sincera, trazendo resultados verdadeiros e fidelizando o público. 

Canal de atuação 

Os canais definem alguns detalhes no marketing digital: tipo de público, idade dessas pessoas, propensão a gostar mais de certos tipos de produtos. 

Pense, por exemplo, que há influenciadores no LinkedIn, Spotify e Facebook, e que eles têm perfil completamente diferente.  

Em qual dessas plataformas você se enquadra melhor? A resposta sempre vai depender do que você vende. 

Tipo de parceria 

Não, não é apenas por causa do número de seguidores que você vai se decidir por um influenciador ou outro. 

É necessário compreender como a parceria pode ser realizada na sua estratégia. Questione sobre valor, envio de produtos, tipo de publicações, entre outros. 

O ideal é abordar todas as possibilidades de ações para atingir o objetivo da marca, desde parcerias pagas, permutas até a cocriação de conteúdo. 

imagem de um banner publicitário com chamada para baixar um guia gratuito de templates para as redes sociais da mLabs

Como aplicar o Marketing de Influência nas estratégias da marca 

Usar o marketing de influência corretamente não é nenhum bicho de sete cabeças. Mas, pode ser algo que levante dúvidas quando se está começando.  

Por isso, separamos algumas dicas práticas para colocar em ação e usar essa estratégia da melhor forma possível 

Defina os objetivos 

A primeira coisa a fazer ao adotar o marketing de influência é traçar os principais objetivos a serem conquistados com a estratégia. Esse é um princípio básico que deve ser aplicado em qualquer estratégia de marketing nas redes sociais. 

Qual a principal finalidade da campanha? Gerar vendas? Apresentar um novo produto? Captar leads para uma marca? Essas questões precisam ser respondidas para que se tenha a meta principal a ser perseguida com a campanha.  

Uma vez que se tem os objetivos principais traçados pela empresa ou marca, pode-se passar para a próxima fase da estratégia. 

Encontre os influenciadores certos  

Tão importante quanto a clareza dos objetivos, para o marketing de influência dar resultados é vital escolher corretamente quem será a voz da marca. Ou seja, é preciso escolher o ou os influenciadores corretos para trabalhar na estratégia. 

Contratar um influenciador que possua milhões de seguidores não vai adiantar de nada se estes seguidores forem pouco engajados. Ou ainda, se o público do influenciador não tiver interesse no que a marca tem a oferecer. 

O melhor sempre é optar por influencers que tenham um público igual ou parecido com o da empresa. Assim, o impacto causado pela estratégia é maior e fica muito mais fácil atingir os objetivos traçados.  

Faça ações em conjunto 

A voz que a marca realmente precisa para impactar o público já está na mira? Então é hora de partir para o ataque e entrar em contato com o influenciador para fechar uma parceria. 

Após conseguido um acordo, o próximo passo é planejar e executar ações em conjunto que promovam a marca, empresa, produtos e serviços. 

As ações em conjunto entre marca e influenciador são essenciais para o sucesso da estratégia de marketing de influência. Afinal, são elas a parte mais prática da estratégia, é onde se vai realmente para a ação. 

Mensure resultados 

Depois de realizadas as ações em conjunto com o influenciador, ou os influenciadores, é hora de mensurar os resultados. 

Com base nos objetivos estipulados antes de pôr o marketing de influência para funcionar é preciso acompanhar as metas e medir os resultados alcançados. 

Para isso, basta conferir métricas como o ROI, a taxa de conversão do público alcançado, entre outras. Com base nesses dados é possível analisar se a parceria com o influenciador digital foi bem-sucedida. 

E, conforme o resultado dessa análise a marca saberá se vale a pena ou não manter a parceria com o influenciador. 

Cases de sucesso 

Um bônus dessa estratégia é aproveitar para promover cases de sucesso que mostram a qualidade dos produtos da marca. Se um influenciador da marca promove um produto que o ajudou a resolver um problema real, a empresa tem em mãos um case para criar ainda mais influência no mercado. 

Afinal, elas seguem, confiam e admiram o influenciador. Logo, se ele teve um problema resolvido por uma empresa, seus seguidores passarão a considerar a empresa ao precisarem de ajuda para resolver o mesmo problema que o influenciador. 

imagem de um banner publicitário com chamada para baixar gratuitamente o material produzido pela mLabs sobre Kit de Planejamento de Conteúdo para as redes sociais

Como medir os resultados do trabalho de marketing de influência 

Não existe marketing sem análise de resultados, mas como medir o resultado do trabalho do marketing de influência?  

Afinal, alguns influenciadores entram em fases iniciais do funil de marketing, longe das vendas, que são o resultado mais fácil de medir. 

Confira quatro KPIs básicos para avaliar o resultado do marketing de influência: 

  • AVM (Average Views Per Month ou Média de Visualizações Mensal), que é um bom ponto de partida para saber o alcance do profissional; 
  • AEM (Average Engagement Per Month ou Média de Engajamento Mensal), que dá uma ideia do envolvimento com as publicações; 
  • ER (Engagement Rate ou Taxa de Engajamento); 
  • AA (Audience Authenticity ou Autenticidade da Audiência). 

Esses são os indicadores para começar o trabalho, mas também é importante avaliar cada etapa da campanha.  

Quanto às vendas, por exemplo, você pode usar os parâmetros UTMs do Google para rastrear o tráfego gerado do perfil do influenciador digital para sua página de destino. 

São indicados, principalmente, para acompanhar cupons de desconto divulgados nos Stories do Instagram com o recurso “arrasta pra cima”. 

Também recomendamos que você use ferramentas específicas para ajudar nesse trabalho, como: 

  •  HypeAuditor, plataforma para encontrar os melhores influenciadores para o seu nicho de mercado, produto e marca, e que também ajuda a calcular as métricas acima. 
  • AirFluencers, ferramenta em português, considerada como “a maior plataforma de marketing de influência da America Latina”. 

Gostou deste conteúdo e quer enriquecer mais ainda as estratégias com influenciadores? Então confira este artigo para aprender estratégias de marketing de conteúdo para redes sociais. 

Facebook Comments
Quer mais conteúdo como esse? Inscreva-se na nossa Newsletter!

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

Posts relacionados