Pesquisar

Marketing educacional digital: 5 dicas para atrair mais alunos

Marketing educacional digital: 5 dicas para atrair mais alunos
Avatar de mLabs

Por

Publicado em

O mercado da educação é um dos mais competitivos que existem, e para você se destacar perante a concorrência ter ferramentas certas de marketing digital e redes sociais faz toda a diferença.

Se você está procurando ideias e técnicas eficientes para captar alunos, saiba que antes você precisa conhecer algumas estratégias de marketing educacional.

O marketing para escolas não é exatamente uma novidade, mas o modo como ele precisa ser executado mudou!

Não dá para chamar a atenção e atiçar a curiosidade dos alunos com distribuindo panfletos e fazendo propagandas no rádio ou na TV, concorda?

Se você quer despertar a atenção de novos alunos você precisa pensar em como usar canais de relacionamento mais atuais para isso, como as redes sociais por exemplo.

Para se fazer presente no dia a dia dos alunos você precisa estar onde eles e os seus responsáveis estão! Então, veja neste post como fazer isso com 5 dicas certeiras.

Acompanhe!

1. Conheça bem a sua persona

Não dá para tratar o seu público-alvo como se ele fosse um conjunto de pessoas iguais, concorda?

Tentar agradar a um grupo muito variado pode levar você para uma ação generalizada e isso certamente não vai trazer os resultados desejados.

Para superar esse problema, crie as personas ideais para a sua escola.

As personas são personagens semifictícios. Elas são caracterizadas com base nos clientes que seriam ideais para a escola conquistar.

Se você vai começar do zero, uma boa opção é usar informações dos alunos que são mais engajados com a instituição para a partir daí desenhar a persona oficial.

Para conhecer sua persona a fundo, é preciso descrever detalhadamente quem é esse personagem, sua história de vida, sua idade, a profissão, o que faz no tempo livre, como usa suas redes sociais etc.

É assim que você começa a pensar em estratégias que realmente geram identificação com as pessoas que você busca atrair.

Lembre-se: nos casos de alunos dos ensinos infantil e fundamental, a persona não é a criança, mas seus pais.

É preciso saber, portanto, quem são essas pessoas, se elas trabalham fora, o que valorizam na educação dos seus filhos e outros pontos. Dessa maneira, você consegue falar a mesma língua que o seu cliente. 😉

imagem de um banner publicitário com chamada para baixar gratuitamente o material produzido pela mLabs sobre Kit de Planejamento de Conteúdo para as redes sociais

2. Entenda as dores do seu público

Todo mundo que procura uma escola nova tem uma razão, ou seja, algo que motiva a busca pela mudança.

Em alguns casos, a insatisfação com a qualidade da escola anterior é uma razão, em outros, é a necessidade de encontrar uma escola mais perto de casa.

Os motivos são diversos, e você precisa identificar essas necessidades e entender tudo sobre as motivações do seu público.

No marketing educacional, não basta oferecer o básico: os potenciais clientes estão atrás de algo que ainda não encontraram, e isso é um bom indício pois existe uma demanda que você provavelmente pode atender.

Procure entender por que as crianças estão sendo trocadas de escola, o que os pais valorizam no ensino e, principalmente, quais são as demandas que a concorrência não está conseguindo atender.

3. Use o diferencial da instituição a seu favor

Sua campanha de marketing pode ser bem estruturada, com um design incrível e um conteúdo de primeira, mas são se você não usar o seu ponto forte e mostrar o seu diferencial as chances de você se destacar despencam.

Sabe quem pode te ajudar nessa missão? Os alunos e os pais que já escolheram a escola, use a opinião deles a seu favor. 👊

Colete os depoimentos das famílias que já fazem parte do dia a dia da escola e utilize isso para gerar credibilidade e ainda mais interesse nas outras pessoas.

Procure colher depoimentos sobre todos os aspectos da instituição e depois use esses dados para enriquecer a sua campanha nas redes sociais. Veja algumas informações que você pode questionar:

  • o plano de ensino;
  • as atividades extracurriculares;
  • os espaços físicos;
  • a convivência e tudo mais.

Você vai receber comentários positivos e negativos de quem já conhece a rotina e o posicionamento da instituição. Os comentários positivos você pode usar para atrair potenciais clientes e mostrar o quanto as informações são verídicas e confiáveis.

Já os comentários negativos te dão Insights para futuras melhorias nas suas estratégias e na estrutura da instituição como um todo.

4. Foque no bom relacionamento com o público

Já mencionamos aqui a relevância do uso de redes sociais para captar o público certo.

Depois de definir a sua persona e entender as principais dores dela, é hora de ir para as redes e criar um plano de relacionamento com o seu público.

Você pode adotar diversas estratégias para isso, como a criação de grupo no Facebook para debater assuntos internos, eventos educativos entre outros.

Desta forma, envolvendo alunos, pais de alunos e até mesmo a comunidade, de maneira participativa, demonstrando o seu interesse em ouvi-los.

O melhor é que isso ajuda não só a atrair a atenção das pessoas, mas a fidelizar os alunos que já estudam na escola.

Além disso, você pode usar e abusar das postagens, tanto nos feeds quanto em Stories e Status de WhatsApp para deixar a comunicação com o cliente mais fácil, personalizada e pessoal.

O ideal é que você faça o gerenciamento dos comentários nas redes sociais e responda a todos os interessados em questão de minutos, criando proximidade com as pessoas.

No marketing educacional, o relacionamento é o que desperta a confiança dos pais para que eles matriculem seus filhos.

Esse relacionamento acontece em várias direções, incluindo os pais, os alunos, a instituição, os professores e os demais funcionários.

Quanto mais positiva for essa troca, maior é a probabilidade de gerar identificação, engajamento, indicação e recomendação da instituição.

5. Ofereça conteúdo interessante

Muitos pais têm uma vida corrida e nenhuma ideia de como utilizar o pouco tempo disponível para contribuir com a vida escolar os filhos.

Você pode e deve ajuda-los! O simples fato de criar e alimentar um blog com assuntos relevantes já é uma mão na roda para para muitos pais que precisam de informações de confiança.

E, com técnicas de SEO bem aplicadas, além de estreitar o relacionamento com o público você ainda consegue gerar trafego para o blog, aumentando as chances de atrair novos clientes.

Confira alguns assuntos que você pode abordar:

  • customização do material de escola;
  • educação dos filhos;
  • orientações para o desenvolvimento da inteligência emocional das crianças etc.

As possibilidades são infinitas para trabalhar ações de marketing de conteúdo!

Gerar conteúdo de valor para o seu público faz com que a instituição se torne uma referência na área de educação e mostra o compromisso dela com os pais e com os alunos.

Quanto mais leve e descontraída for a sua abordagem, mais fácil vai ser a aproximação e o engajamento com os potenciais clientes.

Seguindo as dicas listadas neste post, certamente você vai dar um passo importante no marketing educacional para atrair a atenção dos pais e alunos, e se tornar uma instituição desejada por eles.

Como você viu, o marketing para escolas pode ajudar muito na captação de potenciais alunos. Agora, se você quer ir além, assista ao Webinar sobre Como usar Marketing Local para vender mais e aprenda estratégias específicas para atrair um público superqualificado!

Agende posts com a mLabs e
economize horas de trabalho!

VOCÊ ACABA DE GANHAR 30 dias grátis

Gerencie todas as mídias sociais

por 30 dias grátis