7 pilares fundamentais para um planejamento de redes sociais!

Planejamento de redes sociais: imagem de uma mesa com notebook aberto, uma agenda e uma mão de mulher escrevendo no um post it cor de rosa.

Se você está começando a trabalhar com marketing digital e pretende iniciar um planejamento de redes sociais para seus clientes, você está no lugar certo!

Neste post, vamos mostrar porque ter um plano de ação bem definido, que contemple todas as etapas do processo de marketing nas redes sociais, é essencial.

Com um plano em mente você consegue evitar erros durante o percurso da estratégia e amenizar o impacto dos obstáculos que surgem no processo. 

Fique com a gente e confira, passo a passo, como fazer um planejamento de redes sociais topezêra para potencializar os seus resultados. Bora?

Por que é importante ter um planejamento de redes sociais?

Muitos acham que trabalhar com redes sociais é uma tarefa simples: basta fazer conteúdos atraentes e pronto o público vai engajar. Mas, se você chegou até aqui, sabe que não é bem por aí.

Por serem plataformas abertas, a concorrência é acirrada, além de existirem tantos canais, ferramentas e recursos que fica difícil escolher quais são os melhores para a estratégia. 

Para dificultar ainda mais, os usuários estão cada vez mais dispersos, sendo raro encontrá-los em apenas um canal. 

E, então fica a dúvida: como conquistar presença digital com tantos canais, recursos e uma concorrência altíssima?

 A resposta é simples: com planejamento! Mas é claro, como todo bom planejamento, é necessário tempo, paciência e conhecimento. 

Por onde começar o planejamento de conteúdo para redes sociais?

Antes de tudo, é importante ressaltar a necessidade de se construir um alicerce sólido para sustentar sua atuação nas redes sociais. 

Esse alicerce deve ser trabalhado não apenas com estratégias de comunicação bem pensadas, mas também com dedicação à análise cuidadosa dos resultados para garantir que os objetivos sejam atingidos.

Então, veja o passo a passo de como desenvolver um planejamento topezêra de redes sociais!

1. Defina os objetivos e os indicadores de performance

O primeiro passo é um dos mais importantes, pois é ele que ditará o rumo da estratégia como um todo. Para definir os objetivos nas redes sociais você precisa conhecer as metas de marketing da marca.

As redes sociais são locais com alta flexibilidade, portanto, você pode trabalhar de diversas formas para alcançar os objetivos.

Aqui, estão alguns dos principais objetivos que grandes marcas almejam alcançar através das redes sociais:

Cada um deles é de extrema importância, mas você não deve trabalhar todos ao mesmo tempo, afinal, quem tenta fazer tudo acaba não fazendo nada.

Por isso, é essencial ter conhecimento do momento em que a marca se encontra, e qual dos objetivos a levaria para mais próximo do sucesso. 

Além de definir os objetivos, outro passo fundamental é escolher quais serão os indicadores de performance mais relevantes para o objetivo.

Os KPIs (Key Performance Indicators) nada mais são que as variáveis que você deverá acompanhar com frequência para saber como está o andamento do seu plano. 

Existem KPIs adequados para cada objetivo, e você deve escolher aqueles que mais condizem com o que você almeja para a marca. Para os objetivos escolhidos, alguns bons indicadores seriam, respectivamente:

  • alcance do post (reconhecimento da marca);
  • cliques no link divulgado (tráfego para loja virtual);
  • cliques no link divulgado (conversões na landing page)
  • visualizações no vídeo (educação de mercado).

É através dos KPIs que você consegue ter noção se sua estratégia está ou não sendo um efetiva. 😉

2. Identifique o público-alvo

Após ter objetivos e KPIs bem definidos, você precisa identificar o público-alvo para guiar toda a abordagem de sua estratégia. 

Para isso, é importante efetuar pesquisas de mercado e verificar na própria base que a marca já possui, aqueles que tem um perfil mais condizente com a empresa. 

Para aprofundar o estudo e conseguir ser ainda mais assertivo, você pode criar uma buyer persona, que consiste no cliente ideal para o negócio. 

3. Escolha as redes sociais

Com seu público-alvo em mente, escolher as redes sociais onde você aplicará a estratégia será uma tarefa mais fácil. 

Para isso, é preciso entender como eles se comportam e em quais redes costumam interagir com maior frequência.

Lembre-se que para implementar uma boa estratégia de marketing nas redes sociais, você deve considerar as singularidades de cada canal. Elas exigem abordagens diferentes e variam em relação a recursos e ferramentas.

Então, estude bem cada uma em que pretende atuar para saber seus pontos fracos e fortes e, assim,  ser mais assertivo na sua estratégia. 

Banner Marketing de Conteúdo: Imagem anunciando uma aula grátis sobre marketing de conteúdo para as redes sociais com fotos dos especialistas Rafael Rez e Rafael Kiso

4. Estabeleça a frequência

A frequência de publicações também varia bastante conforme o perfil de seu público-alvo, escolha aquela que seja mais adequada à persona do negócio, e não tenha medo de fazer testes.

Após definida a frequência de postagem, não se esqueça de manter uma periodicidade, a constância nas postagens é fundamental para manter os usuários engajados.

5. Elabore um cronograma

A elaboração de um cronograma é fundamental para manter a organização durante o seu planejamento. 

Você deve considerar que para a marca estar presente em diferentes redes sociais, a organização é fundamental. Sem ela, você terá dificuldades para manter o plano em andamento e gerar bons resultados.

6. Faça testes e monitore as ações

Está em dúvida com relação ao rumo da sua estratégia, ou não sabe se uma ação está trazendo resultados positivos? É nessa hora que entram os testes e monitoramento do seu plano.

Mesmo cometendo erros em determinada ação, o conhecimento adquirido será de grande valor e poderá evitar que erros maiores sejam cometidos no futuro. 

Monitorar as ações e realizar testes são importantes para garantir que você tenha Insights valiosos e consiga mudar o trajeto do seu plano enquanto é tempo!

7. Analise os resultados

Por fim, e não menos importante, analise os resultados. E, quando falamos em analisar os resultados é para estudar a fundo as informações e dados adquiridos com a estratégia.

Essa ação ajuda a encontrar soluções melhores e identificar os problemas, caso existam. Portanto, não basta apenas acompanhar os KPIs, é preciso entendê-los e saber o que fazer caso estejam indo mal. 

Agora que você sabe como fazer um planejamento para redes sociais, não deixe de colocar os conhecimentos em prática!

Lembre-se errar pode ser desanimador no começo, mas gera Insights valiosos para o futuro. 

Agora, aproveita que você está montando o seu planejamento de redes sociais e veja também quais são as tendências do mercado digital para 2020.

Fique por dentro das novidades!

Facebook Comments
Gestão de redes sociais Entenda por que a mLabs é a ferramenta de gerenciamento de redes sociais escolhida por mais de 120 mil marcas!

Posts relacionados