Algoritmo do Linkedin: saiba como ele funciona e use a seu favor!

algoritmo do linkedin: imagem de uma mão segurando um celular com a tela do linkedin aberta

Entender como funciona o algoritmo do LinkedIn é essencial para conquistar visibilidade na plataforma. Afinal, quem não quer ser notado na maior rede profissional do mundo? 

O LinkedIn ganhou reconhecimento de muitas marcas e usuários, por isso se consolida como um excelente canal para atingir diferentes objetivos de marketing, como:  

  • construir uma lista de contatos para networking; 
  • construir autoridade;
  • recrutar talentos; 
  • gerar reconhecimento para marcas; 
  • gerar leads qualificados;
  • relacionar com clientes atuais e potenciais 

Para que você possa explorar todo o potencial da plataforma,  confira a lógica por trás do algoritmo do LinkedIn e algumas dicas de como usá-lo a favor da marca! 

Como funciona o algoritmo do LinkedIn 

Da mesma maneira que acontece em outras redes sociais, o feed do LinkedIn é baseado em um algoritmo.  

Na rede social de negócios, ele prioriza o conteúdo com maior probabilidade de ser interessante para cada usuário e que seja mais recente, nesse contexto. 

Para isso, ele considera: 

  • a reputação do perfil;
  • como outras pessoas se engajam com o conteúdo; 
  • e o que está em alta na rede. 

Nosso fundador e CMO, Rafael Kiso, montou um fluxograma com todas as etapas do algoritmo até que o conteúdo apareça no feed dos usuários. Dá uma olhada: 

Algoritmo do LinkedIn: imagem do fluxograma explicando como funciona o algoritmo da plataformaPara você entender melhor, vamos explicar os quatro filtros básicos pelos quais um post passa para que sua relevância seja determinada no LinkedIn: 

1. Pontuação da qualidade do conteúdo 

Toda nova publicação no LinkedIn tem sua primeira triagem feita por um “robô”, que definirá se o conteúdo divulgado é: 

  • spam; 
  • baixa qualidade; 
  • bom para ser divulgado. 

A rede social considera spam todo anuncio de produto com interesse em ganho monetário ou publicações com conteúdo irrelevante para ganho de visibilidade.

A solicitação de informações pessoais, de dinheiro ou a publicação de links suspeitos também é barrada pela plataforma.

Com certeza, você vai querer que seu conteúdo esteja entre os “bons para serem divulgados”.  

Mas, se por algum motivo, seu conteúdo for classificado como “baixa qualidade”, ainda há esperança. Basta seguir os próximos passos. 🙏 

2. Sinalização do usuário

Passado pelo filtro técnico, o algoritmo do LinkedIn analisa o engajamento do público com o post: 

  • Quantos comentários e curtidas recebeu? 
  • Como o público alcançado se comportou? 
  • Houve compartilhamentos? 
  • Houve sinalização de spam? 

Caso os usuários sinalizem sua postagem como spam ou a ocultem dos seus feeds, o algoritmo da rede social entenderá que sua publicação é negativa. 

Por isso, estimule o engajamento do seu post com um bom CTA (chamada para ação). Quanto mais interações você receber, melhor! 

👉 Para melhorar a taxa de engajamento, você pode deve otimizar sua presença online publicando nos melhores horários. Quanto mais rápido o post tiver likes e comentários, melhor classificado ele será. 

3. Filtragem do conteúdo

Quando o  público começa a interagir com o conteúdo publicado, acontece a filtragem do conteúdo pelo algoritmo do LinkedIn. 

Nessa etapa, é analisado se o conteúdo deve ou não continuar aparecendo no feed dos usuários. #tenso 

O objetivo é evitar dar visibilidade às publicações spam e aos perfis responsáveis por elas. 

👉 Para não ser pego nessa fase, procure seguir pessoas, influenciadores, hashtags e grupos do seu nicho ou interesse. É assim que o algoritmo do Linkedin mede a afinidade do usuário com cada conteúdo.  

4. Revisão humana 

Sim, isso parece muito doido, mas existe um time de revisores do LinkedIn que analisa alguns posts para decidir a sua relevância. 

Essa equipe não analisa tudo, obviamente. Mas todo conteúdo que teve um desempenho muito bom nos três primeiros filtros, chegará até ela. 

E, se o seu post passar por aqui, você pode ter certeza de que ele será um baita sucesso em termos de alcance e engajamento! 

Enquanto sua postagem tiver interações, ela permanecerá na jornada algorítmica pelo feed.  

É por isso que, às vezes, você vê publicações em seu feed de semanas atrás, algo que não acontece em redes sociais como Facebook, Instagram e Twitter. 

O objetivo dessa última etapa é ajudar os usuários a descobrirem conteúdo relevante que os ajudarão a se tornarem mais produtivos e bem-sucedidos. 

Dicas para usar o algoritmo do LinkedIn a seu favor 

Agora que você já entendeu a lógica por trás do algoritmo do LinkedIn, confira algumas dicas simples, porém eficazes, para usá-lo de maneira estratégica! 

Entenda o tipo de conteúdo que o LinkedIn prioriza 

O LinkedIn é muito claro sobre qual tipo de conteúdo ele dá prioridade: o mundo profissional. 

Por isso, quando estiver criando uma estratégia de comunicação para essa rede social, procure entregar valor, criando conteúdo que: 

  • contribua para o desenvolvimento pessoal e profissional do público-alvo; 
  • expresse os valores e a cultura da empresa; 
  • ajude no crescimento de marcas e usuários; 
  • aborde produtos e serviços que ajudem pessoas e empresas. 

Construa sua audiência estrategicamente 

Relevância, credibilidade, seguidores e conexões desempenham um papel importante para a classificação dos posts pelo algoritmo no LinkedIn.  Por isso, é preciso construir uma audiência qualificada.

Para isso você deve: 

  • garantir que a página da empresa esteja devidamente preenchida e atualizada; 
  • definir estratégias que atraiam novos seguidores; 
  • participar de discussões relacionadas à marca; 
  • divulgar a página por outros meios, como site, blog e assinaturas de e-mail; 
  • usar @ menção para se relacionar em uma conversa ou para divulgar um artigo que tenha a ver com seus interesses;
  • estimular o compartilhamento das publicações por funcionários da empresa, amigos e parceiros.

Faça posts que engajam

Um dos tipos de conteúdo que mais geram interesse no LinkedIn são os que expressam a cultura de uma empresa.

Mostrar os bastidores, os valores e o que está acontecendo no dia a dia chama a atenção.

Mas também é importante trazer informações de valor para o crescimento profissional dos seguidores, perguntas e análises, pesquisas de nicho e outras informações relacionadas ao negócio. 

O LinkedIn é um lugar de negócios, então, entregar valor por lá requer estratégia e alinhamento.  

Lembre-se de adaptar o tom da marca ao público, mas também à rede social. 

Tenha certeza de que seu post não é ofensivo, evite fazer overposting, publique nos melhores dias e horários e, claro, interaja com todos os comentários que receber. 

Ah! Dica adicional: crie conteúdo nativo pelo LinkedIn Pulse ou faça o upload do conteúdo, quando em formato de vídeo

Links para páginas externas são permitidos, e ao inseri-los você verá a diferença no alcance e, consequentemente, no engajamento das publicações. Por isso, você vê frequentemente algum post indicando o link nos comentários! 😜

Especialistas de peso, como Guy Kawasaki e Reid Hoffman, já utilizam vídeos nos seus posts e obtêm resultados incríveis!  

Esses pequenos cuidados vão te garantir um ótimo desempenho frente ao segundo filtro do algoritmo do LinkedIn.  

Utilize técnicas de SEO e marketing de conteúdo 

O LinkedIn também possui seu mecanismo de busca e, dependendo da qualidade da otimização dos seus posts e página, eles poderão alcançar muito mais pessoas qualificadas. 

Coloque em uso todos os seus conhecimentos de SEO e marketing de conteúdo na hora de criar posts pro LinkedIn! 

  • faça pesquisas de palavras-chave; 
  • aplique as kewords de forma natural no copy e na descrição da página;
  • certifique-se de que os links compartilhados levem para uma página com conteúdo relevante, etc. 

Quem é visto tem mais possibilidade de ser curtido, compartilhado e receber comentários. Assim, certamente haverá maiores chances de você se dar bem nos filtros três e quatro. 

Pense nos dispositivos móveis 

Quase 60% dos usuários do LinkedIn acessam a rede a partir de celulares.

Prepare suas postagens para visualização em dispositivos móveis com mensagens atraentes e imagens interessantes. 

Agende seus posts e garanta a consistência 

Não adianta criar a página e sair correndo. Ou voltar de vez em nunca pra postar alguma coisa aleatória. 

Você precisará garantir a consistência na estratégia e, para isso, uma boa ferramenta de gerenciamento de redes sociais é uma mão na roda! 

Com a mLabs você conseguirá agendar posts em todos os formatos aceitos pelo LinkedIn, sem limitações. Além disso, poderá gerenciar todas as suas outras redes sociais em um só lugar. 👊 

Uma plataforma completa que permite realizar todo o processo de marketing nas redes sociais! 

  • crie seu post direto na plataforma com o mLabs Studio ou Canva online;
  • aprove o conteúdo com o Workflow;
  • agende suas publicações;
  • extraia relatórios para análise; e muito mais! 

Agora que você já manja sobre o funcionamento do algoritmo no LinkedIn, só falta ter a ferramenta certa para te ajudar a alcançar os melhores resultados na rede social. Teste a mLabs gratuitamente por 7 dias! 

Facebook Comments
Gestão de redes sociais Entenda por que a mLabs é a ferramenta de gerenciamento de redes sociais escolhida por mais de 120 mil marcas!