LinkedIn Ads: como criar um anúncio na plataforma?

LinkedIn Ads: como criar um anúncio na plataforma?

O LinkedIn foi criado com o objetivo de unir pessoas em torno de negócios, ou seja, é focado no mundo corporativo. Mas, assim como em outras redes sociais, essa plataforma também tem seu espaço para a criação de anúncios, o LinkedIn Ads.

E, apesar de muitas marcas ainda não apostarem nessa rede social estrategicamente, o LinkedIn é um dos melhores canais para marketing B2B e também é um canal incrível para o fortalecimento de marca, atração de talentos e relacionamento com parceiros.

E, parar todos esses objetivos os anúncios do LinkedIn podem ser relevantes!

Se você quer saber mais sobre o assunto e entender como anunciar na maior rede social de profissionais do mundo, continue lendo este artigo! Aqui, você aprenderá mais sobre o LinkedIn Ads!

Por que você deve anunciar no LinkedIn Ads

Para você ter uma ideia da importância do LinkedIn, 92% dos profissionais do segmento B2B a consideram como a mais importante, acima até das demais redes sociais.

O LinkedIn é fundamental para quem está buscando atingir um público segmentado por cargos, profissões, empresas e até mesmo investidores que tenham a ver com o perfil de uma empresa e/ou marca.

Isso porque, o LinkedIn é a única que tem o viés profissional e foi criada exatamente para fazer conexões profissionais.

E existem muitas outras vantagens em anunciar no LinkedIn Ads:

  • concorrência: como não há tantas marcas investindo em LinkedIn Ads, principalmente no Brasil e no idioma português, existe um maior alcance com menor investimento;
  • segmentação: o LinkedIn é uma das únicas redes sociais que solicitam o cargo e outros dados profissionais para os cadastrados. Sendo assim, é possível atingir os tomadores de decisão ou um público profissional específico para o seu negócio;
  • foco profissional: enquanto Facebook, Instagram, Twitter e outras redes sociais são utilizadas prioritariamente para interesses pessoais, no LinkedIn as pessoas se cadastram justamente para tratar sobre negócios e receber novas oportunidades. Isso significa que elas estão naturalmente abertas para contatos de desconhecidos, mensagens de pessoas e marcas.

Basicamente, o LinkedIn é um recanto de leads qualificados. A própria rede social oferece recursos exclusivos para captação de leads, como o LinkedIn Sales Navigator.

Como criar um anúncio no LinkedIn Ads?

Agora que você viu como a plataforma é importante e pode ajudar a complementar sua estratégia, chegou a hora de entender mais sobre como usar o LinkedIn Ads.

Crie uma LinkedIn Company Page

Primeiramente, você precisará criar uma página corporativa no LinkedIn. Sem ela, não é possível fazer nenhuma campanha de anúncios.

Para isso, basta ter um perfil pessoal nessa rede. Depois, siga os seguintes passos:

  • clique em “Soluções” no canto superior direito da sua página;
  • selecione “Crie uma Company Page”;
  • coloque o nome, escolha uma URL e aceite os termos de representação oficial da marca.

Depois disso, você terá que fornecer alguns dados, criar uma descrição e inserir a logo da sua empresa.

O processo é bem simples, mas não se esqueça de caprichar, pois é com ele que as pessoas alcançadas pelos anúncios terão contato.

Acesse a página de anúncios

Para criar anúncios no LinkedIn Ads, primeiramente você deve acessar a página de soluções em marketing do LinkedIn.

Lá estará o gerenciador de campanhas da rede.

Selecione o tipo de anúncio

A partir de agora, você terá que selecionar o tipo de anúncio que quer publicar. São eles:

  • Sponsored Content;
  • Dynamic Ads;
  • Text Ads;
  • Sponsored InMail.

Não existe exatamente uma opção pior ou melhor, tudo depende da estratégia e dos objetivos planejados.

Sponsored Content (conteúdo patrocinado) permite anunciar no local de maior visibilidade no LinkedIn: o feed de notícias do usuário. Ou seja, no mesmo lugar onde aparecem as atualizações e postagens regulares.

Esse formato é indicado para aumentar o alcance do conteúdo. Além disso, é muito utilizado para gerar tráfego, atrair leads qualificados e trabalhar ações de branding.

Já os Dynamic Ads (anúncios dinâmicos) são chamados assim pois podem ser personalizados de acordo com o perfil do usuário. Ou seja, várias pessoas podem receber diferentes anúncios dependendo de suas atribuições.

Com esse formato, pode-se criar downloads para geração de leads direto na plataforma do LinkedIn, por exemplo. Também é possível aumentar o número de seguidores na rede social e gerar conversões para landing pages, aplicativos ou sites.

Os Text Ads (anúncios em texto) aparecem nas barras laterais do LinkedIn ou em outros locais voltados à publicidade, mais ou menos como o Facebook Ads.

São anúncios simples, muito parecidos com aqueles criados para o Google Ads, conhecidos como links patrocinados. Basicamente, levam os usuários a uma página de destino e podem ser criados de forma muito rápida. O pagamento para esse formato de anúncios pode ser feito por cliques ou a cada mil impressões.

Agora, vamos falar sobre o Sponsored InMail. Nesse formato, os anúncios vão direto para a caixa de mensagens do usuário, ganhando um tom mais pessoal.

Esse é uma opção bastante engajadora, já que os usuários geralmente leem as mensagens enviadas pelo InMail. Ou seja, conseguem alcançar até 100% de visualizações.

Ela também pode ser utilizada para diversos objetivos, como entrega de conteúdo, propostas e captação de leads.

Segmente a sua campanha

Ao contrário de outras redes sociais que muitas vezes permitem somente a segmentação por perfil comportamental, demográfico ou geográfico, o LinkedIn Ads vai mais a fundo.

A partir das campanhas, é possível alcançar o público desejado por meio do direcionamento profissional.

Veja, a seguir, quais são as segmentações disponíveis:

  • localização: somente pessoas em uma determinada região. Ex.: Minas Gerais, Salvador;
  • nome da empresa: apenas funcionários de uma determinada empresa. Ex.: Coca-Cola, Ambev;
  • setor da empresa: apenas funcionários de um determinado setor. Ex.: marketing, vendas;
  • tamanho da empresa: apenas pessoas de empresas com um número determinado de funcionários. Ex.: até 200 funcionários;
  • cargo: somente profissionais do cargo selecionado. Ex.: gerente, CEO;
  • nível de experiência: somente profissionais com o nível de experiência desejado. Ex.: júnior, sênior;
  • competências: somente profissionais com as competências selecionadas. Ex.: webwriting, marketing digital;
  • instituições de ensino: somente profissionais que frequentaram determinada instituição de ensino. Ex.: Fundação Getúlio Vargas, UFSC;
  • formações: apenas profissionais com a formação desejada. Ex.: engenheiro elétrico, publicitário;
  • grupos: apenas profissionais que participam de determinados grupos no LinkedIn;
  • gênero: apenas profissionais do gênero selecionado. Ex.: masculino ou feminino;
  • idade: apenas profissionais no intervalo de idade selecionado. Ex.: entre 25 e 32 anos;
  • anos de experiência: apenas profissionais com a experiência desejada.

Defina o orçamento e agenda da campanha

Depois de segmentar sua campanha, é hora de definir seu orçamento e quando ela será veiculada.

Para pagamento, o LinkedIn Ads tem duas opções de lance:

  • CPC (custo por clique) – você especificará um valor máximo para pagar por cada clique dado no anúncio. Lembre-se de que CPC é um leilão, ou seja, o alcance do seu anúncio será maior se o seu lance for maior;
  • CPM (custo por mil impressões) – você pagará o lance a cada 1000 vezes que seu anúncio for exibido, independentemente do número de cliques recebidos.

Você também terá que preencher o seu orçamento máximo (o LinkedIn te informará qual é o mínimo para essa campanha e te dará dicas de valores para CPC e CPM).

A dica aqui é: comece testado um valor equivalente – ou um pouco maior – que o lance sugerido.

Feito isso, escolha a data de início e término da sua campanha e o orçamento total – que é o máximo que você pretende gastar na campanha.

Você também poderá deixar a campanha rolando por tempo indeterminado. Ela irá encerrar quando seu orçamento total for alcançado.

Prontinho! Agora você já está preparado para iniciar suas campanhas no LinkedIn Ads! E se você quer ver mais conteúdos como esse, continue lendo o blog da mLabs.

Aproveite e siga a gente lá no LinkedIn!

 

Facebook Comments
Gestão de redes sociais Entenda por que a mLabs é a ferramenta de gerenciamento de redes sociais escolhida por mais de 30 mil marcas brasileiras!

Posts relacionados