Data-driven marketing: o que é e como tomar decisões baseadas em dados

data driven marketing: imagem de um notebook com a tela mostrando três modelos de gráficos diferentes na cor azul

Sabe aquelas escolhas que são feitas na base do achismo? “Eu acho que temos que fazer assim, porque os concorrentes também estão fazendo…”.

Não dá mais para tomar decisões assim, não é mesmo? O data driven marketing nos mostra que é muito melhor se basear em dados!

Na era digital, os dados em volume cada vez maior estão no centro das decisões de marketing. São eles que geram inteligência de negócio, abastecem ferramentas de automação e permitem otimizar estratégias com mais precisão.

O que é data driven marketing

Data driven marketing é uma abordagem do marketing em que todas as decisões e estratégias são orientadas por dados.

Para adotar o data driven marketing, as empresas precisam ter procedimentos de coleta, tratamento, análise de dados, e mais do que isso: é preciso ter uma cultura data driven para que as decisões ocorram naturalmente de acordo com o que os dados mostram.

Os dados podem trazer informações sobre clientes, consumidores, concorrentes e sobre o próprio negócio. A partir deles, é possível tomar melhores decisões, otimizar ações e tornar as estratégias mais eficientes.

Um tipo de ferramenta que utiliza o poder do data driven marketing são os softwares de CRM. Eles armazenam os dados dos clientes e suas interações e podem ser usados para segmentar e personalizar campanhas de marketing.

imagem de um banner publicitário com chamada para baixar o app mlabs

Benefícios do data driven marketing

Mas, afinal, vale a pena investir no data driven marketing? Confira agora quais são os benefícios dessa abordagem para o seu negócio.

Alcançar o público certo com anúncios direcionados

As interações dos consumidores com sites e redes sociais se transformam em dados para a inteligência de marketing.

Com eles, é possível conhecer o perfil, hábitos, interesses e comportamento de potenciais clientes para segmentar anúncios e alcançar exatamente quem você quer.

Criar conteúdo relevante para a audiência

Conhecer bem o seu público por meio dos dados permite construir uma descrição precisa e detalhada da sua buyer persona – representação completa do público ideal da marca.

Dessa forma, você pode perceber quais conteúdos são mais relevantes para a sua vida, para resolver suas dúvidas e necessidades.

Otimizar a experiência do usuário

Monitorar os passos dos consumidores ajuda a entender quais são suas preferências e quais caminhos adotam na sua jornada de compra.

Assim, a marca consegue oferecer uma experiência melhor para os consumidores, com mais usabilidade nos seus canais de contato com o público.

Melhorar a qualidade do produto

Você sabe como os seus clientes usam o seu produto? Quais dificuldades enfrentam? E como eles poderiam aproveitá-lo mais?

Os dados também revelam essas informações e orientam a otimização dos seus produtos a fim de proporcionar uma melhor experiência de uso, garantindo a satisfação dos consumidores.

Aumentar o ROI (retorno sobre investimento)

De olho nas métricas, é possível identificar se os seus investimentos em marketing estão gerando retorno financeiro.

Dessa forma, o data driven marketing direciona suas decisões para estratégias, canais e otimizações que geram maior ROI (retorno sobre investimento) para o seu negócio.

imagem de um banner publicitário com chamada para testar função de relatórios personalizados da mLabs

Como aplicar o data driven marketing na sua estratégia

Criar uma cultura data driven é a base para o sucesso do marketing orientado a dados.

 Nenhum processo ou ferramenta pode ter bom desempenho se a equipe não absorver essa cultura no dia a dia, nas decisões mais rotineiras e até no planejamento de projetos maiores.

Mas, é claro que a cultura e a conscientização sobre a importância dos dados devem vir também com conhecimento e técnica, é preciso ter uma equipe capacitada sobre metodologias, ferramentas e tecnologias para explorar todo o potencial dos dados.

Além disso, a empresa deve saber coletar e integrar dados de fontes variadas, como CRM, mídias sociais, sistemas de vendas e outras. Ao consolidar esses dados em relatórios completos e dashboards intuitivos, é possível obter insights valiosos!

Agora, vamos ver algumas dicas para aplicar o data driven marketing na sua estratégia!

1. Adapte o funil do marketing para um funil dinâmico

O funil de vendas não é linear. Cada consumidor cumpre uma jornada particular, com seus próprios caminhos, etapas, dúvidas e necessidades.

Por isso, o data driven marketing trabalha com o conceito de funil dinâmico. Por meio dos dados, é possível identificar em qual etapa o consumidor está e direcionar conteúdos relevantes para as suas demandas naquele momento.

2. Crie estratégias para todas as etapas da jornada de compra

O mapeamento de necessidades, dúvidas, interesses e comportamentos dos consumidores permite identificar em que etapa da jornada eles estão e criar estratégias mais eficientes.

Então, planeje estratégias e conteúdos que ajudem o lead a evoluir no funil, desde o topo, quando ele ainda está reconhecendo uma necessidade, até o fundo, quando ele precisa resolver objeções e finalizar a compra.

banner publicitário de divulgação do material rico gratuito sobre mídia paga no Facebook e Instagram

3. Analise os dados além do básico com as ferramentas certas

Os dados, por si só, não dizem muita coisa. Para que eles se tornem informações estratégicas, precisam passar por tratamento e análise. Algumas ferramentas ajudam nessa tarefa ao integrar dados de diferentes fontes e gerar relatórios customizáveis.

Mas a análise depende também da inteligência humana para cruzar os dados, identificar padrões e descobrir insights que ajudam a organização a alcançar seus objetivos.

4. Use as análises como insights para as próximas ações

As análises devem embasar decisões de planejamento e otimização das estratégias de marketing.

Os dados mostram como os consumidores se comportam e como respondem às suas ações. Então, eles podem dizer também como as próximas ações podem melhorar para alcançar ainda mais resultados.

Ao saber a quantidade ideal de e-mails no fluxo de nutrição de leads, você pode otimizar a sua estratégia de conversão e não perder tempo enviando mais informações desnecessárias.

5. Garanta a colaboração entre as equipes

A colaboração entre as equipes pode agregar ainda mais potencial ao data driven marketing. Todas as áreas da empresa utilizam e geram dados, além de terem vivências diferentes que contribuem para a tomada de decisões.

Então, promover a integração e comunicação entre diferentes equipes tende a trazer ainda mais insights para a sua estratégia.

imagem de um banner publicitário para divulgação do webinar de google ads para pequenas verbas da mLabs em parceria com a agência #TudoNosso

Principais ferramentas de data driven marketing

Diversas ferramentas de marketing digital geram dados valiosos para as suas estratégias. Confira algumas delas!

Buzzsumo

Apresenta os conteúdos mais compartilhados na web, que geram insights sobre assuntos em tendência para produzir seus conteúdos.

Google Ads

Oferece opções de segmentação de anúncios a partir de dados dos clientes e traz relatórios sobre o desempenho da publicidade para poder otimizar os resultados.

Google Analytics

É a ferramenta de análise de dados mais popular da internet — e, melhor ainda, gratuita. Apresenta diversos relatórios sobre o comportamento dos visitantes do seu site.

Google Data Studio

Ferramenta de criação de dashboards atrativos, com recursos interativos, para analisar dados e apresentar resultados de campanhas.

Google Search Console

Informa sobre o desempenho do site na pesquisa do Google e sobre problemas que afetam sua indexação e rankeamento. É uma das principais ferramentas de SEO.

Facebook Ads

Permite criar anúncios para o Facebook, Instagram e rede de parceiros, com recursos avançados de segmentação do público-alvo e remarketing.

banner publicitário: minicurso grátis Facebook e Instagram ADS

HubSpot

Oferece ferramentas completas de CRM e automação de marketing. Com os dados dos clientes, é possível criar fluxos automatizados para fazer a gestão dos leads.

Salesforce

Oferece diversas ferramentas de CRM, marketing e vendas que coletam e armazenam dados e permitem fazer a gestão automatizada de leads.

Enfim, essas são as dicas e ferramentas que você pode aplicar no seu negócio para adotar uma nova abordagem: o data driven marketing.

Com uma cultura voltada para os dados, você vai perceber como a sua empresa vai tomar decisões mais acertadas e ganhar competitividade.

Agora, se você gostou do assunto e quer aprofundar o conhecimento em dados, aproveite para ler sobre a ciência que existe por trás dos dados: o data science.

Facebook Comments
Quer mais conteúdo como esse? Inscreva-se na nossa Newsletter!

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

Posts relacionados