Algoritmo do Facebook 2020: descubra como funciona e melhore seus resultados!

algoritmo do facebook: imagem da tela de entrada do facebook com zoom na logotipo

O algoritmo do Facebook tem mantido uma relação meio conturbada com o social media.

Se por um lado ele garante que os posts apareçam apenas para quem tem interesse em vê-los. Por outro, ele surge como um grande inimigo do alcance orgânico.

Não é à toa que muitas marcas passaram a investir em mídia paga para “desbloquear novos públicos”, mas será que esse é o melhor caminho para driblar o algoritmo?

O que é algoritmo do Facebook e como funciona?

O algoritmo do Facebook é um conjunto de critérios e cálculos que são realizados automaticamente para determinar quais posts devem aparecer para cada usuário e em que ordem.

A intenção da rede social é proporcionar a melhor experiência aos usuários, ao mostrar os posts mais relevantes para cada pessoa de acordo com os seus interesses e interações.

Perceba, portanto, que o Facebook pressupõe que sabe o que os usuários gostam ou não e define o que eles deveriam receber no seu feed.

Esse controle e ingerência na vida das pessoas assusta muita gente e tende a criar as “bolhas” em que vivemos, pois na teoria só vemos o que gostamos.

Mas é também esse sistema que faz você querer ficar horas navegando pela timeline da rede social vendo coisas interessantes.

imagem de um banner publicitário com chamada para testar a gestão de redes sociais da mLabs

Qual é o impacto do algoritmo nas publicações das páginas?

O algoritmo do Facebook tem um propósito digno: selecionar e organizar os posts mais relevantes para cada usuário, de maneira que ele fique mais tempo na rede social e que esse tempo seja mais útil.

O problema é que essa missão do algoritmo acaba prejudicando a entrega dos posts das Páginas de Negócios, que geralmente são vistas como menos relevantes para os usuários.

É claro que, por trás disso, há também a intenção do Facebook de fazer as marcas investirem em publicidade para terem melhores resultados.

Ano a ano, o alcance médio das páginas vem diminuindo…

algoritmo do facebook: imagem de um gráfico da Jacobdeen indicando a queda do alcance orgânico no Facebook ao longo dos anos

Fonte: Jacobdeen

De acordo com levantamento da We Are Social e da Hootsuite, a média de alcance orgânico, em relação ao número de likes das páginas, é de apenas 5.17%.

Ou seja, entre 100 pessoas que curtem a sua página, apenas 5 recebem suas publicações.

algoritmo do facebook: imagem do site we are social indicando a média de alcance orgânico, em relação ao número de likes das páginas.

Fonte: We Are Social

Quais são os 4 principais fatores que influenciam no algoritmo?

É claro que o Facebook não revela todos os segredos por trás do algoritmo.

Mas é possível apontar os 4 principais fatores que determinam o filtro dos posts que aparecem no feed.

1 – A origem do post

Um dos principais fatores do algoritmo do Facebook é a conta que postou.

Primeiramente, há uma clara distinção entre contas pessoais e comerciais — o Facebook quer conectar pessoas, por isso negócios tendem a ter menos relevância.

Além disso, as interações anteriores com a conta pesam muito.

Se você stalkeou ou trocou mensagens diretas com alguém nos últimos dias, é bem possível que essa conta apareça com mais frequência no seu feed.

imagem de um banner publicitário com chamada para testar função de relatórios personalizados da mLabs

2 – A data da publicação

Quanto mais recente, mais chances de aparecer para os usuários.

Mas perceba que a timeline não é cronológica — ela considera muitos outros fatores além da data de publicação.

O Facebook sabe, por exemplo, quando foi a última vez que o usuário acessou a rede social, e pode mostrar posts de até 2, 3, 5 dias atrás, se ainda for relevante para ele.

3 – O tipo do conteúdo

De maneira geral, conteúdos nativos do Facebook têm mais alcance que compartilhamentos de links externos.

Mas o algoritmo do Facebook olha especialmente para o tipo de conteúdo com o qual a pessoa interage mais — imagem, texto, vídeo ou link.

Portanto, essa escolha nas suas publicações determina também a entrega dos posts aos usuários.

4 – O engajamento com o post

O desempenho do post, depois de publicado, ajuda a definir se ele vai ser entregue para mais pessoas ou não.

Se muitos usuários curtirem o seu post logo nos primeiros minutos, ele tem mais chances de ganhar tração e aumentar o alcance.

Para o usuário, se muitas pessoas da sua rede curtirem, comentarem e compartilharem uma publicação, ela também tem mais chances de aparecer no seu feed.

banner publicitário sobre geração de relatórios dashgoo by mLabs

Mas como funciona a categorização do Facebook?

Esses são os 4 principais fatores que definem quais posts devem aparecer para cada usuário. Mas quais aparecem primeiro?

A hierarquização é uma combinação entre os fatores que apresentamos acima e muitos outros critérios que o algoritmo considera.

Todas as suas atividades e conexões no Facebook — bem como as atividades e conexões dos seus amigos — estão sendo monitoradas.

E são esses dados que o algoritmo do Facebook usa para ordenar o feed que você vê!

Como melhorar a performance da sua publicação?

Agora que você já conhece os principais fatores do algoritmo do Facebook, deve estar pensando em como aumentar o seu alcance orgânico mesmo com essas limitações, acertei?

A gente te dá uma mãozinha com cinco dicas práticas!

Faça lives e publique no feed

O Facebook já vinha entregando bem os vídeos de lives na rede social. Mas, depois do ano de pandemia, em que as pessoas consumiram vídeos ao vivo como nunca, elas ganharam ainda mais alcance e engajamento!

Veja o gráfico abaixo, referente às interações por tipo de post no Facebook no primeiro quadrimestre de 2020.

algoritmo do facebook: imagem de um gráfico da social bakers indicando o volume de interações orgânicas nas lives realizadas no Facebook em comparação com os outros formatos de posts

Fonte: Social Bakers

Foque na qualidade das publicações

Você precisa oferecer conteúdos que os fãs da sua página gostem, com assuntos do seu interesse, imagens que encantem, abordagens que envolvam.

Eles devem ser instigados a interagir para que o Facebook perceba que você é relevante para o público.

O Storytelling é um grande aliado para isso, já que você pode contar histórias relacionadas à sua marca, aos seus clientes e colaboradores, que despertem sentimentos e motivem a interação.

Quanto mais eles interagirem com os posts, mais você aumenta sua relevância para eles, mesmo sendo uma conta comercial.

Interaja em tempo real, sempre que possível

Posts que possuem interações são bem vistos pela rede social e, claro, têm seu alcance orgânico ampliado.

Na prática, o algoritmo da rede social entende que, quanto mais interações, maior o engajamento e consequentemente maior a relevância do post.

Ao interagir com cada comentário as suas chances de gerar uma conversa são altíssimas, principalmente se for em tempo real, já que é mais provável do usuário ainda estar na rede social.

Mas, não basta apenas curtir ou responder o comentário com emojis, o ideal é estimular uma conversa: faça pergunta, marque o usuário em outro comentário, peça sugestão etc.

imagem de um banner publicitário com chamada para testar o recurso impulsionar da mLabs

Monitore a sua performance

Para entender quais conteúdos possuem maior aceitação do seu público é preciso monitorar a sua performance no detalhe.

Por isso, o ideal é sempre fazer uma analise o desempenho de suas postagens. Você pode começar agora mesmo, veja quais posts tiveram melhor desempenho e faça uma avaliação:

  • Qual era o tema abordado?
  • Qual foi o horário da publicação?
  • Qual foi o tipo da publicação (imagem, vídeo, carrossel)?
  • Havia algum Call to Action?
  • Você usou emojis na legenda?
  • Fez alguma pergunta?

A partir do momento em que você identificar o que conecta a marca ao seu público, poderá usar essas informações para aumentar a entrega orgânica.

Pela mLabs você consegue ter esses Insights do Facebook de maneira automática, o que economiza o seu tempo para apenas analisar os dados sem precisar extrair um por um na unha. #TKSGOD 🙌

No gráfico de Melhores Dias e Horários é possível visualizar o pico das postagens, tudo calculado de acordo com o comportamento do seu público.

algoritmo do facebook: imagem do gráfico de melhores horários da mLabs
algoritmo do facebook: imagem do Insight fornecido pela mLabs com o melhor dia e o horário para postar

Já no gráfico de Melhores Conteúdos você tem informações relevantes dos posts por interação e consegue visualizar no detalhe qual post foi mais “aceito” pelo público.

algoritmo do facebook: imagem do gráfico de melhores conteúdos da mLabs
algoritmo do facebook: imagem de uma análise detalhada sobre os melhores posts da mLabs
algoritmo do facebook: imagem da análise individual dos melhores conteúdos da mLabs

Todas essas informações, e muito mais, ficam disponíveis na função Relatórios do Facebook.

Considere investir em anúncios

Ok, nem sempre dá para garantir o alcance que você deseja só com posts orgânicos.

Por isso, é importante também incluir a mídia paga no seu planejamento de redes sociais. Se os anúncios tiverem bom desempenho com o público, o Facebook vai perceber sua relevância e tende a melhorar o alcance da página como um todo.

Se você é iniciante na área e não manja muito de anúncios fique tranquilo, temos um Guia de anúncios para Facebook que vai te ajudar a fazer as escolhas certas, desde a criação e escolha do objetivo até o monitoramento dos resultados.

Quer simplificar mais ainda?

Saiba que pela mLabs você pode configurar não apenas o agendamento de posts orgânicos, mas também de impulsioná-los no Facebook em poucos cliques!

E aí, curtiu saber mais sobre o algoritmo do Facebook? Esperamos que sim! 🧡 Se ficou com alguma dúvida ou quiser deixar um comentário, é só mandar sua mensagem na caixinha abaixo!

Facebook Comments
Quer mais conteúdo como esse? Inscreva-se na nossa Newsletter!

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

Posts relacionados