Como escolher em quais redes sociais seu e-commerce vai estar?

Canal de atendimento: imagem de uma mão segurando um iphone com a tela das redes sociais aberta.

As redes sociais são ferramentas presentes na vida do brasileiro de uma forma como ninguém poderia imaginar até alguns anos atrás. 66% das pessoas têm contas ativas no Brasil, conforme aponta o estudo Digital in 2019. Isso representa cerca de 140 milhões de usuários nas redes sociais apenas no nosso país!

Faz parte da rotina das pessoas postar, consumir conteúdos e interagir com os outros nas redes sociais. Por isso, estar presente nesses ambientes é fundamental para quem vende pela internet.

Por meio das redes sociais, sua marca pode participar de forma mais natural do dia a dia das pessoas. Dessa forma, você consegue aumentar o reconhecimento das pessoas acerca do seu negócio, exibir seus produtos e serviços no seu feed, fornecer mais um meio para os clientes fazerem compras e oferecer mais um canal de atendimento ao público.

É claro que, olhando para as vantagens e para o número de pessoas que você pode impactar nas redes sociais, dá vontade de estar presente em todas elas. Entretanto, nem sempre isso é viável — tampouco recomendado. Afinal, de que adianta estar em todos os canais existentes sem conseguir dar conta de todos eles?

É sempre importante lembrar que qualidade é melhor que quantidade. Se as redes sociais da sua marca estiverem desatualizadas e com poucos conteúdos, isso vai passar uma imagem negativa aos visitantes das suas páginas. Portanto, você deve escolher bem em quais redes estará presente!

Se você não sabe muito bem como fazer essa escolha, não se preocupe. Vamos apresentar alguns pontos aos quais você deve estar atento na hora de selecionar e algumas características das principais redes sociais. Assim, você pode optar por aquelas que fizerem mais sentido para o seu negócio. Vamos às dicas?

O que levar em conta na hora de escolher?

Antes de criar perfis no Facebook, Twitter, Instagram, LinkedIn, Pinterest, Snapchat e onde mais você imaginar, pare e reflita sobre como isso vai impactar a estratégia da sua loja virtual.

Para te ajudar, separamos alguns pontos que podem impactar seu trabalho para que você possa avaliá-los antes de decidir em que redes sociais vai criar os perfis da sua marca.

Tempo dedicado às redes sociais

Para que seus perfis estejam sempre atualizados, você terá que dedicar algum tempo — ou dinheiro, caso opte por contratar um profissional ou uma agência — às suas redes sociais. Seja no planejamento ou na execução, elas demandarão trabalho.

Portanto, considere esse trabalho na hora de se organizar. Se você começou seu e-commerce sozinho, talvez cuidar de perfis em cinco redes sociais diferentes, além de gerenciar suas vendas, seja muita coisa.

Considere que suas redes sociais também funcionarão como um canal de atendimento. Potenciais clientes enviarão mensagens para tirar dúvidas e ficarão ansiosos se não obtiverem respostas.

Por isso, levar em consideração o tempo que essas redes sociais vão tomar na sua rotina é muito importante. É melhor estar com qualidade, por exemplo, apenas no Instagram do que ter contas pouco ativas em todas as redes sociais.

Dinâmica da rede social

Além de entender o trabalho de gerenciar os perfis da sua marca nas redes sociais, é importante entender a dinâmica de cada uma delas. Isso porque é pouco provável que o mesmo conteúdo funcione para redes sociais muito diferentes.

Se você identifica que, por exemplo, estar no Pinterest pode ser uma boa oportunidade para seu negócio, mas nunca utilizou o site, tire um tempo para entender como ele funciona. Pesquise, leia bastante sobre e observe o que outros perfis estão fazendo.

A partir daí, você será capaz de criar seu planejamento de postagens. Entretanto, vale lembrar que não existem receitas que se apliquem a todos os perfis de marcas nas redes sociais. Depois de entender a dinâmica das que você terá contas, você precisará fazer alguns testes para entender como seu público se comporta e o que funciona ou não para você.

Buyer personas da sua marca

Outro ponto que você não pode deixar de lado na hora de definir em que redes sociais vai criar perfis da sua marca são as buyer personas da sua marca. Ou seja, não adianta você estar em uma rede social superjovem se seu público é composto, em sua maioria, por pessoas acima dos 40 anos de idade.

Portanto, além de precisar disso para suas estratégias de vendas, definir o perfil do seu comprador ideal vai te ajudar a identificar as oportunidades nas redes sociais. Se você ainda não sabe muito bem quem costuma acessar as principais redes sociais, nós te ajudamos!

Perfil do usuário de algumas redes sociais

  • YouTube

O YouTube é a rede social mais acessada pelos brasileiros. 95% dos usuários da internet no Brasil assistem a vídeos no site, de acordo com o relatório Digital in 2019. Conforme aponta o estudo YouTube Insights, do Google, entre os jovens de 18 a 35 anos essa quantidade sobe para 96%!

  • Instagram

De acordo com a pesquisa Digital in 2019, 69 milhões de brasileiros usam o Instagram, sendo 59% do público de mulheres e 41%, de homens. No mundo, a faixa de idade que tem maior participação na quantidade de contas é a de pessoas entre 18 e 34 anos, segundo dados do site Statista.  

  • Facebook

O estudo Digital in 2019 indica que 130 milhões de brasileiros têm conta no Facebook. Os homens representam 47% dos usuários, enquanto as mulheres são 53% na rede social. Também conforme o Statista, o público de 25 a 34 anos é o mais presente, mas as pessoas de 35 a 54 anos representam quase 15% da audiência do Facebook no mundo.

  • Twitter

Dados da Omnicore Agency apontam que 37% dos usuários do Twitter no mundo têm entre 18 e 29 anos e 25%, de 30 a 49. No Brasil, são 8,57 milhões de pessoas com contas. 66% dos tuiteiros brasileiros são homens, ao passo que 34% são mulheres, conforme a pesquisa Digital in 2019.

  • LinkedIn

No Brasil, 35 milhões de pessoas usam a rede social corporativa LinkedIn. A maioria é de homens, com 53% dos usuários. As mulheres representam 47%, segundo a Digital in 2019. O site Statista aponta que, no mundo, 26% das pessoas com conta na rede social têm entre 18 e 24 anos; 37% de 25 a 34; 29% entre 35 e 54 anos. Os maiores de 55 anos representam 8,7% da audiência.

Escolher em quais redes sociais sua marca vai estar pode parecer simples, mas é preciso analisar muito bem a situação. Dessa forma, você evita perder o controle sobre todos os seus perfis e pode utilizar as redes da melhor forma possível. Seja como canal de atendimento, de vendas ou local de exposição de produtos e serviços, essas comunidades digitais só têm a ajudar seu e-commerce!

E, então, já sabe onde vai criar seus perfis?

Este post foi escrito por Victoria Salemi.

Victoria Salemi é a editora responsável pelas parcerias de conteúdo da Nuvemshop, a maior plataforma de e-commerce da América Latina em lojas ativas. Formada em Jornalismo, ama escrever e tornar assuntos complicados acessíveis a todos!

E-mail Gravatar: victoria.salemi@nuvemshop.com.br

Facebook Comments
Gestão de redes sociais Entenda por que a mLabs é a ferramenta de gerenciamento de redes sociais escolhida por mais de 30 mil marcas brasileiras!