Recomendações no LinkedIn: como elas podem ajudar em seus objetivos profissionais

Recomendações no LinkedIn: imagem de um homem sentado num sofá com um notebook no colo digitando

Em sua trajetória acadêmica e profissional você já deve ter conhecido diversas pessoas, não é mesmo?

Provavelmente, saberia falar um pouco sobre as que mais teve contato, seus pontos fortes, qualidades e etc. As recomendações no LinkedIn seguem esta mesma ideia.

A possibilidade de recomendar um profissional por alguma competência é uma importante estratégia dentro da rede social de negócios.

Assim como “no mundo real”, a recomendação virtual pode ajudar a estreitar laços, gerar oportunidades de emprego e parcerias, conquistar mais leads, beneficiando tanto quem a recebe, quanto quem a concede.

A seguir, você vai entender um pouco mais sobre isso e como você pode usar as recomendações no LinkedIn de forma estratégica, com foco nos seus objetivos profissionais. Acompanhe!

O que são as recomendações do LinkedIn?

Pense em um colega do seu trabalho ou faculdade. Você poderia explicar para alguém no que esta pessoa é boa e quais são suas qualidades? É, basicamente, assim que funcionam as recomendações no LinkedIn.

Na rede social, você pode deve dar ou receber recomendações e isso pode ser feito de forma espontânea ou induzida – quando você pede para que algum colega ou parceiro de trabalho faça uma recomendação no seu perfil.

O importante é que esta recomendação seja verdadeira e natural, com informações reais de pessoas que realmente conhecem você.

Não adianta, portanto, pedir recomendações para pessoas que nem estão na sua rede de amigos, como contatos de segundo ou terceiro grau. Elas, provavelmente, não terão conhecimento suficiente para falar de você e podem até ignorar o seu pedido.

O campo das recomendações no LinkedIn geralmente aparece na parte inferior do perfil, após as suas experiências profissionais e voluntariado. Lá é possível ver, tanto as recebidas, quanto aquelas que você também fez para outra pessoa.

Você também poderá editar quais depoimentos ficarão visíveis para o público, ou solicitar que a pessoa que concedeu  a recomendação faça uma revisão, caso tenha alguma informação errada e, até mesmo, excluir uma recomendação que tenha escrito para alguém.

Não há limites de recomendações no LinkedIn. Você pode pedir e enviar para quantas pessoas desejar!

Quais as vantagens para quem recebe?

Já ouviu aquela famosa frase de que as contratações são baseadas em Q.I., ou seja, quem indica!?

Se você tem alguém que te indica para um cargo, fala bem sobre você, das suas competências, fica mais fácil conseguir uma vaga, certo?

Portanto, uma das principais vantagens das recomendações na rede social para quem a recebe é criar uma prova social acerca das suas características, habilidades e qualificações. Isso passa credibilidade para recrutadores que estão em busca de talentos.

Ao analisar as recomendações recebidas o recrutador pode avaliar com quem aquele profissional já teve contato, como foram suas experiências, o impacto que ele causou em outras pessoas e no local de trabalho por onde passou.

Se você possui o depoimento de um líder, gestor, CEO de alguma organização para qual trabalhou, certamente isso fará uma grande diferença em seu perfil. Serve quase como um atestado de qualidade, como se a pessoa falasse: “Pode confiar neste cara!”.

Quem recebe esse tipo de depoimento também pode usar o que foi dito para refletir sobre sua postura profissional, analisando este feedback, tanto para melhorar pontos negativos, quanto para enfatizar pontos positivos.

Pode ser que, em alguns casos, a gente não note algumas de nossas atitudes e qualidades. Mas se mais pessoas identificarem e citarem isso em uma recomendação, essas características se tornam mais evidentes.

E, estes relatos podem gerar excelentes Insights sobre o nosso comportamento e carreira.

Quais vantagens para quem faz uma recomendação?

Fazer recomendações é tão importante quanto recebe-las. Ao fazer, você mostra que é uma pessoa empática, que se importa com o outro, que sabe valorizar o trabalho e as qualidades daqueles colegas que fizeram parte de sua trajetória profissional.

Ao expor o que pensa sobre outra pessoa, automaticamente mostra aquilo que é importante pra você, o que mais te chama a atenção, aquilo que você mais valoriza em um profissional.

Neste momento, é possível avaliar o seu poder de comunicação. A forma como você escreve uma recomendação pode dizer muito sobre o profissional que você é, seu perfil e demais características.

Como conseguir boas recomendações no LinkedIn?

Uma das melhores formas para conseguir boas recomendações é começar a fazê-las!

Encontre aqueles colegas de trabalho, faculdade ou escola, principalmente os que você tem mais intimidade, e faça uma recomendação sincera e bem elaborada sobre aquela pessoa.

Dessa forma você toma a iniciativa, mostra que se lembrou dela, que possui forte consideração e, dessa forma, ela poderá ficar inclinada a retribuir o ato fazendo uma recomendação para você também.

Se preferir pode, educadamente, enviar uma mensagem privada pedindo para que essas pessoas que você considera importantes façam uma recomendação para enriquecer seu perfil.

Como solicitar uma recomendação

Para pedir a alguém que faça esse tipo de depoimento sobre você, é só descer a página até encontrar a seção “Recomendações” e clicar em “Solicitar recomendação”.

Recomendações no LinkedIn: imagem da parte de recomendações na rede social

Depois é só colocar o nome da pessoa, escolher o cargo que você ocupava quando trabalhavam ou estudavam juntos e o tipo de relacionamento que tinham: se a pessoa te orientava, se você a supervisionava, se era de outro grupo, etc.

Escreva uma mensagem personalizada pedindo uma recomendação. Aqui, você pode explicar porque isso é importante para o seu perfil e, incluir pontos que ele pode ressaltar sobre você.

Dicas para escrever uma boa recomendação no LinkedIn

Imagina que você recebeu um convite para escrever uma recomendação? Você sabe como criar um texto conciso, que agregue valor para o recomendado e para você? Se não, veja as nossas dicas a seguir!

1-Desperte a atenção dos leitores

Seja criativo. Não escreva algo tão técnico, chato, sem sentimento. Conte uma história! Aposte no poder do Storytelling para criar um texto cativante que chame a atenção dos usuários.

2-Fale sobre a relação profissional entre vocês

Aproveite para citar também onde se conheceram, qual o relacionamento entre vocês, se fizeram algum projeto juntos e quanto tempo durou essa parceria. Esses detalhes são importantes para mostrar que vocês realmente tiveram uma relação profissional.

3-Descreva as habilidades e qualidades da pessoa

Não esqueça de citar as principais qualidades e habilidades do profissional. Se você está fazendo uma recomendação para alguém que trabalha com marketing digital, pode citar, por exemplo, que ele é muito criativo, que sabe utilizar ferramentas de mensuração de dados e é especialista em gestão de redes sociais.

4-Deixe o texto com tom pessoal

Escreva de uma forma humanizada. Isso vale para a forma como você escreve, sendo mais leve, sem formalidade excessiva. E, também para a forma como descreve sua relação com o recomendado, humanize o texto falando mais sobre a personalidade da pessoa.

5-Finalize com uma recomendação objetiva

Por fim, diga qual a principal recomendação que você faz do profissional. Se é um designer especializado em criação de sites, cite isso. Deixe claro para quem está lendo qual a principal caraterística, qualidade ou serviço que ele pode oferecer.

Como você pode notar, as recomendações no LinkedIn enriquecem o perfil na rede social e fazem com que você se destaque perante outros usuários.

Quer mais dicas para deixar seu perfil no LinkedIn ainda mais atraente para recrutadores, novas conexões, geração de leads e oportunidades de negócio?

Então, dá uma lida neste post que fizemos com 16 dicas para tornar seu perfil ainda mais atraente.

Facebook Comments
Gestão de redes sociais Entenda por que a mLabs é a ferramenta de gerenciamento de redes sociais escolhida por mais de 120 mil marcas!