Perfil LinkedIn: 16 dicas para torná-lo mais atraente!

Perfil LinkedIn: imagem de um homem sentado apontando para a tela do tablet com a página do LinkedIn aberta. O tablet está sob uma mesa de madeira com uma caneca branca de cerâmica e um celular ao lado.

Quer criar um perfil LinkedIn que tenha mais visibilidade e gere oportunidades de negócios? Então, você está no lugar certo!

Foi se o tempo em que a rede social era vista como secundária, com poucos acessos e usuários desinteressados. Hoje, o LinkedIn lidera o ranking de tendências do mercado digital.

A plataforma é a preferida para geração de leads, consumo de conteúdo de marketing B2B e alcance orgânico, devido ao seu algoritmo.  Além disso, mais de 90% dos recrutadores usam o LinkedIn regularmente. 👀

Com um bom perfil no LinkedIn a marca consegue:

  • conquistar reconhecimento;
  • gerar leads e referências;
  • apresentar produtos e serviços;
  • construir autoridade e muito mais.

Razões não faltam para melhorar o perfil e aumentar as chances de novos negócios!

Mas, por onde começar? Veja as dicas que separamos para criar um perfil LinkedIn campeão. 💪

1. Escolha a foto de perfil ideal

A primeira coisa que vão reparar no seu perfil LinkedIn são as fotos (de perfil e de capa), portanto, cause impacto!

Segundo o LinkedIn Business, perfis com fotos atraem 6x mais visitantes do que os sem fotos

Use o logotipo, ou a foto de rosto (no caso de influenciadores ou especialistas). Lembre-se sempre que é um perfil profissional e a imagem precisa estar nítida e discreta.

As especificações para foto de perfil do LinkedIn são:

  • 300 x 300 pixels (imagem quadrada);
  • formato PNG;
  • máximo 8 MB.

Se quiser saber mais informações sobre as medidas dos arquivos para o LinkedIn, veja o nosso guia completo e atualizado de tamanhos de imagens, vídeos e outros formatos.

2. Use uma boa imagem de capa

A escolha da imagem de capa não precisa ser um bicho de 7 cabeças, mas tem que refletir seu estilo profissional

Caso não seja uma imagem diretamente relacionada a identidade da marca, pode ser uma foto sobre a participação em eventos, palestra, ou uma imagem referente ao nicho de atuação, dessas que a gente encontra nos bancos de imagens gratuitos.

As especificações para capa de perfil do LinkedIn são:

  • 1584 x 396 pixels (imagem retangular);
  • formato PNG;
  • máximo 8 MB.

A plataforma permite dar uma pequena editada nas fotos, cortar ou alterar a iluminação. 😉

Perfil linkedin: imagem da capa e do perfil do Manu Kumar Jain, vice presidente da Xiaomi. no LinkedIn. A imagem da capa é de várias pessoas da empresa com a mesma camiseta posando para a foto.

3. Conte sua história no resumo e inclua palavras-chave

Preencher bem a seção “Sobre” é indispensável para causar uma boa impressão na rede.

Visitantes leem as primeiras 300 palavras, mas recrutadores e parceiros leem o seu cartão de visitas online até o fim. 

É importante incluir palavras-chave relacionadas à área de atuação, como “Marketing de Conteúdo”, “Conteúdo”, “Inbound Marketing”, etc. 

Recrutadores pesquisam uma combinação de cargos, habilidades e outras keywords para encontrar os candidatos certos, eis a importância de otimizar a descrição com palavras-chave

Para saber o que escrever, pergunte-se:

  • O que me destaca em relação aos demais?
  • O que eu tenho a oferecer?
  • O que me motiva?
  • Qual combinação de habilidades me ajudam a ser bem sucedido?
  • O que me faz gostar do que faço?
  • O que conquistei até hoje? 

Embora mais formal que outras redes, o LinkedIn permite que você dê um toque pessoal na sua descrição. Ou seja, você não precisa ser um robô, ok?

4. Escreva seu título profissional

Aquele campo abaixo do nome deve indicar profissão e área de atuação. 

Nesse campo não é necessário informar seu cargo atual, mas é importante usar as palavras-chave para nomeá-lo.

Ex.: Analista de social media | Especialista em Marketing de Conteúdo | Marketing Digital.

👉 Importante: jamais preencha essa seção com “procurando recolocação no mercado” ou “buscando novos desafios”, pois isso não diz nada sobre o profissional que você é e ainda tem conotação negativa. 

5. Personalize a URL do seu perfil LinkedIn

Ao personalizar a URL do seu perfil você deixa o seu nome em destaque, faz com que mais pessoas te encontrem e  deixa ela mais “amigável” para usar no seu currículo ou na sua assinatura de e-mail, por exemplo.

Assim, quem clicar na sua URL do LinkedIn terá rápido acesso às suas informações profissionais. 😉

Para personalizá-la, acesse o painel de edição do perfil e escolha um nome ou um termo para modificar a URL destino da sua página. Veja as opções recomendadas:

  • /seunome/
  • /nomedaempresa/
  • /nomedamarca/

Perfil LinkedIn: imagem do passo a passo para inserir url personalizada

6. Preencha sua experiência profissional

Seu perfil pode ser bom, mesmo sem dezenas de experiências profissionais, afinal, o bom resultado depende da combinação de informações preenchidas e não da quantidade delas.

Mais do que volume, preze por ser honesto ao incluir as experiências sólidas, acrescentando a descrição de cada uma.

Nessa seção, um relato das suas habilidades também é bem-vindo.

7. Fale das suas habilidades

Você pode atribuir várias habilidades ao seu perfil no LinkedIn. Mas o que são essas habilidades?

Se trata de aptidões especificas que você possui, porém não fala sobre elas em suas experiências profissionais. O ideal é que você liste, pelo menos, 5 delas no seu perfil para que suas conexões possam vê-las.

Se você é iniciante e não sabe o que preencher, recomendamos que procure em outros perfis do mesmo nicho habilidades parecidas com as suas, para se balizar.

Outra maneira de fazer esse levantamento é analisar as habilidades mais difíceis e flexíveis de 2020, para ver em quais você se encaixa.💥

8. Adicione seções ao seu perfil

Se você acha que preencher o resumo já basta e está se perguntando: pra que adicionar mais seções do seu perfil? Nós temos a resposta!

Ao adicionar as seções e mostrar mais das suas realizações e interesses profissionais, você:

  • aumenta as chances do seu perfil obter visualizações;
  • constrói uma rede ao conectar seu perfil com pessoas como mesmo interesse;
  • gera mais oportunidades de negócio (vagas de emprego e parcerias).

Para adicionar seções, clique no botão “Adicionar seção ao perfil” que fica embaixo da sua imagem de capa e selecione as seções oferecidas na plataforma.

Dica: todas as abas comportam mais seções (Sobre, Histórico Profissional, Competências, etc.).

Perfil Linkedin: imagem da página adicionar seção do perfil no LinkedIn

9. Publique conteúdo próprio

Não é balela, publicar conteúdo de sua autoria faz toda diferença na maneira como as pessoas te vêem na rede social e ainda aumenta o seu potencial de alcance.

Segundo o site Demand Metric, cerca de 80% dos consumidores se sentem mais abertos com relação à marca após lerem seu conteúdo personalizado.

Ao publicar conteúdo próprio no LinkedIn você: 

  • oferece conteúdo de valor para quem visita o seu perfil;
  • expande as conexões, mais pessoas interagem com seus artigos e posts;
  • aumenta as chances de se tornar autoridade em determinado assunto.

 Por isso, vale a pena escrever sobre aquilo que você domina da sua área e não sobre qualquer assunto que está bombando no momento. 👈

Se você ainda não publicou nenhum artigo na rede social e não sabe como fazer isso. Leia nosso post específico sobre Como publicar um artigo no LinkedIn Pulse e tire suas dúvidas!

10. Use CTA para promover links

Adicionar links ajudam a aumentar o tráfego, mas, para isso, que isso aconteça de maneira eficiente é preciso dar o comando. Por isso, não subestime o poder da CTA!

Incluir Call to Action sempre que quiser que as pessoas visitem seu site ou canal funciona muito bem para as estratégias de marketing nas redes sociais.

11. Faça menções para ser notado

Assim como nas outras redes, marcar alguém numa publicação não só é comum como te ajuda a se sobressair na rede social.

Afinal, se você quer que um usuário veja as suas atualizações, marque ele nas suas publicações – claro, se o assunto tem haver com ele, né?

Para fazer a menção, basta digitar @ e o nome do usuário, que nem precisa estar entre suas conexões.

12. Solicite recomendações aos colegas e parceiros

Alguns usuários do LinkedIn fazem recomendações naturalmente, mas se você não receber nenhuma recomendação dos seus colegas de trabalho ou ex chefe de maneira espontânea, não tenha vergonha de pedir.

Para não ficar tão acanhado, talvez seja melhor ter um tiquinho de proximidade, não é mesmo?🤔

Portanto, não deixe de interagir com suas conexões frequentemente, seja ativo na rede com curtidas, comentários e compartilhamentos.

13. Participe de grupos do seu nicho

Interagir com profissionais das suas áreas de interesse aumenta visibilidade e gera conexões relevantes!

Isso porque, ao entrar em um grupo uma notificação aparece no feed dos seus contatos, assim como todas as suas interações com os conteúdos publicados no grupo, desde que ele seja público – claro!

Sem contar que os grupos profissionais são ótimos lugares para conhecer mais pessoas da área e ampliar sua rede de contatos.

14. Personalize suas mensagens de entrada

Qual seu approach ao se conectar a um profissional relevante para sua carreira? Só clica em “conectar” e “enviar”?

O ideal é personalizar a mensagem e explicar por que gostaria de se conectar àquela pessoa. Mencione algo em comum nos seus perfis ou diga que conhece ferramentas ou pessoas às quais gostaria de apresentá-la. 

15. Seja ativo na rede

É raro obter resultados sem manter-se ativo no LinkedIn.

Além de “sair da sombra”, você tem que botar a mão na massa e escrever conteúdos, postar imagens, curtir, trocar idéias, enfim, aproveitar tudo que a plataforma oferece.

Se você está começando a usar a rede social, nossa sugestão é:

  • artigos – 1 por mês;
  • posts na timeline – 1 por semana;
  • novas conexões – ao menos 2 por semana;
  • interação em grupos e posts – ao menos 1x ao dia.

Isso nos leva à próxima dica, que você vai seguir quando preencher seu perfil.

16. Manutenção diária do LinkedIn

Aqui, separamos algumas dicas – que levam menos de 20 minutos por dia – para que você consiga manter sua conta ativa na rede social. Dá um olhada quais so elas:

  • percorra sua timeline e comente algo que lhe interessa;
  • procure uma nova conexão entre as suas ou na busca avançada;
  • personalize suas mensagens para enviar para quem está comemorando tempo de vida ou de “casa”;
  • curta ou compartilhe conquistas ou posts de clientes e de potenciais conexões;
  • compartilhe algo interessante que você tenha lido ou assistido no dia;
  • dê uma olhadinha em quem visualizou seu perfil, assim você descobre se têm interesses em comum, que justifiquem uma nova conexão.

Com essas super dicas, você terá um perfil LinkedIn de sucessoGostou do artigo? Aproveite o embalo e leia também como funciona o algoritmo do LinkedIn para entender melhor como aumentar o seu alcance na plataforma!

Facebook Comments
Gestão de redes sociais Entenda por que a mLabs é a ferramenta de gerenciamento de redes sociais escolhida por mais de 120 mil marcas!

Posts relacionados