Você já recebeu mensagens diretas de empresas sem o seu consentimento? Já clicou em um link no Facebook e caiu em um site fraudulento? Já percebeu que era fã de uma página que você sequer tinha curtido? Se sim, você já experimentou o que é spam no Facebook.

Enquanto a internet traz evolução para a sociedade, também abre espaço para práticas maliciosas, que passam por cima de regulamentos e diretrizes. Assim surgiu o spam nos e-mails e, mais recentemente, nas redes sociais.

Spam é um conteúdo enviado em massa ― por empresas ou indivíduos ― e sem a permissão do destinatário. De maneira geral, ele prejudica a experiência do usuário online, que recebe conteúdos indesejados e pode ser vítima de golpes.

Por esse motivo, o Facebook adota diversos esforços para proteger os usuários. Se você tem uma página na rede, já sabe o que deve fazer para não gerar spam?

É isto, então, que vamos ver agora: o que é spam no Facebook e como evita-lo nas suas ações.

O que é spam no Facebook?

Em seu relatório de transparência, o Facebook define spam como uma “atividade não autêntica que é automatizada (publicada por bots ou scripts, por exemplo) ou coordenada (usando várias contas para propagar e promover conteúdo enganoso)”. Isso inclui, por exemplo:

  • Spam comercial;
  • Publicidade enganosa;
  • Fraude;
  • Links maliciosos;
  • Promoção de produtos falsificados.

Em uma mudança do algoritmo em 2014, a plataforma também deu outras pistas do que é spam no Facebook. Nessa atualização, a rede anunciou que estava combatendo o spam no feed dos usuários, o que incluía os seguintes tipos de posts:

  • Like-baiting (quando a página solicita explicitamente que o usuário curta, comente ou compartilhe o post);
  • Frequently Circulated Content (quando a página publica insistentemente o mesmo conteúdo);
  • Spammy Links (quando a página inclui links para sites de publicidade ou não relacionados ao post).

Então, quando a sua página compra seguidores, publica fotos de gatinhos pedindo likes, compartilha a mesma imagem várias vezes ou inclui um link não relacionado ao anúncio, você pode ser visto – e punido – como spammer.

No relatório de transparência que citamos anteriormente, o Facebook mostra seus esforços para tornar a rede mais segura e inclusiva. E um dado impressiona: em um ano (outubro de 2017 a setembro de 2018), mais de 3,7 bilhões de conteúdos foram removidos da rede como spam.

imagem de um banner publicitário com chamada para testar a gestão de redes sociais da mLabs
o que é spam no facebook

O que acontece se uma Página faz spam no Facebook?

Muitas vezes, o spam é praticado por desconhecimento. O dono de uma página que não conhece as regras da rede e está começando no marketing digital pode nem saber que comprar seguidores não é legal. Ele só quer um resultado mais rápido!

Porém, não importa se há malícia ou não: o Facebook age sobre quem pratica spam. Por isso, toda marca precisa ter cuidado nas redes sociais.

O Facebook tem alguns recursos para reconhecer quem pratica spam. Robôs são capazes de identificar uma tentativa de spam antes mesmo que ele seja publicado. Caso seja criado, os robôs também detectam o conteúdo malicioso antes que ele se espalhe.

Os usuários também podem ajudar nessa tarefa. Se você receber uma publicação ou mensagem indesejada, é possível denunciá-la ao Facebook.

denunciar spam no facebook

Quando isso acontece, a equipe do Facebook analisa o post e, caso realmente seja spam, toma uma atitude.

A ação do Facebook, porém, pode variar conforme o tipo de conteúdo e o nível da violação às políticas da rede. As penalidades vão desde a redução no alcance orgânico até o impedimento de publicar por algumas horas, dias, semanas ou a total remoção da página.

Portanto, todo cuidado é pouco em relação a spam na sua página.

imagem de um banner publicitário com chamada para testar o recurso impulsionar da mLabs

O que fazer para evitar o spam no Facebook?

Mesmo sem intenção de fazer spam, você pode ser considerado um spammer. Por isso, é importante seguir algumas boas práticas para evitar essa interpretação:

Conhecer as diretrizes do Facebook

O primeiro passo é conhecer as diretrizes de qualidade do Facebook. Elas estão dispostas nos Padrões da Comunidade, nas Políticas de Publicidade e nas Políticas de Páginas. Ao seguir essas orientações, você anda na linha e não corre riscos.

Oferecer conteúdos relevantes

Outra orientação que deve sempre estar no seu foco: produza conteúdos relevantes para sua persona. Entenda quais são seus interesses e de que forma você pode entregar valor a ele. Materiais promocionais, por exemplo, podem ser vistos pelo usuário como spam e perderem alcance orgânico.

Interagir naturalmente com os usuários

O Facebook é uma rede social. Por isso, as marcas precisam se comportar de maneira humana. Se você curte e comenta rapidamente muitos posts ou aumenta o número de seguidores em um curto espaço de tempo, o Facebook entende que talvez você seja um robô.

Isso significa, portanto, que automatizar comentários e comprar seguidores, por exemplo, não são boas práticas. Em vez disso, você deve interagir naturalmente e estabelecer uma conversa real com os usuários.

Deixar um intervalo entre os posts

Postar freneticamente um post atrás do outro também pode ser interpretado pelo Facebook como um comportamento de robô. Então, em vez disso, publique naturalmente na sua página, deixando um intervalo entre cada post. Foque apenas no que é relevante para o usuário, sem encher o seu feed de publicações. Se não, elas podem ser marcadas como spam.

Direcionar para páginas de destino relevantes

Ao inserir um link em um anúncio ou post orgânico, certifique-se de que ele é relevante. Ele deve ter relação com o conteúdo em que está inserido, além de oferecer uma experiência de qualidade na página de destino. Se não, o usuário se sentirá frustrado.

Enfim, agora você já sabe o que é spam no Facebook e como evitá-lo. O segredo está em colocar a experiência do usuário sempre em primeiro lugar. Coloque-se na posição do consumidor e entenda o que é relevante para ele.

Será que ele gostaria de receber uma mensagem enviada em massa que não tem nada a ver com os seus interesses? Será que ele quer ver a sua timeline com o mesmo link publicado diversas vezes? Certamente não. Então, não faça spam no Facebook. Mesmo sem objetivos maliciosos, sua página pode ser punida pela rede social se prejudica a experiência do usuário.

Saber o que é spam no Facebook e como evitá-lo é essencial para não prejudicar suas estratégias. Então, se você ficou com alguma dúvida, comente abaixo para podermos ajudar.

Testar a mLabs

Quer mais conteúdo como esse?

Inscreva-se na nossa Newsletter!

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.