7 passos para criar um cronograma de postagem

Ai, Gabi… só quem já viveu a ansiedade de precisar ter uma boa ideia sob pressão já entendeu a necessidade de um cronograma de postagem nas redes sociais.

A criatividade demanda de organização para fluir. Por exemplo, fica mais fácil tirar um dia para programar tudo que você tem que postar do que ficar correndo atrás de sacadas geniais todo dia.

Um cronograma é isso: suas ideias convertidas em posts organizados por data, hora de publicação e canais em que vão aparecer, tudo isso obedecendo a uma estratégia de Marketing Digital para cada canal.

O que considerar para um cronograma de postagem?

Não importa quem é o seu público, o fato é que ele gosta que você seja previsível. Não, não estamos falando de previsibilidade na produção de conteúdo, mas nos dias e horários de publicação dele.

É como assistir uma série: se você acompanha a estreia de cada episódio, tem que saber o dia e horário em que eles vão sair. 

Além disso, você pode organizar o seu perfil no Instagram, por exemplo, dividindo os dias por temas específicos.

Tipo, se você tem uma academia, segunda pode falar sobre alimentação saudável; terça sobre exercícios aeróbicos; quarta sobre perda de gordura e assim por diante.

Ah, isso também é chamado de calendário editorial!

Banner_Calendario_Redes_Sociais: A arte é de um banner convidando a pessoa para clicar e testar gratuitamente a mLabs.

Os canais em que o conteúdo vai sair

Como você sabe, cada rede social tem sua particularidade. Mais que isso, em uma mesma rede há canais diferentes, como acontece com o Feed,  Instagram Stories, IGTV e Reels no Instagram.

Agora compare todos eles com o Pinterest, o LinkedIn e seus posts com textos mais longos e formatos diferentes de imagens… o Facebook então!

Seu cronograma de postagens precisa ser pensado a partir desses canais, e eles são o ponto de partida para organizá-lo. 

Planejamento é isso! E o primeiro passo é começar pensando se cada um vai ter posts exclusivos ou se você vai publicar as mesmas coisas, apenas adaptando os formatos.

A frequência a ser utilizada

A gente vive falando aqui no blog sobre como uma frequência maior leva a um alcance maior. No entanto, não é todo mundo que pode postar duas ou três vezes ao dia.

E se você não tem essa disponibilidade, precisa jogar com as cartas que tem, descobrindo os melhores dias e horário de cada rede e canal — o que só é possível fazendo testes.

Com a mLabs, você vai poder gerar relatórios avaliativos que ajudam você a saber quais os melhores horários para fazer postagens nas redes sociais a partir do comportamento dos seus seguidores. Uma economia de tempo como você nunca viu! 😱

7 passos para planejar o conteúdo nas redes sociais

Se você já definiu os canais e a frequência, agora já pode pôr a “mão na massa”. Separamos uma sequência de ações que vai deixar tudo mais prático na hora de postar.

Se quiser, você pode tomar nota desta ordem, imprimir e colar aí do lado do seu computador. Assim, vai introjetando o processo e tudo fica mais fácil e rápido.

1. Estabeleça uma lista de conteúdos permanentes 

Comece por tudo aquilo que se repete.

Por exemplo, pode ser que você queira reforçar um tema, como no nosso exemplo sobre conteúdos para academia. 

Por outro lado, também acontece de os mesmos posts terem que aparecer repetidamente, como a divulgação de uma landing page.

Se souber de antemão o que vai ser permanente, você vai preencher alguns dias do seu calendário de postagem e já vai ter resolvido uma parte do problema.

imagem de um banner publicitário com chamada para testar a gestão de redes sociais da mLabs

2. Considere os eventos e os conteúdos prioritários 

Considerando o produto ou serviço que você oferece e o público para quem fala, utilizar certos eventos como inspiração — ou mesmo fazer conteúdo informativo sobre eles — é quase obrigatório, concorda?

Eles precisam ser focados e posicionados estrategicamente nos horários com maior fluxo de visitantes e possibilidade de impressões, porque são tópicos e hashtags que entram nas tendências muito facilmente.

3. Separe os conteúdos por temas

Com isso, queremos dizer que você deve criar uma rotina de publicações por assunto. Assim como todo mundo posta o famoso #TBT na quinta, você pode acostumar seu público a esperar sempre pelos mesmos tópicos nos mesmos dias.

Dentro desse espírito, sexta é um dia bom pra zoeira de #Sextou, segunda casa legal com conteúdos motivacionais e assim por diante. Saiba usar os temas a favor dos assuntos que você vai abordar e vai ter ótimos motes de criação.

4. Planeje os recursos que serão utilizados

Gerar conteúdo dá trabalho e precisa ser feito antecipadamente. Um dos motivos disso são os recursos que você precisa para publicar: pesquisas, enquetes, imagens e vídeos são alguns exemplos.

Também sempre tem aquele post comunicando o lançamento de um produto ou material, em que você precisa, claro, desse produto e material prontos na data.

Ah, e a mLabs dá show nisso, porque a gente permite acesso a todas as funcionalidades do Instagram, Facebook e Twitter direto na nossa tela pela ferramenta. 

imagem de um banner publicitário com chamada para testar o recurso impulsionar da mLabs

5. Personalize o conteúdo considerando a plataforma

Uma vez definidos os conteúdos permanentes e aqueles relacionados a eventos, separadas as postagens por temas e planejados os recursos, chegou a hora de personalizar cada um considerando a plataforma em que vais ser postado.

Como dissemos, cada uma delas é mais propensa a um tipo diferente de publicação e interação com o público. As possibilidades criadas pelo Twitter são diferentes das do Face, por exemplo, e esse cuidado precisa ser considerado.

Nesse ponto você se pergunta: então eu tenho que começar tudo do zero ou ficar fazendo ajustes manualmente antes de postar? Claro que não!

Na plataforma mLabs você pode segmentar as publicações por canal, o que permite uma visualização mais completa e fácil por plataforma de tudo que sai em cada dia.

6. Faça o planejamento com um mês com antecedência

Se você antecipa, prevê problemas, pode constatar erros antes de o conteúdo ir ao ar e ainda tem uma rotina mais sossegada, sem grandes imprevistos. Também as suas análises ficam mais acertadas quando você não precisa criar sob pressão.

7. Tenha ferramentas para ajudar na organização 

Por tudo que dissemos até aqui, você deve ter notado que o sucesso de um cronograma de postagem depende de uma ferramenta para criá-lo.

Imagine o quanto você não ganharia tempo se pudesse registrar suas ideias, criar um calendário de postagem, depois editar texto e imagem — usando ferramentas específicas para redes sociais, como é o caso do Canva — e programar, tudo em um lugar só.

Isso é possível, mas não vai ser naquela sua planilha do Excel. Se quiser um trabalho mais ágil e dinâmico, precisa da mLabs. E como a gente sabe que você só vai se convencer se puder usar, liberamos um teste grátis!

Chega de problemas de última hora, estresse, falta de análises, postagens feitas no horário que dá e desorganização. Você é tão criativo e inteligente, merece muito mais que isso nessa vida! ❤️

Facebook Comments
Quer mais conteúdo como esse? Inscreva-se na nossa Newsletter!

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

Posts relacionados