Aprenda de uma vez por todas como gerar leads nas redes sociais!

como gerar leads nas redes sociais

Quando se fala em marketing digital de alta performance, é praticamente obrigatório citar a geração de leads como uma das mais eficazes estratégias da atualidade. Afinal, gerar leads permite uma aproximação a um nível mais pessoal com os potenciais clientes de uma marca, o que, de fato, é um grande diferencial para converter em vendas no futuro.

Muitas pessoas acreditam que as redes sociais servem apenas para a divulgação de produtos, serviços ou eventos. Mas a realidade não poderia passar mais longe disso.

FacebookInstagramTwitterYouTube e outras mídias sociais são poderosas ferramentas para suporte às ações de Inbound Marketing.

Se você quer aprender como utilizar as redes sociais para gerar leads, saiba que chegou ao local certo. Neste post, você saberá como aumentar a sua lista de cadastros e otimizar, de uma vez por todas, as suas campanhas de marketing online! Acompanhe a seguir!

Como as redes sociais podem ajudar a gerar leads?

Mesmo com um bom número de seguidores e altos índice de engajamento, as vendas podem não acontecer como esperado. Quando isso ocorre, é bem possível que a principal razão seja a não conversão de seguidores em leads. Ou seja, a ausência da aproximação necessária para a conversão.

Com a regular diminuição do alcance orgânico nas principais redes sociais, a obtenção de um canal de comunicação mais pessoal como o e-mail é uma excelente solução para criar um relacionamento com o público e fechar alguns negócios.

É o que acontece quando se estimula os seguidores a avançarem para o próximo nível de relacionamento com a marca. Nesse caso, por livre e espontânea vontade, o seguidor fornece alguns dados e solicita mais informações acerca do produto ou serviço oferecido.

Mas, afinal, como gerar leads nas redes sociais?

As redes sociais não são páginas de conversão. Portanto, não serão as principais responsáveis por recolher os dados de cadastro dos potenciais compradores.

No entanto, elas são um ótimo meio de facilitar o recolhimento de leads, funcionando muitas vezes como um impulsionador para as ações de Inbound Marketing.

Para conseguir bons resultados com a utilização das plataformas de interação, é preciso ter em mente alguns passos. Vamos a eles?

1. Defina a persona

A utilização do conceito de persona é o grande alicerce de toda uma estratégia de marketing. Ela guiará todos os passos a serem dados pela sua equipe de marketing.

A persona deve ser específica o bastante para que a comunicação seja totalmente direcionada somente às pessoas que interessam ao negócio para o qual ela está sendo desenvolvida. Ou seja, aquelas que realmente têm potencial para se tornarem clientes.

A personalização permitirá a aquisição de leads qualificados, o que aumenta as taxas de vendas e reduz os custos dos investimentos em marketing. Afinal, quanto menos um cliente da agência gastar para fechar um negócio, melhores serão os seus resultados.

2. Escolha os canais de aquisição

Outra decisão muito importante a ser tomada é escolher os principais canais que auxiliarão a coletar leads. No mundo digital, é preciso otimizar os recursos disponíveis, então, não adianta abraçar o mundo com os braços.

Marcar presença em mais de uma plataforma de interação pode ser interessante, mas nem sempre é o melhor caminho. O ideal é descobrir quais delas realmente são eficientes para alcançar o público de interesse.

Uma loja de brindes pode encontrar boa parte de sua audiência no Instagram, enquanto uma imobiliária poderá preferir entrar em contato pelo Facebook, por exemplo. Já uma empresa B2C pode peneirar ótimos negócios no LinkedIn.

Vale lembrar que não existe uma regra específica para tal. O mais importante é realizar testes e basear as decisões nos dados que serão recolhidos após a experimentação.

3. Produza conteúdo de qualidade

Como sabemos, a essência do Inbound Marketing é a produção de conteúdo. Sendo assim, não adianta utilizar as redes apenas para promoção. É preciso mostrar aos seguidores que a empresa se preocupa com eles e pode auxiliar na resolução de seus problemas.

Alguns exemplos de formatos que podem ser úteis são artigos, e-books, webinars, videoaulas, infográficos, apresentações de slides, podcasts, planilhas, entre outros materiais ricos.

Os leads precisam enxergar valor na marca antes de fecharem um negócio. Portanto, ela deve se tornar uma referência, mostrando conhecimento sobre um tema e estabelecendo uma relação de confiança.

4. Divulgue as páginas de conversão

Todas as ações em uma estratégia de Inbound Marketing têm um objetivo: levar o consumidor até a próxima etapa do funil de vendas.

As redes sociais são um excelente suporte em todas as etapas. Por exemplo, para atrair visitantes ao site por meio da divulgação de conteúdos encantadores. O mesmo vale para a conversão, quando a marca promove o produto ou serviço oferecido de maneira direta por meio dos anúncios.

Porém, para a etapa de conversão em leads, é preciso levar os seguidores a uma landing page. Nela, o usuário fará o seu cadastro.

Portanto, é importante criar postagens que levem os usuários diretamente aos materiais onde estão os questionários ou cadastros. E, é claro, realize testes para mensurar os modelos que apresentam melhores performances.

5. Permita o preenchimento automático

Um recurso muito utilizado nos dias de hoje é o preenchimento automático por meio das redes sociais. Geralmente, há uma solicitação de cadastro que pode ser feita de maneira manual ou “preenchida com o Facebook ou Google +”, por exemplo.

Essa simples prática pode aumentar a conversão de leads em até 33%, pois, em poucos cliques, o usuário poderá efetuar as ações necessárias.

Além disso, também evita algo que pode ser extremamente prejudicial para uma lista de contatos: a inserção de informações falsas.

6. Invista em anúncios de geração de leads

Nem todo mundo sabe, mas algumas das principais redes sociais têm anúncios para captação de leads. Funciona assim: mediante o investimento do anunciante, o público selecionado terá que preencher formulários com algumas informações, também decididas pelo administrador da campanha.

No LinkedIn, isso acontece por meio dos Formulários de Geração de Leads, disponíveis em mensagens diretas pelo chat ou no feed do usuário.

Já no Facebook, eles são conhecidos como Leads de Cadastro. Essa ferramenta facilita não apenas a conexão entre possíveis consumidores e marcas, mas também o requerimento de informações específicas, como preço, demonstrações, ofertas e newsletters, por exemplo.

Outra vantagem desse formato de mídia paga é que, como ambas as redes sociais já têm dados do usuário, o preenchimento automático faz com que o cadastro seja finalizado em poucos cliques.

Portanto, se for possível, facilite a vida das pessoas que querem entrar em contato com a empresa! Permita que elas percorram o caminho mais curto com o preenchimento automático.

E aí, gostou de saber como gerar leads nas redes sociais? Então, siga-nos no FacebookInstagram e YouTube para ter acesso a muitas outras informações sobre o mundo das mídias sociais!

Facebook Comments
Gestão de redes sociais Entenda por que a mLabs é a ferramenta de gerenciamento de redes sociais escolhida por mais de 30 mil marcas brasileiras!

Posts relacionados