Pesquisar

5 melhores práticas para ter sucesso no B2B com Linkedin Ads

5 melhores práticas para ter sucesso no B2B com Linkedin Ads
Avatar de mLabs

Por

Publicado em

O LinkedIn é, sem dúvida alguma, uma das redes sociais mais importantes dentro de estratégias de marketing B2B.

A possibilidade de chegar – por meio de conteúdos ou anúncios – aos tomadores de decisão dentro de empresas faz com que o LinkedIn seja uma ambiente rico para as empresas que vendem serviços ou produtos para outras empresas.

E, os anúncios dentro do LinkedIn – ou LinkedIn Ads – são praticamente obrigatórios para empresas B2B.

Se você possui uma empresa desse segmento ou gerencia os canais de marketing de uma empresa do tipo, veja neste artigo 6 dicas práticas para ter sucesso com LinkedIn Ads B2B.

1.  Defina os seus objetivos

Para ter sucesso no Linkedin Ads B2B, em primeiro lugar é necessário definir seus objetivos de marketing.

Os objetivos ideais para o Linkedin são:

  • Captar novos leads

Ofereça promoções ou demonstrações gratuitas do seu serviço/produto para capturar novos leads.

  • Construir uma lista de contatos

Além de capturar leads, você pode usar o LinkedIn criar uma lista de contatos. Essa lista pode ser de leads para uma estratégia Inbound ou mesmo para ações de Inside Sales e vendas Outbound.

Para que essa estratégia funcione, ofereça algum conteúdo informativo e nutra essa lista. Você acumulará dados e informações importantes para anunciar futuramente para esses perfis.

  • Gerar conhecimento de marca

Para reforçar a imagem da sua marca, use o objetivo de reconhecimento de marca. Ele é ideal para promover eventos ou conteúdos da empresa, como blog posts, vídeos institucionais, posts que reforcem a cultura e o propósito da marca, etc.

2.  Defina o público-alvo

Para profissionais de negócios, o Linkedin Ads fornece muitos filtros de segmentação para encontrar os usuários certos. Os principais filtros de segmentação são:

  • Informações demográficas

Selecione o público-alvo com base na idade, localização e interesses dos usuários.

  • Informações de trabalho

É possível filtrar sua audiência pelo cargo, nome da empresa, setor em que atua, tamanho da empresa, entre outras opções diretamente relacionadas ao local de trabalho.

  • Remarketing

Nesse filtro você pode anunciar apenas para usuários que já interagiram com o seu site, focando na estratégia de remarketing. Pode u

  • Lista de e-mails

É possível importar os dados da sua lista de e-mails para o LinkedIn e anunciar para esses usuários dentro do LinkedIn.

3.  Escolha o tipo certo de anúncio

Para atingir seus objetivos, escolha o melhor tipo de anúncio no Linkedin Ads B2B.

O conteúdo patrocinado é mais indicado para quem deseja criar uma lista de contatos, pois ele aparece no feed do usuário com uma imagem e texto, e permite a inserção de um formulário.

Os text ads são um formato menor que aparecem na barra lateral do LinkedIn, apenas com sua logo e uma mensagem curta. Eles são ideais para gerar reconhecimento de marca.

Por último, os InMails patrocinados são mensagens personalizadas e que sua audiência recebe direto na caixa de entrada da rede social. Vale a pena usar se você deseja fomentar uma relação mais próxima com contatos específicos.

4.  Continue fazendo testes

Dependendo do tamanho do seu público, é necessário ficar atento à frequência dos anúncios e fazer testes constantes de texto e criativo.

Isso porque quando um público é muito pequeno, um único usuário pode acabar vendo o mesmo anúncio várias vezes, o que deixa o anúncio saturado e diminui o CTR.

Portanto, uma boa prática para o Linkedin Ads B2B é criar uma rotatividade das peças veiculadas.

Para um público menor, faça a rotatividade toda semana. Para um público maior, duas vezes por mês é o suficiente.

5.  Monitore os lances constantemente

Com o LinkedIn tendo cada vez mais usuários, têm ficado mais caro anunciar nesta plataforma. O CPC do Linkedin Ads é em média 180% mais alto que o Google Ads. Em 2017, o CPC do LinkedIn estava com uma média de U$ 6,50 em comparação com U$ 2,32 do Google Ads.

Por isso, sempre monitore seus anúncios para obter altas taxas de conversão e não pagar um CPC alto.

Além disso, tenha em mente o segmento que você atua e direcione os seus anúncios para o o público desejado, para evitar o desperdício da verba.

Você também pode assinar o Sales Navigator, uma ferramenta do Linkedin para Ads B2B que oferece sugestões personalizadas para a sua empresa.

No menu do Sales Navigator você tem acesso a um feed com seus clientes em potencial e empresas sugeridas, todos já filtrados em sua caixa de mensagem, automatizando a coleta dos leads.

Conclusão

O LinkedIn Ads é um recurso valioso para empresas B2B. Mas, não é só isso. O sucesso de uma estratégia de marketing no LinkedIn depende de uma série de fatores que vão desde a criação e abastecimento de uma Company Page até a análise dos resultados para otimização do desempenho.

Investir no LinkedIn Ads B2B certamente trará os resultados que você procura, especialmente se você estiver atento aos detalhes que abordamos neste post.

***Este artigo foi escrito por Caio Nogueira, CEO da UpSites, agência de criação de sites em São Paulo.

Agende posts com a mLabs e
economize horas de trabalho!

VOCÊ ACABA DE GANHAR 30 dias grátis

Gerencie todas as mídias sociais

por 30 dias grátis