Facebook Pay: saiba mais sobre esse sistema de pagamentos!

Facebook pay: imagem de um celular com o Facebook aberto na tela

O recurso, Facebook Pay, foi lançado em 2019 como promessa de muitas mudanças no serviço de pagamentos do mercado digital e foi oficializado no Brasil junto com a chegada do WhatsApp Pay.

Ele consiste em um sistema de pagamento eletrônico utilizado no Facebook e em outras redes sociais que compõe o império de Mark Zuckerberg: WhatsAppMessenger e Instagram.

O serviço já é utilizado por usuários dos EUA no Facebook e Messenger e está sendo disponibilizado aos poucos para todos os usuários da rede social no Brasil.

Então, continue com a gente para conferir mais detalhes sobre o Facebook Pay. Bora!

O que é e como funciona o Facebook Pay?

Bom, já falamos que o Facebook Pay é um sistema de pagamentos eletrônico, mas isso não explica muita coisa, não é mesmo?

Em suma, por meio desse sistema, os usuários podem enviar dinheiro para amigos, comprar ingressos, realizar doações, resumindo podem realizar pagamentos diversos. 

A grande sacada é que os pagamentos podem ser feitos através dos APPs já existentes (Facebook, WhatsApp, Messenger e Instagram) sem a necessidade de instalar um novo programa.

O que facilita significativamente o pagamento em marketplaces, de maneira simples, prática e segura.

Facebook Pay: imagem de três celulares com a tela do novo recurso aberta.

Imagens extraídas do site oficial do Facebook.

Com o Facebook Pay é possível:

  • escolher um método de pagamento (cartão de crédito, débito ou PayPal);
  • configurar o pagamento automático;
  • visualizar o histórico de transações;
  • gerenciar as formas de pagamento;
  • atualizar suas configurações em um único local;
  • efetuar compras de games ou de ingressos;
  • fazer transações de pessoa para pessoa sem cobrança de taxas;
  • realizar doações para caridade;
  • fazer compras no Facebook Marketplace;
  • comprar direto das marcas em perfis do Instagram, por exemplo.

Para utilizá-lo basta adicionar um cartão, criar um PIN para garantir a segurança e pronto!

Veja um exemplo prático.

Imagine que João quer transferir 25 reais para seu amigo Paulo através do Messenger. Para fazê-lo, João pode acessar o Facebook Pay diretamente do APP, dentro da própria conversa, adicionar um cartão e enviar o valor desejado. Paulo então recebe o valor em seu Facebook Pay e pode utilizá-lo como desejar.

Essas imagens do próprio Facebook ilustram bem a situação. Dá uma olhada!

Facebook Pay: imagem de quatro celulares com a tela do novo recurso aberta.

Primeiros passos com o sistema de pagamentos do Facebook

Para usar o Facebook Pay você não precisa baixar nenhum outro aplicativo. Basta entrar no Facebook em “Configurações” e selecionar a opção “Facebook Pay” no app mobile ou site.

Após acessar a plataforma é preciso fazer a primeira configuração. Nesse momento é necessário inserir seus dados pessoais, informações de pagamento (cartão de crédito, débito ou PayPal) e criar um código PIN de seis dígitos que será utilizado em todas as transações.

Por enquanto, o serviço é compatível apenas com os cartões de crédito e/ou débito emitidos pelas instituições: Banco do Brasil, Nubank e Sicredi com as bandeiras Visa ou Mastercard.

Quando o recurso estiver disponível para WhatsApp e Instagram, o que não está longe de acontecer, não haverá necessidade de ter uma conta no Facebook para utilizá-lo.

Será possível configurar seu Facebook Pay diretamente pelos APPs em que ele estiver disponível.

O Facebook Pay é seguro?

Sim! O Facebook garante – com tecnologias de proteção avançadas – que seus dados e pagamentos sejam efetuados de maneira segura.

Para isso, ele recorre a alguns recursos:

  • tecnologia anti-fraude que vasculhe o sistema em busca de atividade suspeita e não autorizada;
  • dados encriptados com informações de pagamento e dados bancários;
  • notificações aos usuários, caso tenha sido efetuada alguma atividade não usual em sua conta;
  • PIN ou biometria pela qual o usuário pode optar para garantir ainda mais segurança nas transações.

Ou seja, a segurança que o Facebook Pay proporciona aos usuários é inquestionável.

Mas, mesmo assim, você deve sempre tomar os cuidados necessários, evitando fornecer a senha para terceiros ou cometer outras ações que possam prejudicar sua conta.

Importante: O Facebook deixou claro que seu sistema não tem conexão com a carteira Calibra e criptomoeda Libra, que a empresa já está desenvolvendo há algum tempo.

Vantagens do sistema de pagamentos do Facebook

O Facebook Pay é uma novidade que veio para ficar e traz consigo vantagens claras, tanto para usuários quanto para empresas e marcas.

Pagar dívidas entre amigos e familiares ficará bem mais fácil, por exemplo.

Além disso, os próprios eventos, que muitos usuários já buscam no Facebook, poderão ter seus ingressos vendidos dentro da plataforma.

Imagina conseguir pagar amigos pelo WhatsApp, ou comprar ingressos diretamente no Facebook? Seria uma mão na roda, não é mesmo?

Isso, sem falar nas vantagens que ele vai agregar para as marcas que possuem perfis nas redes sociais. Elas poderão efetuar transações e gerenciar os pagamentos diretamente das plataformas.

Assim, o sistema de pagamentos ajudará a reduzir as etapas de uma venda dentro da rede social, beneficiando as marcas que possuem loja no Facebook ou que fazem transações no Facebook Marketplace, por exemplo.

Se um usuário visualizar algo no seu feed que tenha interesse, poderá comprá-lo com um simples toque em um botão no mesmo app. Isso não apenas reduzirá o atrito na experiência de compra dos usuários, mas também permitirá que as marcas vejam benefícios diretos em conversão dos seus anúncios.

Em suma, o Facebook Pay abre um novo leque de possibilidades para serem exploradas. E você, o que achou?

Veja também o nosso post sobre o Facebook Watch e saiba como criar estratégias para aproveitar ao máximo a plataforma de vídeos do Facebook.

Facebook Comments
Gestão de redes sociais Entenda por que a mLabs é a ferramenta de gerenciamento de redes sociais escolhida por mais de 120 mil marcas!