LinkedIn Live: conheça a ferramenta de transmissão ao vivo do LinkedIn

linkedin live: homem de terno usando o celular

Já abordamos as vantagens de fazer vídeos ao vivo nas redes sociais como Facebook, Instagram, YouTube e, agora, chegou a vez de falarmos do LinkedIn Live! 👊

A ferramenta de vídeos ao vivo do LinkedIn está dando um show de interatividade para as marcas que buscam atingir objetivos de engajamento, branding e conversão na rede social.

Se você também está curioso, fique com a gente! Neste post, vamos mostrar como funciona essa ferramenta e algumas dicas para você se preparar e ter sucesso com o LinkedIn Live. Bora?

LinkedIn Live, a ferramenta de vídeos ao vivo da rede social

A notícia babado foi dada pelo TechCruch em abril de 2019, anunciando que o LinkedIn Live é mais uma ferramenta de transmissão de vídeos ao vivo da rede social.

A princípio, a ferramenta está disponível apenas para convidados. Mas, já é possível se candidatar para transmitir vídeos ao vivo e aguardar a aprovação da rede social. Em breve, a ferramenta deve ser liberada oficialmente para todas as contas.

Após preencher a solicitação de acesso para a transmissão de vídeos ao vivo, o LinkedIn analisará alguns critérios específicos de seleção para autorizar ou não a liberação do seu acesso, são eles:

  • histórico de criação de vídeo e conteúdo em geral;
  • histórico de tamanho de público-alvo e engajamento;
  • se a conta de usuário ou página está qualificada;
  • autenticação de dois fatores (2FA) ativada nas configurações da conta.

Se você procurar pela hashtag #LinkedInLive lá na rede social, verá um monte de transmissões que já foram realizadas, e quem sabe pode até servir de inspiração para a sua Live, né?

Linkedin Live: Imagem de uma transmissão feita pela Cathy Hackl

Essa imagem aqui em cima é de uma transmissão ao vivo da influenciadora Cathy Hackl, uma das Top Voices da rede social. É bem parecida com a live do Facebook!

Para fazer com que esse projeto aconteça direitinho, o LinkedIn Live conta com um montão de parceiros técnicos de peso.

Entre eles, estão Wirecast, Switcher Studio, Wowza Media Systems, Socialive, Brandlive e, em especial, a Microsoft. A gigante da informática comprou o LinkedIn em 2016 e agora mergulhou de cabeça no desenvolvimento desse novo produto que tem TUDO pra dar certo.

Fala sério, o LinkedIn foi MUITO inteligente nessa. Pensa comigo: essa é uma oportunidade de oferecer mais valor para a experiência das marcas e criadores de conteúdo na rede social. 😍

Além disso, é uma forma de competir com as outras plataformas com conteúdos exclusivos e ainda aumentar suas receitas com a monetização das lives ― uma possibilidade que ainda não foi anunciada, mas é bastante provável, né?

Principais recursos do LinkedIn Live

A ferramenta do LinkedIn pode ser usada para transmitir conferências, lançamentos de produtos, perguntas e respostas, palestras com influenciadores, bastidores das empresas, formaturas, cerimônias de premiação e outros eventos corporativos.

A gente ainda não tem tantos detalhes sobre quais recursos o LinkedIn Live vai disponibilizar para isso. Mas a notícia do TechCrunch mostra que os idealizadores do projeto se inspiraram nas lives de outras redes sociais. Por isso, a gente pode supor encontrar algumas coisinhas bem interessantes:

Usuários

  • podem curtir os vídeos durante a transmissão, com as reações flutuando sobre a tela (como acontece no Facebook Live);
  • podem comentar nas lives em tempo real;

Criadores de conteúdo

  • podem moderar os comentários em tempo real.

Linkedin Live: imagem de uma transmissão ao vivo pelo celular.

Como usar o LinkedIn Live na sua estratégia?

Bom, o LinkedIn relatou que os seus anúncios em vídeo recebem 30% mais comentários que a publicidade estática. E, vamos pela lógica, se os vídeos do LinkedIn já demonstraram força para as marcas, o as lives devem seguir essa mesma tendência, né?

Além do potencial de engajamento dos anúncios em vídeo, um estudo da HubSpot apontou que a taxa de conversão no LinkedIn é 277% maior que no Facebook e no Twitter.

Pois é, essa rede social antes vista para relações de trabalho, hoje é considerada a melhor plataforma para geração de leads e alcance orgânico, devido ao seu algorítimo.Estudo Hubspot Linkedin Leads: imagem de um gráfico.Porém, como se trata de uma rede social profissional ― mais formal que as demais plataformas e com objetivos bem diferentes ―, é importante ficar bem atento na hora de pensar na linguagem e nos temas adequados para o novo formato. 😎

Antes de começar com as lives, você precisa saber qual público está acompanhando a sua marca no LinkedIn. Com quem você está falando? O público pode variar bastante, então considere a possibilidade de estar falando com:

  • ex-funcionários;
  • admiradores da marca;
  • talentos em busca de vagas;
  • parceiros e fornecedores;
  • potenciais investidores;
  • influenciadores do meio corporativo;
  • entre outros.

Ideias de conteúdo para se inspirar

Então, o que você pode transmitir ao vivo que seja interessante para essas pessoas?

Aqui, é importante identificar as oportunidades no dia a dia de trabalho e também nos eventos que a marca promove ou participa. Separamos algumas ideias para você se inspirar!

Promova um evento

Usar a Live para promover um evento é uma ótima maneira de fortalecer o networking. Os participantes podem trabalhar colaborativamente sem sair de casa, compartilhando informações, comentários e dúvidas durante a transmissão ao vivo, garantindo um alto engajamento dos participantes.

Veja como a Microsoft se apropriou dessa ideia para transmitir a apresentação do CEO Staya Nadella no congresso INSPIRE em Las Vegas.

 

Atraia novos colaboradores

Já que o LinkedIn é uma rede social muito usada para captação de novos talentos, por que não aproveitar a visibilidade dos vídeos ao vivo para atrair mais colaboradores para a empresa?

Veja como a Cisco usou o LinkedIn Live para atrair novos colaboradores. A empresa entrevistou os seus colaboradores, durante a transmissão, pedindo para que eles emitissem opiniões sobre como é realmente trabalhar na empresa.

Desta forma, a mostrando transparência, credibilidade e instigando novos profissionais interessados em trabalhar lá.

Entreviste um convidado

As entrevistas ao vivo deixam o conteúdo ainda mais atrativo para quem está assistindo. Sem contar que o convidado não precisará se deslocar até sua empresa, ou outro local combinado, vocês dois poderão estar em locais diferentes.

A dica aqui é para escolher um convidado de referência do seu nicho de mercado, assim como Marc Tawil, um dos Top Voices do LinkedIn, fez ao entrevistar um líder no setor de proteção de dados na sua live.

As possibilidades são inúmeras! O LinkedIn, além de ser uma rede ideal para mostrar a cultura da sua empresa dentro das estratégias de branding, também pode ser útil para gerar leads e conversões em negócios B2B.

Enfim, ideias não faltam para fazer a sua primeira gravação no LinkedIn Live. Aproveite essa grande chance para aumentar a conexão com o seu público e fortalecer a sua marca na rede social.

Vamos aguardar os próximos passos para explorar essa ferramenta, né? Aqui na mLabs já estamos animados!!! ✌ Enquanto isso, saiba mais sobre como funciona o algoritmo do LinkedIn e descubra como usá-lo a seu favor!

 

Facebook Comments
Gestão de redes sociais Entenda por que a mLabs é a ferramenta de gerenciamento de redes sociais escolhida por mais de 120 mil marcas!