Conteúdo Duplicado no Youtube: saiba mais sobre a nova medida

Conteúdo Duplicado no Youtube

O desejo de muitos criadores de conteúdo é conseguir ganhar dinheiro no YouTube. Para isso, é preciso participar do Programa de Parcerias da rede, que elenca algumas políticas para os participantes. Entre elas, o conteúdo duplicado no YouTube. E isso gera algumas dúvidas.

Quem nunca buscou um vídeo e viu vários canais reproduzindo o mesmo conteúdo? Você nem sabe em qual clicar, pois não consegue perceber qual é o original ou com melhor qualidade. É com esse tipo de má experiência que o YouTube quer acabar.

Em outubro de 2018, um representante do YouTube anunciou que alguns canais estavam sendo removidos do Programa de Parcerias por terem conteúdo duplicado. E isso já era esperado já que conteúdo original é uma premissa para experiência do usuário.

Mas você sabe o que isso significa? Será que o seu canal também pode ser punido?

Entenda neste post o que é conteúdo duplicado no YouTube e quais riscos você corre ao publicá-lo.

O que é conteúdo duplicado no YouTube?

Ao determinar as diretrizes de qualidade para os canais parceiros, o YouTube quer garantir que os vídeos gerem valor. Para isso, eles devem ser originais e relevantes para a comunidade.

Por isso, você não pode ter conteúdo duplicado (também chamado de conteúdo reutilizado) se quiser gerar receita na plataforma. Caso você tenha conteúdos duplicados, o YouTube pode punir o seu canal com a remoção do Programa de Parcerios.

Veja alguns exemplos de vídeos que podem ser penalizados:

  • Vídeos de terceiros, unidos por meio de edição, com pouca ou nenhuma alteração;
  • Conteúdo de terceiros compilados sem uma narrativa que agregue valor original;
  • Vídeos enviados primeiramente em outro lugar;
  • Conteúdos enviados diversas vezes por vários usuários, e você não é o criador original;
  • Conteúdos gerados automaticamente com vídeos de diferentes origens sem agregar valor original.

Conteúdo duplicado não é apenas um problema de direitos autorais

Perceba que a punição por conteúdo duplicado no YouTube não tem a ver, necessariamente, com a violação de direitos autorais.

Por exemplo: mesmo que você tenha os direitos de reproduzir um vídeo, ele pode ser considerado duplicado se for repetitivo na plataforma e não agregar qualquer valor original para a comunidade.

Por outro lado, se você utilizar conteúdos de terceiros (com direitos autorais), mas adicionar comentários e edições que construam uma nova narrativa, provavelmente não será punido. O YouTube entende que você está gerando algo novo e de valor para a plataforma. Esse é o foco.

O que fazer se o seu canal for removido do Programa de Parcerias do YouTube?

Periodicamente, ou sempre que um canal solicita participação no Programa de Parcerias, o YouTube revisa os vídeos publicados para verificar se ele segue as políticas da rede.

Caso a plataforma identifique que algum canal publica conteúdo duplicado, ele será suspenso do Programa de Parcerias. Mas isso não quer dizer, necessariamente, que o canal seja excluído do YouTube geral, ok?

Depois de ter seu canal retirado do programa, o administrador tem 30 dias para remover aquele conteúdo ou atualizá-lo. O YouTube irá analisar novamente o canal e, se ele cumprir as políticas do Programa de Parcerias, poderá voltar a monetizar.

Que fique claro: conteúdo duplicado é considerado violação das políticas somente do Programa de Parcerias do YouTube. Para o restante da plataforma, existem outras diretrizes, que você também deve seguir para poder exibir seus vídeos e gerar receitas.

Por isso, é importante ficar de olho nas orientações da plataforma, bem como nas atualizações de políticas e algoritmos. Isso é mais importante ainda se as suas receitas dependem delas!

Além disso, tenha em mente que o foco sempre deve ser a experiência do usuário. Quanto mais valor você oferecer a ele, mais sucesso você terá com os vídeos no YouTube!

Veja agora as nossas dicas de como criar uma estratégia para o YouTube e ter ótimos resultados na plataforma.

Facebook Comments
Quer mais conteúdo como esse? Inscreva-se na nossa Newsletter!

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

Posts relacionados