Brand Persona: a pessoa que representa os valores da sua marca

brand persona

Antes de te contar o que é uma brand persona, responda à seguinte pergunta: o que é, realmente, uma marca? Mais do que logomarca, cores e um nome com tipografia bonita, uma marca é, de verdade, aquilo que o público entende que ela é.

E, acredite, para que o público veja sua marca como você deseja, sua comunicação precisa ser coerente com os valores, propósitos e identidade da mesma. E, obviamente, esses valores precisam ser expressos em tudo o que sua empresa faz: produtos/serviços, canais de atendimento, campanhas de marketing, ambiente de trabalho, etc.

Mas ter essa comunicação integrada, que leve ao público conteúdos compatíveis com aquilo que a marca trabalha para ser não é uma tarefa tão simples. É preciso pensar nessa comunicação estrategicamente, considerando desde os canais de comunicação com o público até o tom e a linguagem utilizados para isso.

E uma forma de conseguir fazer isso com consistência é criando (ou escolhendo) uma brand persona para sua marca.

Neste post, explicamos o que é brand persona, porque ela é tão importante para sua estratégia de marketing digital (especialmente nas redes sociais) e, claro, como construir a sua.

O que é brand persona?

Em poucas palavras, brand persona é a personificação dos valores de uma marca. Trata-se de um personagem que representa o tom de uma marca, a linguagem e o “estilo” da mesma.

A ideia de construir uma brand persona é guiar a equipe de marketing na hora de se relacionar com o público. Isso pode acontecer nas redes sociais, no SAC, por email, em eventos e até mesmo nas campanhas publicitárias. O importante é fazer com que todos os representantes da marca saibam como se posicionar frente aos clientes, transmitindo tanto em sua fala quanto em suas ações os valores e estilo da mesma.

Pra quê serve a brand persona?

Digamos que eu seja responsável pelo marketing digital de uma empresa que cria acessórios para skatistas. Minha empresa tem perfis em algumas redes sociais, além de um site e blog. Você acha que faria mais sentido se eu adotasse um estilo e linguagem parecidos com os do John Lennon ou do Chorão, do Charlie Brown Jr.? Claro que é a segunda pessoa, certo?

O Chorão, além de ser skatista, jovem, fala direto ao público da marca de acessórios que usamos como exemplo. Mas, aqui, um cuidado: a brand persona não pode ser apenas um personagem que consiga falar com o seu público. Ela tem que ser isso e, ao mesmo tempo, representar as características da sua marca.

Pensando nisso, pode ser que você tenha que criar uma brand persona, ao invés de escolher alguma celebridade para representá-la. E não tem problema algum nisso. O importante é que ela realmente seja a personificação dos valores da sua marca.

Uma brand persona te ajudará a:

– Garantir que o mesmo tom seja utilizado nas postagens e campanhas nas redes sociais independente de quem esteja operando e monitorando esses canais.

– Se comunicar de forma mais humana e natural com seu público.

– Fazer com que seu público interaja e engaje com sua marca.

Brand persona X buyer persona

Antes de te ajudar a planejar sua brand persona, vamos esclarecer qual é a diferença entre ela a buyer persona.

Como já dissemos aqui no blog, buyer persona é um personagem semifictício que representa o público ideal de uma marca. Leia bem: buyer persona representa o seu público ideal, não necessariamente os valores da sua marca.

Mas, é claro que elas são parecidas (apesar das muitas diferenças na hora de construir cada uma delas). Isso porque para que uma marca tenha uma real ligação com o público é preciso que haja valores e características comuns (e complementares) entre eles.

Mas, para que você não faça confusão na hora de criar esses dois tipos de personas, leia esse texto aqui.

Como planejar uma brand persona?

Pense que sua brand persona deve ser criada como uma pessoa real, que tem sentimentos, emoções, estilo e ideias. Como a gente também muda nossos posicionamentos com o tempo e experiências vividas, uma Brand Persona também pode se modificar com o tempo. E, claro, ela tem seus temas preferidos (que não coincidentemente serão as temáticas principais nos seus canais).

Antes de criar sua Brand Persona, você precisará olhar com cuidado para esses 4 itens:

Pilares da marca

Os pilares da marca são um resumo de palavras-chave que ajudam a descrever sua empresa e podem servir como pontapé inicial para você desenvolver sua brand persona. Além disso, você poderá checar se as atividades da marca não estão distantes daquilo que você desejou.

Consulte os termos no momento de criar seus conteúdos (mesmo em postagens nas redes sociais) e anúncios. Será que as publicações criadas representam corretamente a marca? Além de ajudar você a responder essas perguntas, os pilares são úteis para que suas comunicações sejam mais certeiras e consistentes nas redes sociais.

Essência da marca

A essência da marca pode ser entendida como a característica que define a personalidade ou essência da empresa. Normalmente, utiliza-se cerca de duas ou três palavras para descrever seu negócio e é constante em todas as categorias de produtos. Para facilitar seu entendimento, pense na Disney.  Entretenimento, diversão e família são palavras que poderíamos usar como representantes do negócio, não é mesmo?

Promessa da marca

Já a promessa da marca é uma forma de acordo entre a empresa e os consumidores, podendo fazer com que seus produtos tenham maior valor agregado. Embora, muitas vezes, esse valor possa não ser medido, ele descreve, subjetivamente, o que os clientes podem esperar com a aquisição dos itens ou serviços da firma.

Pense, aqui, nos motivos que alguém prefere sua marca à concorrência. Eles não precisam ser apenas diferenciais de mercado padrão. O público pode se identificar com o conceito por trás da marca.

Declaração de missão

Por fim, com a declaração de missão você mostrará quais são os principais motivos para a empresa existir (além do lucro, é óbvio). Ela auxilia que você compreenda como a marca deve agir e quais caminhos trilhar.

Definir sua Brand Persona é apenas uma das diversas ações que você precisa fazer para se comunicar de forma mais assertiva com seu público, oferecendo também uma melhor experiência a ele.

Falando em experiência, veja agora qual é a Importância da Experiência do Usuário em sua estratégia de marketing. A gente espera você por lá!