Descubra como funciona o algoritmo do YouTube e ganhe mais visualizações!

algoritmo do youtube: imagem de um celular mostrando o aplicativo do YouTube

Diferente das outras redes sociais, o YouTube não mantém segredos em relação ao seu algoritmo. Essa transparência facilita MUITO a vida de quem precisa ampliar o alcance dentro da rede social.❤️

Segundo o chefe de produto do YouTube 70% do tempo que um usuário passa assistindo vídeos é ditado por uma cadeia de recomendações da própria plataforma.

Com uma estratégia de marketing bem-sucedida, você consegue aproveitar essa enorme oportunidade, oferecida pelo algoritmo do YouTube (70%), e mostrar os seus vídeos para mais usuários.

Continue lendo e veja como fazer isso!

Como funciona o algoritmo do YouTube?

O algoritmo do YouTube é basicamente um “loop de feedback em tempo real que adapta os vídeos aos diferentes interesses de cada espectador”.

Ficou confuso? 🤔 Calma, que eu te explico!

É ele quem decide quais vídeos serão sugeridos ao usuário com base no seu comportamento dentro da plataforma.

Para isso, ele possui dois objetivos principais: encontrar o vídeo certo para cada usuário e fazer com que ele continue consumindo conteúdo na rede social pelo maior tempo possível.

banner com chamada para inscrição no clube social media exponenciais com vagas limitadas

Quais fatores são considerados pelo algoritmo?

Para fazer as recomendações, o algoritmo do YouTube se baseia em dados de desempenho dos vídeos que ele irá sugerir e dados de personalização de acordo com o comportamento do usuário.

Confira cada um deles!

Dados de desempenho

  • Cliques no vídeo: são considerados os dados de impressões x visualizações, nesse caso a miniatura e título do seu vídeo são muito importantes;
  • Tempo assistido do vídeo: conta o tempo de exibição ou de retenção do vídeo;
  • Interações no vídeo:  likes, dislikes, comentários ou compartilhamento que o vídeo obtém;
  • Popularidade do vídeo: a velocidade de visualização do vídeo e a sua taxa de crescimento;
  • Se o vídeo é novo: novos vídeos também podem receber atenção extra;
  • A frequência de envio do canal: com qual frequência o canal envia novos vídeos;
  • Tempo da sessão: quanto tempo as pessoas passam na plataforma depois de assistir o vídeo.

Dados de personalização

  • Canais e tópicos assistidos anteriormente;
  • Envolvimento com vídeos anteriores;
  • Quanto tempo o usuário passa assistindo um vídeo;
  • Quantas vezes o vídeo já apareceu para o usuário;
  • O que o usuário não assiste, vídeos marcados como “não tenho interesse”.

Onde o algoritmo do YouTube faz as suas sugestões?

YouTube Ads: imagem de um notebook mostrando um vídeo do youtube na tela

Se você fez, a si mesmo, essa pergunta pensando em escapar da inteligência artificial na plataforma, sinto te dizer, mas são muitos locais em que o algoritmo atua fazendo sugestões de novos vídeos.

Veja quais são eles!

Página inicial (home)

Na página inicial o ranqueamento acontece de maneira personalizada para atender aos interesses de cada usuário.

Pesquisa

Na pesquisa são considerados o uso de palavras-chaves, a relevância do conteúdo e o comportamento do usuário. Aqui, a criação de títulos e descrições que respondam às intenções buscas são fundamentais.

Vídeos sugeridos

Assim como na página inicial, nos vídeos sugeridos os robôs usam os dados de personalização para sugerir vídeos compatíveis com o interesse de cada usuário.

Assinaturas

Aqui, são disponibilizados apenas vídeos novos feitos por canais em que o usuário já se inscreveu.

O critério de popularidade do conteúdo é o fator principal para que o vídeo seja oferecido nessa seção (número de assinantes e número de visualizações).

Tendências

Nas tendências são exibidos os vídeos que estão em alta na rede social. Para isso, o algoritmo analisa três fatores: a popularidade, o número de visualizações e a data da publicação por país.

Métricas importantes para o algoritmo do YouTube

Conheça as métricas classificadas como importantes pelo robô do YouTube e que determinam se o seu vídeo é relevante para ser recomendado aos usuários!

O que é o Watchtime?

Watchtime nada mais é que o tempo que cada usuário passa assistindo ao seu vídeo, essa métrica é relevante para identificar um canal com conteúdo de qualidade.

Cuidado para não confundir Watchtime com visualizações! O YouTube considera como visualizações o número de pessoas que assistem aos seus vídeos e não o tempo que elas permanecem nele. 😉

O que é o Session Time?

O YouTube considera como Session Time o tempo de duração de uma sessão. Lendo essa frase ela parece ser igual ao Watchtime, mas não é!

O Session Time é contado a partir do momento em que o usuário abre o YouTube para assistir a um vídeo, até o momento em que ele sai da rede social. Diferente do Watchtime que é contado dentro do vídeo.

O que é Consistency?

Consistency, significa Consistência, e se trata da frequência de postagem do canal.

Ou seja, a sua frequência de publicações de vídeos será determinante para que o YouTube considere a sua consistência na plataforma, assim o algoritmo identifica quando você faz upload de novos vídeos.

Banner_Calendario_Redes_Sociais: A arte é de um banner convidando a pessoa para clicar e testar gratuitamente a mLabs.

5 dicas para melhorar o desempenho e ampliar o alcance orgânico no YouTube

Confira as melhores dicas para alavancar os seus vídeos e alcançar mais pessoas na rede social!

1 – Otimize seus vídeos para pesquisas populares

O primeiro passo é descobrir quais são as consultas mais populares que direcionam tráfego na rede social, esse dado você consegue pelo YouTube Studio.

Depois de identificar os temas populares, verifique a compatibilidade deles com os tópicos dos seus vídeos, considere atualizá-los para que se tornem equivalentes.

A partir daí, adicione as palavras-chaves relevantes nos títulos, tags, descrições, arquivos de vídeo e miniaturas. Mas, se houver muita diferença, entre os termos populares e os seus vídeos, considere fazer novos conteúdos que atendam à intenção de busca.

2 – Crie um título que desperte atenção

Seus títulos têm de se tornar virais! Embora o conteúdo seja o mais importante, é pelo título que as pessoas chegam até ele.

Portanto, insira palavras estratégicas no título. Além de procurar por palavras-chave de alto volume, é importante entender a intenção de busca do usuário sobre o assunto.

Na hora de compor o título do vídeo, lembre-se de colocar a palavra-chave mais à esquerda e não deixe de inclui-la também na descrição do vídeo.

3 – Seja estratégico na descrição do vídeo

Sabe aquele texto logo abaixo do vídeo? Então, é ele que chamamos de descrição e que tem um papel fundamental na sua estratégia.

Uma boa descrição ajuda as pessoas a encontrarem seu conteúdo e, mais importante, decidirem se querem ou não apertar o “play”.

Para convencer os usuários a seu favor, faça uma introdução matadora:

  • inclua a palavra-chave principal já no começo do texto;
  • descreva o seu vídeo de forma espontânea e natural;
  • escreva no mínimo 250 palavras na descrição;
  • não insira lista de palavras-chave, isso tira a naturalidade do texto;
  • cite as fontes mencionadas no vídeo;
  • inclua links relevantes para outros canais da marca.

4 – Capriche nos Thumbnails dos seus vídeos

O thumbnail ou miniatura é tão importante para atrair novos usuários quanto o título do vídeo. Elas são as “capas” dos vídeos, que o usuário vê antes de dar o play e dão ao espectador uma prévia do conteúdo.

Segundo o próprio YouTube, vídeos com thumbnails personalizados ganham mais cliques que os outros vídeos comuns! Por tanto, capriche nas imagens, cores e textos para atrair a atenção do usuário.

5 – Mantenha a frequência das postagens

Repare, os canais de sucesso que você segue fazem uploads de muitos por semana. Postagens constantes mantêm a audiência, o engajamento e despertam a atenção do algoritmo do YouTube.

Quanto mais publicações você fizer, mais chances do seu conteúdo ser visto. Porém, postar com muita frequência, mas sem qualidade não é legal. Portanto, agende seus uploads e encontre o equilíbrio para manter bons vídeos.

O que achou do conteúdo? Conseguiu compreender como funciona o algoritmo do YouTube e o que fazer para driblar as adversidades?

Aproveite para ampliar o seu conhecimento sobre as outras métricas disponíveis no YouTube Analytics, que mostram como está o seu desempenho na rede social!

Facebook Comments
Quer mais conteúdo como esse? Inscreva-se na nossa Newsletter!

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

Posts relacionados