Como escrever um briefing realmente incrível

como fazer um briefing

Briefing: esse termo tão usado e tão importante nas agências de publicidade e marketing ainda não recebe a atenção que deveria, infelizmente.

Fazer um briefing – ou “brifar” – é passar informações objetivas e completas a respeito de um trabalho que precisa ser feito. O intuito principal é que a produção possa entender, sem ruídos, o que foi definido para aquele job.

Quem depende de um briefing sabe como um documento feito sem o devido cuidado, vindo através de várias fontes (e-mail, skype, whatsapp, telefone etc) pode impactar na produtividade, assertividade e qualidade do job.
Usar uma ferramenta de gerenciamento de conteúdo, com workflow de demandas, ajuda e muito nesse processo todo.

Dá uma olhada nestas dicas que separamos:

Organize-se já!

O cenário que usamos como exemplo anteriormente é real. A equipe de criação, na enorme maioria das vezes, recebe a informação de um job através de vários canais, ao mesmo tempo: e-mail, Skype, WhatsApp, telefone, Facebook pessoal… E o que isso implica? Bom, podemos enumerar alguns problemas que nascem dessa prática:

  1. Queda da produtividade: a equipe perde muito tempo tentando compilar os dados recebidos, aumentando os custos dos projetos, por adicionar horas a mais no processo todo. Além disso, gera stress e, para os menos organizados… Retrabalho!
  2. Vamos falar de retrabalho? Toda essa desorganização pode gerar ruído na comunicação e, consequentemente, retrabalho. Vale lembrar que um trabalho feito duas vezes é um trabalho duplamente mais caro. Vale a pena viver no risco?
  3. Prazos: desorganização afeta o rendimento da equipe mas, principalmente, pode trazer desconforto para o cliente. Já pensou se um desses e-mails não chega? E se o prazo passar? Organizar é preciso!

Escrita clara e objetiva

Preocupe-se com o Português e com a maneira que irá passar as ideias. Por mais que seja sua equipe, aquela galera com a qual você tem intimidade, sempre pergunte-se: eu entenderia facilmente isso o que escrevi? Faltou alguma coisa? Alguma frase ficou passível de dupla interpretação?

Detalhes importantes

Para cada briefing, é imprescindível indicar qualquer restrição por parte do cliente, direitos de imagem, orientações legais relacionadas ao produto etc. E,  também, informações como público-alvo, data limite de entrega, aprovação e veiculação ajudam muito.

Antecipe-se!

Sempre que for escrever um briefing, se possível, tente antecipar problemas ou dúvidas que possam surgir lá na frente. Quando cada etapa do processo faz perguntas a respeito do que pode dar errado, as chances de um job 100% são muito maiores.

Sempre coloque uma cereja no bolo

Sua equipe conta com você. Por isso, tente tornar um hábito caprichar nesse documento. Insira links e referências, por exemplo. Tudo o que vem para somar, irá resultar em um job campeão.

Facilite o acesso

Organizou? Tomou cuidado com a escrita? Ficou de olho nos detalhes? Antecipou possíveis problemas? Agora, facilite o acesso de todas essas informações.

A mLabs tem um workflow de demandas muito simples e que se adapta a diferentes necessidades. Lá, você pode escrever o briefing (que será incrível depois de ter lido esse post), escolher se o agendamento é automático e ainda ver a sugestão de melhores horários e datas para a postagem.

Toda a equipe pode visualizar o documento e, posteriormente, adicionar textos, imagens, gifs e vídeos. Ah, e para todas as redes socias, o que facilita ainda mais a vida. Instagram, Pinterest, Twitter, Youtube… Tem tudo mesmo.

E como você vai querer ser adepto de briefings incríveis, com direito a organização impecável e cerejinha no bolo… Você pode testar a mLabs por 7 dias grátis. Clique aqui e garanta o seu acesso!

Depois volta para contar como foi sua experiência! 😉
Abraços!