Transmissão ao vivo no Facebook: saiba como fazer lives e aumente seu alcance orgânico!

transmissão ao vivo no facebook

Desde o seu lançamento, as transmissões ao vivo no Facebook crescem a uma velocidade impressionante. Há pouco mais de dois anos no ar, são mais de dois bilhões de usuários assistindo aos vídeos ao vivo compartilhados na rede social mais famosa do mundo.

Definitivamente, não dá pra negar que lives sejam uma tendência. E uma ótima razão por trás disso é o fato das transmissões ao vivo serem uma alternativa real para as marcas que estão sofrendo com a queda do alcance orgânico do Facebook.

Se você não entendeu direito o que eu acabei de dizer, calma, eu vou te explicar.

Neste post, vou te contar como fazer transmissões ao vivo no Facebook de sucesso e, claro, porque elas podem te ajudar a ter mais alcance orgânico por lá.

Comecemos pelo começo.

Afinal, o que é uma transmissão ao vivo no Facebook?

Também conhecidas como live streamings ou simplesmente lives, as transmissões ao vivo ganharam muita força tanto em caráter pessoal quanto para negócios nos últimos anos.

Basicamente, esse recurso permite transmitir vídeos em tempo real para amigos ou seguidores no Facebook, por meio de câmeras profissionais, webcams, desktops e, claro, dispositivos móveis.

Tablets, smartphones e notebooks trazem uma tecnologia de transmissão (mesmo por meio da internet móvel) que torna as transmissões ao vivo uma realidade em qualquer local do mundo.

Como fazer uma live streaming no Facebook?

Existem três caminhos para fazer uma transmissão ao vivo no Facebook. Pelo perfil pessoal, pela Fan Page ou usando um software de codificação (que é a melhor opção se você faz marketing no Facebook e está usando o recurso para alavancar uma marca).

Abaixo, damos uma explicação rápida de como fazer, mas se quiser ver um passo a passo completo e detalhado de como fazer lives no Facebook, temos outro post.

Pelo perfil pessoal

Faça login na plataforma pelo computador ou dispositivo móvel de sua preferência e simplesmente clique em “Vídeo ao vivo” no seu feed de notícias.

Caso prefira fazer a transmissão ao vivo pelo Stories do Facebook, basta realizar o mesmo processo logo depois de clicar em “Adicionar” na aba de histórias.

Pela fanpage

Para fazer uma transmissão online pelo desktop ou notebook, siga os mesmos passos do tópico anterior, mas acesse uma página que você administra.

Já para realizar a ação nos dispositivos móveis, é possível utilizar tanto o aplicativo do próprio Facebook quanto o Gerenciador de Páginas, ambos disponíveis para os sistemas operacionais mais populares.

Por um software de codificação

Essa é uma forma mais complexa e recomendada para transmissões mais profissionais. Por meio dela, é possível compartilhar a tela de um computador durante a live, por exemplo.

Para configurá-la, certifique-se de estar em uma fanpage e clique em “Ferramentas de publicação” no menu superior. Depois, selecione “Biblioteca de vídeos”, clique em “+ Ao vivo” e aguarde o carregamento da tela.

A seguir, uma “chave de stream” será gerada automaticamente. Copie-a e cole-a no seu software à sua escolha. Por meio dessa opção também é possível transmitir em outros canais, como o YouTube e o Twitch.

Se você quer uma boa indicação de software gratuito para isso, confira o OBS Studio.

Em qualquer um dos casos, você poderá alterar as suas preferências de privacidade, adicionar uma descrição, marcar pessoas, inserir locais e utilizar máscaras para deixar a transmissão ainda mais agradável.

Porque as lives do Facebook são uma alternativa para aumentar o alcance orgânico?

Ok, você já entendeu que, não importa o caminho, fazer transmissões ao vivo no Facebook é simples. Não precisa ser gênio pra fazer uma. Agora, quero te contar porque elas são uma alternativa para aumentar seu alcance orgânico.

Lives são conteúdos nativos

Acredite, o Facebook não quer que os usuários saiam da sua página para consumir conteúdos. Justamente por isso, seu algoritmo privilegia conteúdos nativos, feitos para a própria rede social, que rodam dentro da rede e não possuem links que levem o usuário para outros sites.

acessando o facebook pelo celular

E as lives do Facebook são o melhor exemplo desse tipo de conteúdo. Só isso já é motivo suficiente para você correr e começar a planejar sua primeira transmissão ao vivo.

Transmissões ao vivo entregam muito mais valor

É muito mais simples e efetivo entregar valor – seja mostrando produtos, fazendo apresentações, tirando dúvidas e dando informações valiosas – através de vídeos ao vivo do que em um post escrito, por exemplo.

O usuário absorve melhor e, justamente por isso, tem uma percepção maior de valor recebido.

Lives são naturalmente interativas

Quer engajamento e interações? FAÇA LIVES NO FACEBOOK!

Simples assim! Uma live é um verdadeiro bate bola com seu público. Perguntas, respostas, comentários, likes e reactions acontecendo aos kilos, em tempo real.

Lives têm notificações em espaço privilegiado

De acordo com informações do Facebook, as pessoas ficam 3X mais tempo vendo uma live no Facebook do que consumindo outros conteúdos em vídeo. E é justamente por isso que o Facebook dá MUITO valor às lives.

Ele, inclusive, notifica os usuários quando elas começam. Sério, isso não é pouca coisa!

notificação live do facebook

Não perca o timing e aproveite o poder das transmissões ao vivo AGORA!

O Facebook muda o tempo todo. E você já deve ter percebido que essas mudanças geralmente impactam no eu alcance orgânico.

E, infelizmente, nós acreditamos que isso vá acontecer com as lives também. De forma progressiva.

O fato do Facebook ter implementado o botão de ocultar notificações de lives é uma prova de que a rede social não irá dar recursos gratuitos para marcas a qualquer custo. Então, aproveite enquanto é possível.

CUIDADO! Nem tudo pode divulgado em uma transmissão ao vivo

Há regras explícitas que vetam a divulgação de conteúdo violento, criminoso, nudez e atividade sexual, discurso de ódio, notícias falsas ou que violem os direitos à propriedade intelectual.

Você pode acessar os Padrões da Comunidade e checar todas as regras. Certifique-se de não descumpri-las para garantir o sucesso da transmissão.

Certo, mas quais formatos devem ser usados nas transmissões ao vivo no Facebook?

Bom, não existe uma regra que determine o que você deve postar em uma transmissão ao vivo no Facebook, desde que respeite as diretrizes de comportamento da rede social.

Apesar disso, alguns formatos fazem bastante sucesso para diferentes objetivos de marketing e vendas. Conheça alguns deles abaixo.

Novidades

Se você tem uma notícia para trazer aos seguidores, é uma boa ideia realizar uma live para aumentar ainda mais o buzz. Lembre-se de que as pessoas serão notificadas e você pode instigá-las por meio da promoção prévia sobre um anúncio importante.

Entrevistas

As entrevistas são realizadas com pessoas tidas como referências em determinado tema. Elas têm altos índices de engajamento e são ótimas para educar o público.

Por meio das interações, os usuários podem enviar suas perguntas e levar ao administrador o feedback sobre a transmissão.

Webinars

Os webinars são transmissões ao vivo com o objetivo de ensinar e repassar conhecimento. Eles podem ser realizados por uma ou mais pessoas, mas a principal característica é a participação ativa do público, como em uma aula.

Os comentários são lidos ao vivo e as dúvidas são solucionadas em tempo real, trazendo aos espectadores uma sensação de exclusividade e imediatismo.

Demonstrações

Se você oferece um produto ou serviço, certamente gostará de realizar uma live streaming para apresentá-los ao público.

Assim, as pessoas podem avaliar o que você tem a vender antes de optar pelo fechamento do negócio. A chave mais uma vez está na interação: as pessoas podem fazer perguntas e sugerir testes durante a demonstração.

Como ter sucesso com uma transmissão ao vivo no Facebook?

Uma live tem três etapas básicas. Cada uma delas precisa de cuidados essenciais para que se cumpra o objetivo da transmissão e os principais erros sejam evitados. Vamos saber quais são eles?

Planejamento

Muitas vezes negligenciada, essa etapa é fundamental para o bom andamento da transmissão. Nela, você definirá alguns elementos como:

  • tema;
  • participantes;
  • duração;
  • formato;
  • data;
  • horário;
  • canais de divulgação;
  • roteiro.

Sobre esse último, é preciso uma preocupação ainda maior. Isso porque o roteiro exige uma preparação cuidadosa, pois servirá como guia para os apresentadores.

Mas cada ponto que mencionamos acima é muito valioso. Então, capriche na definição do seu plano de streaming para não decepcionar os usuários na “hora do vamos ver”, hein?

Transmissão

Já durante a transmissão, os principais cuidados são relacionados a detalhes técnicos, como:

  • equipamentos;
  • qualidade do vídeo;
  • velocidade da internet;
  • qualidade do som;
  • cenário;
  • softwares de auxílio;
  • iluminação.

Garanta que tudo estará em segurança antes de iniciar a transmissão, e conte com alguém disponível para resolver qualquer problema que surgir durante a live.

Análise

Depois de terminada a live, o seu trabalho não acabou. Agora, você deve analisar os dados recolhidos e interpretá-los para garantir um sucesso ainda maior na próxima vez.

O próprio Facebook trará informações valiosas para observação. Por exemplo:

  • pico de espectadores;
  • visualizações únicas;
  • alcance;
  • tempo médio de visualização;
  • reações sociais;
  • detalhes demográficos, como sexo, faixa etária e localização do público.

A partir desse relatório, é possível ter novas ideias e realizar ajustes com a intenção de se adequar ainda mais ao seu público.

Pronto! Agora você tem o conhecimento necessário para realizar uma transmissão ao vivo no Facebook e se aproximar ainda mais de amigos e seguidores! Ficou alguma dúvida? Conte pra gente!

 

Facebook Comments
Gestão de redes sociais Entenda por que a mLabs é a ferramenta de gerenciamento de redes sociais escolhida por mais de 30 mil marcas brasileiras!