A importância do teste A/B na gestão de redes sociais

Teste A/B

O bom desempenho de uma campanha nas redes sociais não depende de uma “receita de bolo”, certo? De fato, não existe um passo-a-passo com etapas definidas que garantam o sucesso. Mas, existem boas práticas! São técnicas comuns que estão por trás das páginas e perfis mais bem-sucedidos das redes sociais. E o teste A/B é uma delas!

A possibilidade de testar formatos, imagens, horários de postagem e até mesmo a linguagem de um post possibilita a otimização da estratégia ao longo do tempo. E é exatamente isso que o teste A/B te oferece. Neste post, vamos te explicar o conceito dos testes A/B e, claro, qual é a importância de fazer esses testes! Fique com a gente!

O que é teste A/B?

Pense no teste A/B como se fosse um experimento de laboratório, em que é preciso analisar dois produtos diferentes para saber qual deles tem mais benefícios ou oferece mais vantagens para o cliente. A realização dessa prática permite que se comparem diferentes variáveis, de modo a descobrir qual delas promove uma melhor performance. No caso das redes sociais, as comparações também podem ser feitas com anúncios e posts patrocinados.

Por que o teste A/B é importante?

A tomada de decisão com base em números e em informações mais concretas será um caminho melhor para os seus negócios. Independentemente da rede social escolhida, os testes A/B apontam as melhores formas de se atingir o resultado do post ou da campanha, seja melhorando as taxas de conversão, traçando o perfil do seu público-alvo, entre outros fatores.

Como fazer um teste A/B?

Esta prática é capaz de comparar diferentes variáveis, mas é importante elas sejam testadas uma de cada vez. Pense que se você testar muitas coisas ao mesmo tempo, jamais conseguirá descobrir o que realmente impactou o melhor resultado. A combinação por etapas é que irá te permitir verificar  com mais exatidão qual variável poderá fazer sua campanha ser um sucesso…ou um fracasso!

Estipule uma meta para seus testes A/B

Sem uma meta definida, é impossível avaliar a viabilidade do esforços para conseguir otimizar sua campanha. Como diz o ditado: “Para quem não sabe onde vai, qualquer caminho serve.” Então, se o objetivo do post ou anúncio é trazer tráfego para um blog, crie uma meta para isso.

Lance as duas variáveis e observe qual delas mais se aproxima (ou cumpre primeiro) a meta estipulada.

Quais variáveis podem ser testadas nas redes sociais?

Tanto em anúncios quanto em posts, a performance nas redes sociais pode ser melhor ou pior em razão de pequenas mudanças que se faz em um texto ou em um layout. Por isso, fique sempre atento a variáveis como:

Imagem

A imagem é a primeira coisa que as pessoas veem em um post. É ela que causa o primeiro impacto. Por isso, teste imagens com diferentes elementos e analise a reação de seu público em relação a eles. Mas, aqui, um cuidado: nunca compare imagens com vídeos, ok?

Isso porque por ser um formato visual de maior impacto, e também o formato preferido em redes como o Facebook e o Instagram, posts com vídeos sempre terão o alcance maior que posts com imagens. O algoritmo dessas redes sociais prioriza esse formato, independente de quão atrativa seja uma imagem. Assim, se pretende fazer um teste A/B, assegure-se de comparar imagens com imagens, vídeos com vídeos.

Formatos de anúncios

Dependendo da rede social, é possível escolher formatos de anúncios como imagens em carrossel, vídeos, anúncios em Stories e post multimídia (no caso do Facebook). Teste todos os formatos possíveis e avalie posteriormente quais deles tiveram maior desempenho.

Lembre-se sempre de lançar as duas versões do teste A/B simultaneamente. Isso garante que fatores como a sazonalidade mascarem seus resultados. Pense que se você fizer duas versões do anúncio de um produto para testar apenas o formato dele e lançar uma em um dia qualquer e a outra próxima ao Natal, por exemplo, a segunda certamente performará melhor por uma simples questão de data. Se isso acontecer, você nunca saberá realmente qual é a melhor versão do anúncio, certo?

Texto

Para fazer o texto do seu anúncio ou post, siga algumas instruções que são dadas pelas redes sociais. Um anúncio no Facebook, por exemplo, contém headline (com limite de até 25 caracteres), corpo do texto e descrição.

No corpo do texto, tente ser claro e conciso na descrição de sua oferta, explicando ao usuário os benefícios do seu produto. No mais, vale testar as CTA’s (call to actions), texto dos botões, textos dentro das imagens, título, etc. Ter uma postura analítica frente aos testes te ajudará a otimizar os resultados progressivamente.

Segmentação do público

A audiência é uma das variáveis que mais precisam de atenção, porque ela pode fazer toda a diferença no resultado de uma campanha. Segmente seus anúncios por localização, interesses, idade, gênero, entre outras variáveis. Depois, teste qual delas mais impactou positivamente o desempenho do anúncio.

Horário das postagens

Entenda qual o melhor horário de postagem para atingir o seu público-alvo. No caso do Facebook, a própria plataforma oferece recursos para se avaliar isso, mas também é aconselhável adotar ferramentas extras para geração de relatórios mais completos e analíticos.

Lembre-se que as redes sociais estão em constantes mudanças, o que exige dos profissionais atenção e atualização frequente. Marketing digital é um processo de aprendizado contínuo… E de testes contínuos também!

Ficou com alguma dúvida sobre os testes A/B nas redes sociais? Comente! Sua dúvida pode ser tema de um próximo post!