Quais as habilidades esperadas de um analista de mídias sociais?

analista-de-midias-sociais-habilidades

Com o avanço do setor de marketing digital, o analista de mídias sociais (também conhecido como social media) tornou-se um profissional fundamental para as empresas que investem nessa estratégia.

É de responsabilidade dele promover a marca na Internet, conquistar engajamento, monitorar os resultados, produzir conteúdos, entre outras ações. Tudo isso no ambiente das redes sociais, em que milhões de usuários se encontram virtualmente todos os dias.

Para executar um bom trabalho e obter reconhecimento na profissão, um analista de mídias sociais precisa ter algumas habilidades básicas. Será que você apresenta todas elas?

Se você pretende se embrenhar pelos confins de Facebook, Instagram, Twitter e outras redes sociais, continue a leitura. Neste artigo, você descobrirá quais são as skills mais valorizadas para esse profissional!

Formação em comunicação

Esse não chega a ser um requisito obrigatório, mas é inegável que os profissionais da área de comunicação estão um passo à frente para a realização desse trabalho.

Quem é formado em marketing, publicidade e propaganda e jornalismo tem habilidades requeridas, como boa escrita, conhecimento em técnicas de persuasão, bom relacionamento com as pessoas, entre outras, que são diferenciais nessa profissão.

Graças a isso, os graduados em áreas correlacionadas dominam as vagas de analistas de mídias sociais que integram as equipes de marketing de agências e empresas.

Entendimento do negócio

Não adianta nada conquistar vários likes e promover o engajamento nas redes sociais se o público-alvo alcançado não gera leads qualificados. Por isso, é importante que o social media fique atento ao perfil do consumidor da empresa.

Além disso, fatores externos, como a crise econômica, o valor dos produtos, entre outros, podem influenciar nos resultados da empresa. É necessário que o profissional de mídias sociais também tenha uma visão estratégica para agir de acordo com a necessidade do momento.

Ou seja, uma visão ampla do mercado no qual a empresa está inserida é um grande diferencial.

Embora nem sempre seja possível compreender o macroambiente do negócio desde o início, um profissional de mídias sociais deve se empenhar para conhecer o segmento a fundo, facilitando, assim, o diálogo com clientes e seguidores.

Raciocínio rápido

Sabemos como as informações correm rápido nas mídias sociais. Em uma semana, é possível que vários assuntos surjam e desapareçam, e o social media precisa observar em quais conversas vale a pena envolver a marca.

É comum que, na vontade de se destacar, algumas empresas não saibam transmitir a mensagem correta ou não percebam que o “assunto do dia” não está alinhado aos seus valores. Em casos mais graves, um simples erro pode, até mesmo, trazer uma crise. Por isso, o analista de mídias sociais precisa ter o raciocínio rápido para tomar as decisões certas.

Isso quer dizer que timing é um elemento crucial. Lembre-se de que o social media fala por uma empresa, e tudo que é postado nas redes sociais está ao alcance do público.

Existem diversos exemplos de campanhas que deram errado por conta do posicionamento da empresa em canais digitais, como o Twitter. Então, é preciso agir com consciência, mas sem dispensar a agilidade.

Disposição para leitura

Ser uma pessoa bem informada é um requisito básico para esse profissional. A leitura de textos ajuda a aumentar a criatividade, a manter a mente aberta, a descobrir as novidades, a ficar de olho na concorrência, entre outras vantagens.

Além da leitura, busque também outros tipos de conteúdo, como vídeos, webinars e podcasts. Existe, na Internet, uma infinidade de materiais para ajudar o profissional de mídias sociais a se manter atualizado.

As mídias sociais se modificam dia após dia. A rede do momento pode ser uma hoje e outra no mês seguinte. E as plataformas recebem atualizações diárias, com novas funcionalidades e oportunidades para profissionais de marketing.

Tecnologia e marketing digital estão muito mais conectados do que você imagina. Sendo assim, com tantas inovações, é preciso estar sempre atento às novidades que acontecem no universo das redes sociais.

Conhecimento de ferramentas de marketing digital

Abordamos, até aqui, as habilidades teóricas, mas, para colocar tudo em prática, é necessário que o social media tenha conhecimento de algumas ferramentas de marketing digital.

Google Analytics, Google Adwords, Facebook Ads, e-mail marketing, blogs, marketing de conteúdo, plataformas de suporte e atendimento etc — esses são só alguns exemplos do que é utilizado no dia a dia.

Além disso, é interessante que haja conhecimento de parte gráfica e audiovisual para a criação de imagens e vídeos — o domínio do Pacote Adobe é um diferencial.

Espírito empreendedor

Para ter sucesso na carreira de analista de mídias sociais, o profissional deve ter espírito empreendedor. Isso porque, assim como nos negócios, as redes exigem habilidades de adaptação e análise.

Um bom social media é aquele que toma decisões acertadas e com foco no crescimento do negócio. Ou seja, precisa ser uma pessoa extremamente acostumada à pressão e com boa capacidade de analisar a circunstância como um todo.

Acredite: problemas surgirão. No entanto, o desenvolvimento do know-how de empreendedorismo, certamente, será um distintivo necessário para resolver problemas dos mais diversificados tipos.

Organização e planejamento

Engana-se muito quem pensa que o dever de um social media se resume a postagens regulares nas redes sociais. Tsc, tsc, tsc, nada disso!

Um bom analista de mídias sociais precisa ser, antes de tudo, organizado. Pense no seguinte: ele precisará lidar com múltiplas plataformas e, muitas vezes, com diversos perfis e páginas corporativas.

Ademais, em cada ocasião, são exigidos um tipo de linguagem, a utilização de recursos variados, formatos de conteúdo exclusivos etc. É, não é fácil!

Também há também a questão do planejamento de mídias sociais. Saber elaborar um calendário editorial é um requisito básico para qualquer um que se arrisque pelos campos digitais.

Isso não apenas evita imprevistos, como também permite a composição de relatórios e a programação de postagens. Existem, inclusive, algumas ferramentas muito úteis que vêm a calhar, como a própria mLabs.

Criatividade e inovação

Não adianta fugir. Para dialogar com um público qualificado, o profissional de mídias sociais deve ser criativo. Esse, aliás, é mais um motivo pelo qual os profissionais de comunicação se dão tão bem nessa profissão.

Para elaborar tantos posts, que incluem texto, imagem e outros elementos, é preciso usar o lado direito do cérebro. Isso quer dizer que é preciso se reinventar todos os dias.

Essa característica se mistura muito com outra já citada no texto, que é a disposição para a leitura. Nem sempre é fácil manter a criatividade em alta, então, o acompanhamento frequente de outros sites e blogs ajuda a estimulá-la.

Ah, e é claro, vale citar também a inovação. Se todas as postagens são parecidas e o social media não utiliza o seu lado inventivo, provavelmente, os seguidores ficarão cansados de tanta monotonia.

Por isso, reinventar-se e trazer coisas novas para a audiência é outra parte essencial do trabalho do analista de mídias sociais.

Habilidade para interpretação de dados: uma habilidade essencial do analista de mídias sociais

Como dito, muitos profissionais da área de humanas costumam se arriscar na carreira de social media. Porém, aqueles que pensam que estão longe dos números estão muito enganados. Os relatórios, as métricas e os KPIs fazem parte do cotidiano desse profissional.

É somente por meio dos dados recolhidos que se torna possível fazer análises e comparativos entre diferentes estratégias, horários, tipos de posts e outros elementos. Assim, descobre-se quais são as ações que geram os melhores resultados.

Desse modo, a rotina de um social media é recheada de cálculos e estatísticas. Esses dados direcionam todas as ações que serão realizadas no ambiente digital, mostrando os rumos de uma estratégia de sucesso.

Capacidade de ser multitarefas

Bom, como se não bastasse o fato de um profissional de social media ter que se revirar para lidar com múltiplos perfis e redes sociais, ele ainda precisa executar diferentes tarefas. Ninguém disse que seria fácil, não é mesmo?

Pois é, ser fera em português e saber lidar com números é só uma fatia da torta. Muitas vezes, serão exigidas habilidades de designer para a composição de peças gráficas, de editor de vídeos ou, até mesmo, de programação.

Bom, pelo menos, ninguém pedirá pra você soltar pipa enquanto chupa cana, não é mesmo?

Brincadeiras à parte, é claro que é bem difícil encontrar um profissional tão completo, mas é aí que caímos no próximo tópico.

Perfil de resolvedor de problemas

Essa é, provavelmente, a principal habilidade de um analista de mídias sociais. Sem meias palavras, muitas vezes, você terá que “se virar”.

Responder solicitações fora da sua área nas redes sociais, utilizar o Paint para fazer uma arte de última hora ou colocar os neurônios para funcionar no momento de pensar em uma solução para aquele probleminha básico são apenas alguns exemplos do que pode acontecer na rotina desse profissional.

Apesar disso, é um trabalho geralmente dinâmico, então, não se preocupe com a monotonia. Seus dias serão agitados e únicos!

E aí, já domina todas as habilidades de um analista de mídias sociais? Independentemente da resposta, lembre-se de que é muito importante manter-se sempre atualizado e buscar formas de otimizar seu trabalho no dia a dia.

Bom, se você está adentrando nesse universo das redes sociais ou já faz parte dele há algum tempo, saiba que a sua vida pode ser mais fácil. Com a mLabs, você poderá programar posts, automatizar relatórios e muito mais! Entre contato conosco! Será um prazer responder às suas dúvidas!

Facebook Comments
Gestão de redes sociais Entenda por que a mLabs é a ferramenta de gerenciamento de redes sociais escolhida por mais de 30 mil marcas brasileiras!

Posts relacionados