Live no Instagram: 7 boas práticas para ter sucesso!

Live no Instagram: imagem de um celular em um tripé com a câmera aberta para iniciar uma gravação e uma pessoa ao fundo

Fazer live no Instagram é uma ótima tática para gerar mais engajamento, compartilhar informações diretamente com os usuários e potencializar o alcance orgânico da marca.

Os vídeos ao vivo são prioridade número um para o algoritmo do Instagram, aparecendo no topo do feed dos usuários e no primeiro lugar da lista de Stories.

Quando você inicia a transmissão ao vivo, os seus seguidores recebem uma notificação informando que o seu vídeo começou – uma das melhores maneiras de gerar tráfego e engajamento para o seu perfil do Instagram.

Assim, as pessoas podem assistir você ao vivo, interagir pelos comentários e, ainda, dar aquele famoso like no seu vídeo.

Esse recurso é muito útil para marcas, perfis comerciais, produtores de conteúdo e influenciadores digitais que precisam estimular a interação a todo momento na rede social.

Se você ainda não se convenceu sobre o poder dos vídeos ao vivo, veja esses números da pesquisa realizada pela New York Magazine e Livestream.com:

  • 80% preferem assistir a uma live de uma marca do que ler um blog;
  • 82% preferem vídeo ao vivo de uma marca a publicações sociais;
  • 67% da audiência que assistiu a uma transmissão ao vivo comprou um ingresso para um evento semelhante na próxima vez em que ocorreu;
  • 45% do público pagaria pela live de um time, palestrante ou artista favorito.

Viu só a preferência do público?

Então, se você está procurando uma maneira de ser notado, investir em transmissões ao vivo na rede social é uma ótima opção.

Neste post abordaremos sete boas práticas para você realizar a sua live no Instagram sem cometer erros. Acompanhe!

1 – Tenha um roteiro para sua live no Instagram

Talvez, aqueles usuários mais experientes consigam deixar esse passo de lado.

Contudo, por mais afinidade que você tenha em falar com uma câmera, nossa sugestão é planejar, por meio de um roteiro, o conteúdo que será abordado.

Definir, com antecedência, o assunto e os tópicos que serão abordados durante a transmissão ajuda inclusive na percepção do seu conhecimento sobre o tema.

Assim, você já consegue se planejar para de estudar alguns materiais antes da gravação para participar de forma mais assertiva, agregando conteúdo de valor para o seu público.

Sem contar que, provavelmente, surgirão perguntas ao vivo, e você precisará estar apto para respondê-las, viu?

Mas isso também não significa que você deva seguir um script rigoroso. O roteiro serve apenas como uma estrutura, para evitar que você se esqueça de abordar uma informação importante, assim aumentando a sua confiança durante a live.

Não se esqueça de que o tempo limite para transmissão é de 60 minutos. Então, o conteúdo precisa ser planejado com base nesse tempo.

2 – Avise o seu público com antecedência

Depois de definir um tema e montar um roteiro, você precisa avisar a sua audiência sobre sua live com uma certa antecedência.

Apesar de todos receberem uma notificação no momento em que a live começa, o anúncio cria aquele senso de antecipação, sabe?

É, então, uma forma de criar expectativa e já engajar, mesmo antes de tudo começar. 👌

A recomendação é divulgar a transmissão ao vivo em vários canais da marca e em diversos momentos, para tentar atingir um grande público.

Então, faça posts no Facebook, crie Stories patrocinados, invista em Dark Posts (aqueles anúncios que não aparecem no feed de notícias), aposte também no e-mail marketing.

Para garantir o disparo dos posts nas melhores datas, recomendaremos que você use uma boa ferramenta de gestão de redes sociais e agente seus posts com antecedência.

3 – Peça sugestão para a sua audiência por meio de enquetes

Que tal mais uma dica para garantir boa conexão com os espectadores desde o início da live?

Para abordar um tema que tenha mais chances de agradar ao público, publique enquetes no Stories sobre a escolha do tema, dê algumas opções e deixe que as pessoas votem.

Fazendo isso, você conhecerá melhor a opinião dos seus seguidores e terá certeza de que eles se interessarão em acompanhar o conteúdo depois. 👊

Outra forma de usar os recursos do Story para acertar na interação durante a live é, alguns dias antes da transmissão, postar o sticker de Perguntas do Instagram, abrindo o espaço para o seguidores falarem sobre suas dúvidas.

A ideia é que os seguidores mandem perguntas por meio deste adesivo para que você possa respondê-las durante o vídeo ao vivo.

Essa prática costuma gerar muito conteúdo e rende bastante interação. Basta se organizar antes e reunir todas as perguntas que serão respondidas.

4 – Cuide do cenário com atenção aos detalhes

Muita gente nem pensa nisso. Mas um cenário mal cuidado e desorganizado pode causar altos micos! 🐒

Bem, claro que não é preciso uma super produção. Porém, você não vai querer que a cena de fundo chame mais atenção que o conteúdo principal, não é?

Então, primeiro, pense no ambiente — que precisa estar bem-arrumado. Deixar alguns detalhes à mostra, como objetos que se relacionem à marca é uma boa ideia para deixar o ambiente personalizado, sabe?

Também, cuide da iluminação. Caso prefira fazer um vídeo ao vivo mais caseiro, opte por ambientes que tenham contato com a luz natural do sol, essa iluminação causará um efeito legal na imagem.

Agora, se a ideia for deixar um pouco mais profissional, invista em um ring light — um anel luminoso de luz branca. Ele existe em vários tamanhos e já vem com um tripé, o que facilita para apoiar o celular.

Ah! Aproveite e faça um pequeno ensaio, para saber, por exemplo, se você usará o vídeo na horizontal ou vertical. As duas formas dão certo, então a escolha tende a ser mais pessoal.

Banner do E-book Video Marketing_Banner com botão de baixe grátis

5 – Teste a qualidade do áudio

Som, câmera, ação! 📣🎬 Imagine a gafe: você faz tudo direitinho, cria aquela expectativa no público, muitos usuários entram para assistir à live, mas… tudo vai por água abaixo, porque o áudio não está funcionando.

Isso, ainda, pode ser péssimo para o branding e “desengajar” a audiência para futuras transmissões como essa.

Para não correr esse risco, faça pequenos testes. Certifique-se de que o dispositivo não apresenta problemas e que a gravação no ambiente transmite som de qualidade.

Se a gravação ocorrer em local público, como no meio da rua ou em shoppings, tenha cuidado redobrado com os ruídos. Nesse caso, use um fone com microfone para garantir que a comunicação acontecerá sem maiores problemas.

A qualidade do som é um fator determinante para este tipo de gravação, segundo a pesquisa da New York Magazine e Livestream.com – que mencionamos na introdução – 67% dos espectadores dizem que a qualidade é o fator mais importante ao assistir a uma transmissão ao vivo.

6 – Pense em um horário estratégico para a transmissão

O horário faz toda a diferença para que as pessoas consigam acompanhar o seu vídeo ao vivo!

Assim, pense em um que faça sentido para a maioria delas. Geralmente, após 18 horas e no horário de almoço garantem mais engajamento.

Contudo, isso pode variar dependendo da persona e do nicho de mercado que a marca está inserida, está bem?

Caso você ainda não conheça muito bem os dados e as preferências dos seus seguidores, uma sugestão é perguntar isso para eles de forma natural, por meio de um bate papo nos Stories ou usando os recursos de enquete e pergunta.

Pense em alguns horários que você considera legais e lance a enquete. Depois, é só ver qual resposta obteve mais votação!

7 – Tenha convidados especiais em sua live

Sabia que a estratégia de convidar pessoas para participar da live gera mais engajamento e alcance para a marca?

Ao convidar um participante especial para sua live – de interesse comum dos seus seguidores – você consegue atingir um novo público ampliando em dobro o alcance do seu vídeo.

Isso porque a live também será destacada no perfil do convidado, com envio de notificação para os seus seguidores e preferência nos posts do feed e dos Stories.

Esse convidado pode ser um amigo, um influenciador, um especialista em determinado assunto, ou mesmo um cliente, tudo vai depender da abordagem que você prefere e do segmento do negócio.

Lembre-se de enviar um pequeno roteiro ao convidado, para que ele não se sinta perdido durante a transmissão, já que, por ser ao vivo, não tem como cortar os erros, está bem?

Por fim, não se esqueça de que o conteúdo ficará disponível por apenas 24 horas. Mas isso não o impede de salvar a live no Instagram e postar o vídeo no IGTV.

Ao fazer isso, você poderá acrescentar as hashtags e os termos mais utilizados pelo seu nicho de mercado no título e na legenda do vídeo para atrair mais visualizações.

Desta forma, o vídeo passará a ser um atrativo para os novos seguidores que chegam no seu perfil e se deparam com o conteúdo, e poderá ser encontrado por outros usuários no campo “explorar”.

A live no Instagram agrega muitos benefícios para as marcas, seja pelo potencial de engajamento, geração de leads, crescimento do alcance orgânico etc.

O ideal é que você siga boas práticas para garantir que tudo saia como planejado e sua live seja um sucesso!

Gostou das nossas dicas? Então, confira no próximo artigo sobre Relatório do Instagram: como criar um e analisar os dados!

Facebook Comments
Gestão de redes sociais Entenda por que a mLabs é a ferramenta de gerenciamento de redes sociais escolhida por mais de 120 mil marcas!

Posts relacionados