Tudo sobre Facebook: o guia completo da rede social mais popular do mundo! 

Facebook: imagem de uma pessoa usando o computador. Na tela, há o logo do Facebook em destaque.

Mesmo com o passar dos anos e com novas redes sociais surgindo a todo momento, o Facebook continua se destacando e atraindo usuários com suas diversas funcionalidades. 

Ao longo do tempo, a rede social assumiu papel fundamental, facilitando as interações entre pessoas, marcas e seus respectivos clientes.  

As atualizações e novidades do Facebook são constantes e é preciso se atualizar para usar todos os recursos e ferramentas disponíveis, principalmente quando falamos de empresas, que usam a rede social como forma de fazer negócios. 

O que é o Facebook 

O Facebook é a rede social mais usada no mundo, contabilizando, segundo pesquisa realizada pela Statista, 2.65 bilhões de usuários ativos por mês — 130 milhões são brasileiros. 

Diariamente, 1.84 bilhão de pessoas usam a rede social. Lá em 2015, mais de 3 milhões de pequenas empresas já tinham um perfil comercial (também conhecido como fanpage) na plataforma. 

Os usuários do Facebook podem compartilhar publicações no feed e se envolver com o conteúdo que outras pessoas compartilham com curtidas e outras reações em formas de emoji, que fazem sucesso na rede social. 

Além das reações, também é possível interagir pelo chat com mensagens instantâneas, transmitir vídeos ao vivo e participar de grupos dos mais variados temas.  

O Facebook para empresas funciona de forma semelhante. As marcas podem usar suas páginas do Facebook, ou fanpages, como são conhecidas, para interagir com o público, atrair novos clientes e ainda prestar suporte online. 

História do Facebook  

A história da rede social começou em 2003 quando alguns estudantes da Universidade de Harvard, Mark Zuckerberg, Chris Hughes, Dustin Moskovitz e o brasileiro Eduardo Saverin, criaram o Facemash

A ideia inicial era divulgar fotos de meninas do campus para que os estudantes votassem nas mais bonitas. Para isso, Zuckerberg invadiu o sistema da faculdade e coletou imagens de identificação das meninas.  

É claro que o Facemash dividiu opiniões e, rapidamente, foi banido pelos executivos de Harvard. Mark foi acusado pela instituição por violar a privacidade dos alunos e chegaram a abrir um processo contra ele.  

Algum tempo depois, Zuckerberg começou a desenvolver o código de uma nova rede virtual, o thefacebook, que tinha como objetivo estreitar laços de amizade entre os estudantes das universidades das redondezas. 

A plataforma foi se expandindo cada vez mais e, em 2005, como sugestão de Sean Parker, cofundador de um software de download de músicas e conselheiro de Mark Zuckerberg, houve a alteração sutil do nome para Facebook. 

Em 2006, o acesso à rede social passou a abranger não apenas alunos universitários, mas também estudantes do ensino secundário e trabalhadores de empresas.  

Logo em seguida, o Facebook foi liberado para uso e qualquer pessoa com idade acima de 13 anos poderia criar uma conta na plataforma. 

Em 2011, os olhos do mundo se voltaram para a rede social, que se tornou o maior servidor de fotos do planeta, com mais de 350 milhões de usuários acessando a plataforma pelo celular. 

De lá pra cá, muita coisa aconteceu. A rede social foi a mais usada no Brasil em 2020, segundo pesquisas realizadas em parceria pela We Are Social com a Hootsuite. Além disso, dados revelam que mais de 60 milhões de empresas possuem uma fanpage na rede social

No primeiro trimestre de 2020, a receita da empresa cresceu 18%, resultando em um lucro de US$ 17,7 bilhões. Todo esse sucesso se dá pela enorme capacidade de inovação e adequação do Facebook frente às novidades do mercado.  

imagem de um banner publicitário com chamada para baixar gratuitamente o material produzido pela mLabs sobre Kit de Planejamento de Conteúdo para as redes sociais

Curiosidades sobre o Facebook 

Com tantos anos de história, o que não faltam são curiosidades sobre o Facebook. Bora conhecer algumas delas? 

Cadastro de usuário herdeiro  

Se algo acontecesse com você, quem cuidaria das suas redes sociais?  

Foi pensando nisso que a funcionalidade de usuário herdeiro foi criada. Com ela, é possível pré-definir uma pessoa para administrar sua conta do Facebook na sua ausência.  

O acesso deste “herdeiro” é limitado e alguns recursos como conversas do chat, por exemplo, não são disponibilizados. 

Boas-vindas do Al Pacino  

Quando a rede social ainda se chamava thefacebook, o rosto do ator Al Pacino, famoso por seu papel no filme O Poderoso Chefão, estampava a home do site. 

Até hoje, não existem muitas explicações para essa ilustração inusitada, mas o que se sabe é que a imagem foi desenvolvida por um colega de Mark Zuckerberg, ainda na época da faculdade. 

Relação de Mark Zuckerberg e a cor azul  

O criador do Facebook já revelou ser daltônico, afirmando que a cor azul é a que consegue ver com mais nitidez. Isso fez com que Zuckerberg implementasse a cor em todo o site. 

Linguagens diferentes  

Sabia que o Facebook pode ser usado em 70 línguas diferentes? 😱  

Além de ter uma variedade enorme de idiomas, há também estilos inusitados, como a opção “English Upside Down”, que permite que as frases em inglês sejam vistas de cabeça para baixo. Doideira, né? 

Hackers e suas tentativas diárias de invasão 

Em 2014, mais de 600 mil ataques de hackers eram registrados por dia no Facebook e invasões como essa não são raras na plataforma.  

Em 2018, Zuckerberg teve que prestar depoimento ao Congresso dos Estados Unidos para explicar sobre o vazamento e mau uso de dados de 87 milhões de usuários da rede social.  

Frente a esses ataques, o Facebook afirma estar reforçando a segurança da plataforma para prevenir novas ações de hackers.  

A empresa oferece um programa de recompensas para usuários que denunciarem bugs na plataforma e desliga a integração de contas com aplicativos inativos por mais de 3 meses. 

Para não ter sua conta invadida, é sempre bom lembrar de escolher senhas fortes e acionar as opções de segurança oferecidas pela própria plataforma.  

Principais recursos do Facebook 

São diversas as funcionalidades do Facebook e, volta e meia, surgem novidades na rede social. Os recursos têm como objetivo tornar a experiência do usuário mais completa, agradável e interativa. 

Perfil pessoal  

O perfil é onde se encontram as informações pessoais dos usuários, como nome, foto, cidade natal, local de trabalho, histórico educacional etc. Você pode deixá-lo público, privado ou escolher as informações que deseja ocultar. 

Ao criar um perfil pessoal no Facebook, é possível se conectar com amigos e conhecidos. A própria rede social faz sugestões com base na sua lista de amizades, aumentando as conexões na plataforma. Você pode atualizar sua conta com uma foto de perfil e de capa. 

Feed de notícias  

É no feed de notícias que você tem acesso a publicações feitas pelos seus amigos, pelas páginas que você segue ou de grupos em que participa. 

Vai dizer que nunca ficou horas rolando pelas imagens, vídeos e memes compartilhados na plataforma? 😅 

Adicionar amigos  

O Facebook é uma excelente rede social para interagir com os amigos. Para encontrá-los, basta digitar um nome no canto superior esquerdo dentro de qualquer página na rede social e fazer a busca. 

Depois, basta clicar no ícone de adicionar amigos e aumentar suas conexões. Você também pode encontrar pessoas por meio de um número de telefone ou endereço de e-mail.  

É possível ter até 5 mil amigos em um perfil pessoal, mas, ao contrário de outras redes sociais que permitem que alguém siga você sem que você o siga de volta, no Facebook é preciso que você e a outra pessoa sejam amigos mutuamente. 

Chat (Messenger)  

O Messenger é o chat instantâneo do Facebook. Com recursos de mensagens de texto, videochamada e chamada de voz, a funcionalidade pode ser acessada na versão web (no botão de diálogo, dentro da plataforma) ou por aplicativo em smartphones. 

Pelo chat, é possível se comunicar de maneira rápida, compartilhando a sua localização em tempo real, enviando stickers, emojisGIFs, mensagens de voz, fotos e vídeos. 

Páginas de empresas (fanpage)  

Marcas, empresas e blogs também podem se juntar ao Facebook com uma fanpage para fortalecer a imagem do negócio e criar conexões com a comunidade.  

Uma fangpage reúne fãs da marca e, ao contrário de um perfil comum, que tem o limite de 5.000 amigos, pode ter um número ilimitado de seguidores. 

Este recurso oferece funcionalidades que não estão disponíveis em um perfil pessoal, como a plataforma de anúncios e relatórios de estatísticas para analisar o desempenho de campanhas e o engajamento dos usuários com a conta. 

Curtidas  

O botão de curtidas nas publicações já é conhecido entre os usuários do Facebook.  

Outras reações foram incorporadas a este recurso e, atualmente, é possível interagir de diferentes maneiras às postagens com os botões de amei, força, haha, uau, triste e grr (um emoji com raiva 😡). 

O usuário também pode curtir páginas para acompanhar as atualizações das marcas. Todas as páginas que você curte aparecem na home do seu perfil pessoal, o que possibilita que seus amigos conheçam melhor sobre os seus interesses. 

Compartilhamento  

Compartilhar conteúdo é uma das maiores formas de interação entre os usuários nesta rede social. Você pode compartilhar notícias, informações e opiniões em diversos formatos (fotos, vídeos e enquetes).  

Ao criar um conteúdo para compartilhar, existem opções como marcar amigos, inserir a sua localização e escolher um emoji que mostre como você está se sentindo em relação àquela postagem. 

Check-in  

Se você acha que fazer check-in é apenas para quem viaja de avião, está enganado! 😝 

Este também é o nome de um recurso do Facebook em que os usuários podem compartilhar sua localização com os amigos.  

check-in pode ser usado estrategicamente por empresas para incentivar clientes a usarem a funcionalidade enquanto frequentam o estabelecimento. Assim, a marca consegue mais visibilidade e aumenta seu alcance de maneira orgânica. 

Stories  

Os stories do Facebook permitem que contas pessoais ou corporativas compartilhem fotos e vídeos na rede social por 24h, após esse período, o conteúdo desaparece. 

Mas, é possível fixá-los nos destaques do perfil e fazer com que eles fiquem visíveis para todos os usuários. Usando a câmera do smartphone, os usuários podem capturar momentos do dia a dia e aplicar filtros e efeitos divertidos nas imagens. 

Lives 

As transmissões ao vivo têm feito muito sucesso nos últimos tempos e é claro que o Facebook não ficaria de fora dessa tendência.  

O recurso de lives do Facebook permite aumentar o engajamento e a interação, estreitando laços entre marcas, comunidades e usuários. Você pode utilizar a funcionalidade no desktop ou no celular. 

Aplicativos  

Diversos aplicativos podem ser integrados a uma conta do Facebook e promover a interação entre os usuários. Perfis pessoais podem participar de jogos, fazer testes e quizzes e compartilhar as ações com os amigos no feed.  

Já as fanges podem fazer uso do recurso de forma estratégica.  Existem aplicativos que possibilitam desde a captação de leads até a divulgação de produtos dentro da rede social.  

Botão “cutucar”  

Esta funcionalidade é perfeita para chamar a atenção de alguém de um jeito mais informal, e muitos usuários usam o botão como uma forma de dizer “oi, sumido!”. 😂 

A própria rede social gosta de deixar o conceito de “cutucar” aberto a interpretações, mas, no geral, é mais uma maneira de interagir com os amigos.  

O botão foi removido dos perfis, mas é possível acessar o recurso pelo link www.facebook.com/pokes.  

Anúncios 

Páginas de negócios podem criar anúncios dentro do Facebook, direcionando-os a públicos segmentados e específicos.  

Essa segmentação pode ser feita com base em diversos fatores como gênero, idade, localização, interesses e conexões dentro da rede social. 

Trata-se de uma ótima maneira de realizar campanhas mais acertadas e rentáveis. Sem dúvidas, é um recurso que precisa ser olhado com atenção pelas empresas. 

Eventos  

Se você deseja organizar uma festa, reunião ou outras atividades (presenciais ou online) o recurso de eventos no Facebook é uma mão na roda.  

Ele ajuda a divulgar e atrair participantes qualificados para suas ações. Você pode criar eventos públicos ou privados e acompanhar a lista de usuários que demonstraram interesse ou que confirmaram presença. 

Grupos 

Os grupos do Face são uma excelente maneira de reunir pessoas com interesses semelhantes para estimular a discussão e a troca de experiências. 

Os usuários podem criar e participar de grupos dos mais variados temas. Este é também um recurso estratégico para empresas, que podem criar um grupo da marca para compartilhar novidades, tirar dúvidas e entender os gostos e necessidades dos clientes. 

Como criar um perfil no Facebook  

É super fácil criar um perfil no Facebook! Basta acessar a página inicial, clicar em “criar uma conta” e uma tela como esta vai aparecer: 

 Depois de preencher essas informações, você vai passar por 3 etapas: 

  • etapa 1: encontre seus amigos com seus respectivos endereços de e-mail. Ao adicionar os primeiros contatos, o Facebook se encarregará de sugerir novas amizades com base nessas conexões; 
  • etapa 2: fale mais sobre você. Aqui é o momento de inserir informações pessoais como sua escolaridade, cidade natal e o local onde você mora atualmente. É possível escolher quais dessas informações serão públicas ou privadas; 
  • etapa 3: adicione uma foto de perfil. Para concluir a criação da sua conta, é hora de escolher uma imagem para o perfil. Escolha uma foto nítida para que seus amigos identifiquem rapidamente que você é o dono da página. 😉 

Como criar uma fanpage para a sua empresa  

Para criar uma fanpage para sua marca é preciso entrar em uma conta já existente do Facebook e clicar no ícone +, no topo da tela. Em seguida, vá até a opção “página”. 

Uma tela como esta vai aparecer: 

Para concluir a criação da fanpage com sucesso, siga estes passos: 

  1. escolha o nome da página; 
  2. selecione a categoria que melhor descreve o setor da sua empresa;  
  3. preencha a descrição corretamente. Você tem 255 caracteres para falar sobre o seu negócio. Não esqueça de inserir o site e informações para contato; 
  4. personalize a sua página! Aqui, você deve escolher uma imagem de perfil e de capa. Lembre-se que a identidade visual é muito importante para o reconhecimento da marca entre o público. 

Veja o tutorial completo de como criar uma página no Facebook e quais são os seus benefícios

Tamanhos de imagem para Facebook 

É preciso estar atento aos tamanhos corretos de imagem e vídeo para o Facebook, assim você garante que seus amigos ou seguidores recebam seu conteúdo completo, sem cortes ou ruídos na comunicação.  

Se liga nas dimensões específicas que separamos para evitar erros nas suas postagens! 

Imagem do perfil no Facebook (fanpage)  

  • Tamanho padrão: 180 x 180 pixels na proporção 1:1. 

Imagem da capa no Facebook (fanpage) 

  • Dimensão padrão: 851 x 315 pixels; 
  • Para vídeos: mínimo de 1250 x 312 pixels e duração de 20 a 90 segundos. 

Imagem do Feed no Facebook  

  • Quadrado/carrossel: 1080 x 1080 pixels na proporção 1:1; 
  • Horizontal: 1200 x 630 pixels; 
  • Vertical: 1080 x 1350 pixels. 

Vídeo do Feed no Facebook  

  • As dimensões de um vídeo para o feed devem seguir o padrão das imagens. Mas a duração máxima é de 240 minutos. O arquivo precisa ter até 4.0 GB. 

Imagem dos Stories no Facebook  

  • Tamanho padrão: 1080 x 1920 pixels, na proporção de 9:16. Vídeos podem ter duração de até 15 segundos. 

Imagem da capa de Evento no Facebook  

  • Dimensão padrão: 1200 x 628 pixels, aproximadamente 2:1; 
  • Vídeos devem ter o mesmo tamanho das imagens, com duração que pode variar entre 30 segundos a 5 minutos. 

Imagem da capa para Grupo no Facebook  

  • Tamanho padrão: 1.640 X 856 pixels. 
imagem de um banner publicitário com chamada para baixar um guia gratuito de templates para as redes sociais da mLabs

Como funciona o algoritmo do Facebook 

Se você usa o Facebook, já deve ter percebido que nem todas as postagens aparecem no feed de notícias dos usuários.  

O relatório global de 2020 desenvolvido pela empresa We Are Social revelou que  aproximadamente 5% dos seguidores de uma página recebem os conteúdos postados por ela

Você deve estar se perguntando por que um número tão baixo de pessoas é impactado pelas publicações e a resposta é simples: o algoritmo do Facebook influencia diretamente na distribuição dos conteúdos. 

EdgeRank  

O Facebook costumava usar o algoritmo EdgeRank, que decidia o que mostrar aos usuários com base na análise dos conteúdos publicados. 

A partir das interações obtidas (curtidas, comentários, compartilhamentos etc.), este algoritmo ranqueava as postagens e, as que tivessem melhor posicionadas no ranking, conseguiam um alcance maior dentro da plataforma. 

O algoritmo usava o seguinte cálculo para determinar se um conteúdo apareceria ou não no feed de notícias das pessoas: afinidade entre a página e o usuário + peso da interação + tempo da publicação

Assim, conteúdos com baixo engajamento tinham menos chances de serem exibidos. 

Machine Learning  

Atualmente, o algoritmo usado pelo Facebook é o Machine Learning, um tipo de inteligência artificial capaz de prever comportamentos e aprender sozinha, sem precisar ser programada. 

Ao contrário do EdgeRank, este algoritmo avalia mais de 100 mil fatores para disseminar os conteúdos na rede social.  

O avanço foi tão grande que agora os computadores possuem a capacidade de analisar e classificar cada ação feita pelos usuários dentro da plataforma para, assim, distribuir as publicações. 

Como usar o Facebook para empresas  

Independentemente do segmento de atuação, o Facebook é uma ferramenta que ajuda empresas a expandir o alcance, aumentar a visibilidade, construir credibilidade e se destacar perante os concorrentes. 

É uma plataforma que pode ser usada para aproximar clientes e marcas, sendo um ponto de contato muito importante para tirar dúvidas, propor soluções e conhecer as necessidades do público-alvo.  

Nesse sentido, os grupos no Facebook se destacam para criar uma estratégia de relacionamento com os consumidores. 

Esse gigante das redes sociais é um dos canais mais utilizados por lojas e empresas. Para se ter uma ideia, nos primeiros meses de 2020 o Facebook faturou US$ 17,44 bilhões com anúncios na plataforma. 😱 

Uma pesquisa realizada em 2020 pelo Statista mostrou que 54% dos e-commerces e lojas virtuais brasileiras estão no Facebook. Ao todo, são mais de 80 milhões de contas comerciais ativas na rede social. 

Somado a isso, o levantamento feito pela própria rede social em 2018 revelou que 60% dos usuários usam a plataforma para descobrir novos produtos e serviços.  

No ano passado, o Facebook foi a rede social mais usada nos Estados Unidos para fazer compras: 

Conheça as ferramentas do Facebook 

Faz tempo que o Facebook não é mais apenas uma rede social para compartilhar fotos, vídeos e textos. A essência da plataforma ainda é essa, mas o Facebook oferece mais inúmeras ferramentas no seu “guarda-chuva”, especialmente para fazer negócios. Conheça as principais: 

Facebook Business Suite 

Facebook Business Suite é a ferramenta de gerenciamento de contas empresariais do Facebook e do Instagram. Você pode publicar posts, responder mensagens e comentários, criar anúncios, monitorar métricas e gerar insights sobre público, conteúdo e tendências. 

O Business Suite traz os recursos do antigo Facebook Analytics, que foi descontinuado em junho de 2021. 

Facebook Creator Studio 

Facebook Creator Studio é o estúdio de criação da rede social. Permite criar, editar, organizar e programar publicações de diferentes perfis/páginas do Instagram e do Facebook, sem precisar acessar cada um individualmente. Isso facilita — e muito — a vida do social media! 

Facebook Marketplace 

No Facebook Marketplace, é possível vender todo tipo de produto! A plataforma serve para compra e venda de produtos novos e usados entre usuários da rede social. 

Funciona como a OLX ou o Enjoei, mas com algumas vantagens, como alcançar os milhares de usuários da rede social e poder usar o Messenger como forma de contato. 

tela facebook marketpace

Facebook Pay 

Facebook Pay é o meio de pagamento da rede social, que permite fazer transações no Facebook, WhatsApp, Messenger e Instagram. Permite usar cartão de crédito, débito ou PayPal, pagar amigos ou fazer compras no Facebook Marketplace (ainda não disponível), por exemplo. 

No Brasil, já está disponível para transferências, pré-pago e depósitos, mas a possibilidade de compras no aplicativo ainda está sob análise do Banco Central. 

Facebook Watch 

Facebook Watch é a plataforma de vídeos da rede social. De olho no crescimento do consumo de vídeos, Zuckerberg não quis ficar para trás e lançou a sua plataforma para concorrer com YouTube, Netflix, Twitch e outras. 

Entre outras funções, você pode publicar vídeos, transmitir lives e promover Watch Parties, em que um grupo interage enquanto assiste a um conteúdo. 

Gerenciador de Negócios do Facebook 

Gerenciador de Negócios do Facebook (Facebook Business Manager) é a plataforma que reúne todos os ativos de marcas que uma empresa/agência atende. Você pode visualizar e gerenciar todas as contas de anúncios de Facebook, Instagram, WhatsApp e Messenger. 

A diferença em relação ao Business Suite é que o foco é em anúncios, de maneira que você possa criar campanhas completas em toda a família de apps do Facebook. 

Facebook Ads: saiba tudo sobre anúncios no Facebook 

imagem logo facebook

Quem quer ter resultados no Facebook precisa planejar uma estratégia que combine posts orgânicos e anúncios pagos. 

É verdade que as publicações da página podem dar bastante retorno e engajamento orgânico se você tiver um conteúdo relevante. Mas, somente a publicidade paga consegue alcançar mais pessoas do seu segmento e atingir os objetivos do seu negócio, que devem ser definidos na criação das campanhas. 

Facebook Ads é a plataforma de publicidade do Facebook, que permite também criar anúncios para Instagram, WhatsApp e Messenger, além de sites e apps parceiros. Oferece recursos valiosos para os anunciantes, como filtros avançados de segmentação do públicoremarketingdark posts e formatos diferenciados de anúncios. 

Ok, você também pode usar o botão de Turbinar Publicação para impulsionar o alcance de um post. Mas a criação de anúncios oferece muitas outras opções de configuração que valem a pena. 

O que é pixel do Facebook 

pixel do Facebook é uma das ferramentas mais importantes para anunciantes do Facebook Ads. Trata-se de um código que deve ser instalado no site para gerar dados valiosos. 

A função do pixel é captar dados de comportamento dos visitantes no seu site. Assim, você pode criar públicos personalizados nas campanhas e saber se os anúncios levaram os visitantes a visualizar um conteúdo, baixar um ebook ou comprar um produto, por exemplo. 

Para instalar o pixel do Facebook, siga os passos: 

  1. Vá até o Gerenciador de Negócios do Facebook; 
  1. No menu, clique nas Configurações do Negócio; 
  1. Em Fontes de Dados, clique em Pixels > Criar pixel; 
  1. Preencha o nome do pixel e a URL do seu site; 
  1. Clique em Criar. 

Depois disso, você precisa instalar o código no seu site. É possível fazer isso por meio de uma integração de parceiros, adicioná-lo manualmente (no WordPress, você pode usar um plugin) ou enviar as instruções a um desenvolvedor. 

Biblioteca de anúncios do Facebook 

Quer algumas ideias para criar anúncios? A Biblioteca de Anúncios ou Ad Library do Facebook ajuda a saber como concorrentes e benchmarks estão anunciando. 

Essa ferramenta foi criada para oferecer transparência sobre a publicidade na plataforma, especialmente em temas políticos. Mas você também pode usá-la para bisbilhotar outras marcas e buscar inspirações. 

É possível pesquisar anúncios por palavra-chave ou anunciante e visualizar os criativos, as versões de anúncios dinâmicos, a data de início e as plataformas de veiculação. 

7 dicas de Marketing Digital no Facebook 

Agora, vamos ver algumas dicas para aproveitar melhor o potencial do Facebook nas suas estratégias de marketing digital. Acompanhe: 

1. Compartilhe conteúdo valioso 

Dica básica e obrigatória para ter sucesso no Facebook: crie conteúdo relevante para a sua audiência! 

É isso que vai fazer as pessoas acompanharem a página e se aproximarem da sua marca. Mas, para isso, entenda bem o perfil e os interesses do seu público para entregar conteúdos que agreguem valor. 

2. Escolha os tipos certos de anúncios do Facebook 

O Facebook Ads oferece inúmeros formatos de anúncios. Você pode até se perder com tantas opções! Por isso, comece escolhendo o objetivo certo de campanha (reconhecimento, consideração ou conversão). 

Depois disso, escolha as plataformas de veiculação e os formatos (imagem, carrossel, vídeo, story, formulário etc.) que melhor atendem aos seus objetivos de campanha e se comunicam com o público-alvo. 

3. Planeje os criativos de anúncio de maneira estratégica 

A definição do criativo é a última etapa da criação dos anúncios. Esse é o momento de escolher imagens e textos que ajudem a conquistar a audiência e alcançar os objetivos da campanha. 

Se você quer vender um produto no e-commerce, talvez um texto mais direto e persuasivo funcione melhor. Mas se a intenção é aumentar o envolvimento com a marca, pode ser mais interessante um vídeo que entretenha, por exemplo. 

4. Faça testes A/B e acompanhe suas campanhas de perto 

Testes A/B servem para avaliar diferentes versões de um anúncio e identificar qual delas é mais eficaz. Já o monitoramento de métricas ajuda a verificar o desempenho do anúncio e as possibilidades de otimização. 

De olho nessas informações, você pode tomar melhores decisões, baseadas em dados de performance. 

5. Utilize as métricas a seu favor 

As métricas do Facebook mostram se as suas campanhas estão no caminho certo e se atingiram os objetivos. Mas, para isso, é preciso identificar quais são os indicadores-chave de sucesso ou KPIs da campanha. 

Assim, você não se perde em meio a tantas métricas e consegue usar essas informações para ajustar as campanhas ou planejar melhores estratégias no futuro. 

6. Combine campanhas pagas com interação orgânica 

Campanhas de mídia paga têm mais sucesso se você conseguir estimular as interações orgânicas. Isso vale não só para as interações nos próprios anúncios, mas também nos posts orgânicos da sua página. 

O algoritmo do Facebook entende quando uma página é relevante para os usuários e gera engajamento. Assim, os conteúdos tendem a ter maior alcance. 

7. Participe de grupos e realize eventos, promoções e concursos 

Aproveite os recursos do Facebook! Não fique apenas nos posts da página. Você pode participar dos grupos ou criar um para a sua marca — essa é uma das principais ferramentas do Facebook atualmente, com grande visibilidade e poder de interação. 

Além disso, realize eventos no Facebook e convide os usuários. Crie promoções e concursos para engajar a audiência. E aproveite para patrocinar essas ações para ter mais alcance. 

Por fim, perceba como o Facebook é uma plataforma com enorme alcance. São milhares de usuários na rede social que você pode atrair para a sua marca, construir uma comunidade e gerar oportunidades de negócio. 

Agora, comente aqui embaixo: quais estratégias estão ajudando a sua marca a ter sucesso no Facebook? Deixe as suas dicas! 😉 

Facebook Comments
Quer mais conteúdo como esse? Inscreva-se na nossa Newsletter!

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

Posts relacionados