Descubra como usar gamificação nas mídias sociais

gamificação

Você costuma usar a gamificação nas mídias sociais como estratégia de marketing digital? Pois saiba que a mecânica dos jogos tem sido adotada por empresas de diferentes portes que querem melhorar o relacionamento com seus clientes. É possível gamificar suas ações de maneira simples e sem a necessidade de altos investimentos, sabia?

As mídias sociais facilitam esse trabalho, afinal, elas favorecem o engajamento do público e estimulam o compartilhamento de conteúdo. E a verdade é que os games têm um forte apelo psicológico em nós, seres humanos, que curtimos alcançar metas, ganhar recompensas e nos livrar de punições. Já percebeu isso?

No post de hoje, descubra como usar a gamificação nas mídias sociais. Boa leitura!

O que é gamificação?

A palavra gamificação é uma tradução do termo inglês gamification, que foi utilizado pela primeira vez pelo programador britânico Nick Pelling em 2003. No entanto, foi a partir de 2010 que o conceito ganhou espaço no mercado após o TED Talk da norte-americana designer de games Jane McGonigal.

Como estratégia de marketing, ela consiste em fazer uso das mecânicas dos games em ações de comunicação. São exemplos disso as gincanas e os desafios que, por meio de regras, pontos e recompensas, incentivam o usuário a atingir um determinado objetivo.

De maneira resumida, existem duas formas de aplicar a gamificação. A primeira delas é desenvolver um layout semelhante a um jogo, o que demanda um investimento financeiro mais alto. A segunda requer menos dinheiro, já que o seu foco é o conteúdo produzido, ou seja, a história e os mecanismos da campanha.

Por que usá-la nas mídias sociais?

As mídias sociais naturalmente induzem os seus usuários a interagir e, de uma certa forma, a competir também. Se as marcas querem aumentar o engajamento do público, elas precisam investir em experiências mais divertidas e em um maior vínculo emocional, certo?

Enquanto nos veículos tradicionais a interação costuma ser unidirecional, a gamificação nas mídias sociais consegue transformá-la em algo lúdico. Isso cria uma sensação de pertencimento e acaba por fidelizar as pessoas.

Sem contar que, com ações gamificadas, conseguimos obter dados valiosos sobre o comportamento e os hábitos dos participantes. Com base nessas informações, é possível extrair insights para otimizar as campanhas de marketing digital.

Quais marcas já fazem isso?

A Starbucks, rede norte-americana de cafeterias, lançou o “My Starbucks Reward” em 2009. Por meio desse programa, o consumidor ganha pontos a cada compra feita no estabelecimento. Há três níveis de fidelização e, em cada um deles, a pessoa ganha um tipo de brinde como um café ou um copo personalizado.

Já a plataforma de ensino de línguas Duolingo utiliza em sua interface elementos como personagens, ícones e gráficos. A proposta é que cada etapa de aprendizado seja como uma fase de um game. Por exemplo, o aplicativo mostra, em uma barra de progresso, o quanto precisa ser feito para o aluno atingir a sua meta diária de estudo. E, claro, não faltam desafios e recompensas para estimular o engajamento.

Gostou deste post sobre como usar gamificação nas mídias sociais? Então, compartilhe o conteúdo nas redes sociais!

  • Adriana Almeida

    Tenho ouvido muito falar sobre gamificação e acho interessante fazer isso mas não com todos os tipos de empresas, será que não é algo que se tornará cansativo? Penso que é para os clientes fiéis a marca, mas muitas vezes você não quer ser fiel a marca você só quer comprar um produto em determinado momento. Acho que as empresas precisam pensar nas duas possibilidades

    • mLabs

      Com certeza, Adriana! Cada empresa precisa analisar se esse tipo de estratégia faz sentido dentro do seu nicho, inclusive. Não existe uma receita de sucesso nesse sentido, o importante é analisar seu público, pensar em técnicas de gamificação que façam sentido para ele e, claro, testar! Se as taxas de engajamento forem relevantes, vale apostar no assunto! Obrigado por comentar!