O poder das cores no marketing: como aplicar nas suas estratégias!

Cores no Marketing: imagem do rosto de uma mulher todo pintado de tinta com as cores azul, amarela, vermelho

Você já parou para pensar na influência das cores no marketing e na nossa vida em geral? 🤔

Parece maluquice, mas desde a antiguidade povos egípcios e chineses já usavam as cores com o propósito de curar, favorecer determinados estados de consciência ou um estado emocional particular.

Isso também era visto na arte. Para os egípcios, por exemplo, o vermelho era a representação da vida, da terra, da vitória, mas também da raiva e fúria dos deuses hostis como Seth ou Apófis.

Agora, deixando a cultura do antigo Egito de lado, a verdade é que cada cor é repleta de significados e isso pode ser analisado, explicado e, principalmente, aplicado nas estratégias de marketing para potencializar as ações da marca.

Continua com a gente que vamos te mostrar como usar as cores nas suas ações de marketing. Bora?

O que é psicologia das cores?

A psicologia das cores (por vezes citada como psicodinâmica das cores) é um estudo que explica como as cores influenciam nos nossos sentimentos e emoções, afetando nossas percepções, ideias e desejos. 

Diversos estudos realizados ao longo dos últimos séculos identificarem que existem aspectos pessoais, como a predileção por algumas cores, alguns padrões culturais, influenciados pelo ambiente, mas também há padrões que vem “de fábrica” que são inerentes a qualquer ser humano.

É importante lembrar que o nome desta área de estudo é psicologia das cores, não matemática, justamente porque  não há exatidão, ou seja, uma cor não significa apenas uma única emoção.

Para Eva Heller, socióloga alemã e uma das maiores estudiosas sobre psicologia das cores, nenhuma cor está puramente sozinha, uma vez que esteja dentro de um contexto, cercada de outras cores, onde cada efeito pode interceder diversas outras cores.

Ou seja, a cor, dentro de uma linguagem que queira comunicar uma ideia ou uma mensagem junto de uma composição, possui um valor denominado de símbolo, e este é compreendido de maneira individual e específica por cada ser como resultado de sua própria vivência.

A cor vermelha, por exemplo, pode significar paixão, urgência, nobreza. Tudo depende do contexto onde ela está aplicada.

Ao entender esses estudos é possível aplicar as cores no marketing de forma eficiente, provocando sensações, criando desejos e, até mesmo, gerando leads e vendas conseqüentemente.

Qual é o significado das cores?

Cada cor pode gerar uma significação, muitas vezes motivada por respostas fisiológicas. Isso acontece porque nós aprendemos a perceber as cores no ambiente pra poder nos adaptar e sobreviver melhor ao que nos cerca.

Nossos antepassados precisavam identificar no meio das florestas onde existiam frutos para se alimentar, onde poderiam haver predadores à espreita.

Certas cores são percebidas pelo nosso cérebro de forma muito mais veloz que outras, como o vermelho, novamente.

Segundo estudiosos, isso acontece porque nosso organismo aprendeu que deve agir rápido ao ver essa cor, pois ela representa o sangue, que pode surgir de um ferimento e, nesse quando essa mensagem chega no cérebro, uma ação rápida deve ocorrer.

A seguir, vamos explicar melhor o que cada cor significa, bem como algumas situações comportamentais para determinadas percepções, além, é claro, de como usar as cores nas estratégias de marketing.

Azul

Pesquisas, realizadas pela socióloga Eva Heller, apontam que a cor azul é a preferida das pessoas: 46% dos homens e 44% das mulheres disseram que o azul é sua cor predileta. E mais: apenas 1% dos homens e 2% das mulheres citaram o azul como a cor de que menos gostam.

Isso pode se explicar psicologicamente, pois o azul remete a cor do céu, do mar, conotando paz e calma. Essas sensações boas geradas por esta cor podem explicar a predileção da maioria.

O azul é considerado uma cor fria, pois relembra o gelo e a neve. Esse frio também pode remeter à paz, harmonia, leveza, espiritualidade.

Tons mais escuros de azul representam seriedade e confiança, sendo comumente usados por empresas que desejam provocar estes sentimentos. Tons mais claros de azul passam a ideia de higiene e limpeza e por isso são mais usadas em materiais ligados com a área da saúde e bem-estar.

Cores no marketing: imagem de três logos das empresas Samsumg, Pfizer e Ford

Verde

A cor verde é a cor da natureza. Folhas, plantas, árvores, praticamente tudo que nasce na natureza tem tons verdes, principalmente por causa da clorofila presente nas plantas.

Por este motivo, o verde é a cor da vida, da esperança, da saúde e da renovação e, está também associado à riqueza, pois remete a essa ideia de prosperar, crescer e, justamente por essa conotação de vida, crescimento, também está ligado à juventude.

Por outro lado, pode ser usado de maneira mais neutra, como o tom mais escuro usado no quadro de giz que é o mais adequado para manter a vista focada nele por muito tempo.

Cores no marketing: imagem de três logos das empresas Unimed, Greenpeace e Land Rover

Vermelho

O vermelho é considerado uma das cores primordiais, representa o fogo e o sangue, algo presente em todas as culturas. Por isso, boa parte das pessoas no mundo atribui paixão, intensidade, urgência e alerta em seu significado.

Esta cor é o oposto do azul, transmitindo vigor, velocidade, urgência, guerra. No marketing a cor vermelha é normalmente utilizada em restaurantes, pois representa a fome e a rapidez. 

Basta lembrar das grandes marcas de fast food, como McDonalds, Spoletto, Burger King, KFC, que utilizam tons de vermelho em seus logotipos e em boa parte da comunicação.

Cores no marketing: imagem de três logos das empresas CNN, KFC e Coca-cola

Rosa

Entre o vermelho e o branco temos um meio termo, o rosa. Por isso, esta cor é comumente associada a um equilíbrio entre velocidade e calma, força e inteligência, assim, representando a sensibilidade.

A cor rosa também costuma ser associada ao feminino, coisas charmosas, delicadas, inocentes e românticas. Tons de rosa mais escuros costumam ser associados à modernidade, principalmente em marcas voltadas ao público jovem.

Os tons mais claros podem ser encontrados em marcas femininas e infantis, principalmente relacionados a doces, já que a cor desperta o desejo e atenção do público de consumir algo diferenciado.

Cores no marketing: imagem de três logos das empresas Marisa, Victoria's Secret, Barbie

Amarelo

O amarelo é normalmente associado ao otimismo, vivacidade, alegria, principalmente pelo fato do sol ser dessa cor, afinal, um dia ensolarado traz muito mais vida do que um dia cinza e nublado, certo?

Também é geralmente associado a um estímulo ao apetite, sendo bastante usado por restaurantes, em combinação com a cor vermelha, como abordamos anteriormente.

A cor amarela é chamativa, por isso, remete aos estímulos de cuidado e atenção, sendo bastante utilizada no marketing digital em ícones e botões com chamadas para uma ação.

Cores no marketing: imagem de três logos das empresas Post It, Continental, Nikon

Laranja

Essa é uma cor vibrante, alegre, próxima a duas cores fortes: amarelo e vermelho. Por esse motivo, a cor laranja é muito usada em materiais que buscam passar energia, entusiasmo, modernidade, além passar a de sensação de cumplicidade e amigabilidade.

É uma cor muito usada na publicidade por ser forte, chamativa, mas menos agressiva e mais criativa. Além disso, ela desperta o ânimo do usuário r estimula a criatividade, desta forma, ajudando a atrair novos consumidores.

Cores no marketing: imagem de três logos das empresas Harley Daidson, Nick, JBL

Roxo

O Roxo ou violeta, por muito tempo foi associado à nobreza e a realeza. Também, por ser muito usada no catolicismo, é bastante utilizada para espiritualidade, fantasia, ocultismo.

No entanto, ultimamente também é uma cor muito relacionada à tecnologia e inovação, pois é uma cor chamativa, que conota inovação, extravagância, modernidade.

Cores no marketing: imagem de três logos das empresas Netshoes, Vivo e Nubank

Preto

A cor preta é uma cor neutra e ambígua. Jovens tendem a associá-la a sofisticação, poder, enquanto pessoas mais idosas tendem a associar ao luto e a morte.

De fato, é uma cor poderosa que conota força, mistério, elegância, dando um tom mais impessoal e masculino. Sua neutralidade a torna de fácil combinação com diversas outras cores, em diversas ocasiões.

Cores no marketing: imagem de três logos das empresas Adidas, Mercedes Benz, Channel

Branco

A cor branca está intimamente ligada a sentimentos positivos como pureza, leveza, limpeza, o bem e a inocência.

O branco é chamado de cor pura, se tornando facilmente combinável com as outras cores. Por isso é de amplo uso na comunicação, pois gera a sensação de equilíbrio, harmonia.

Como usar a psicologia das cores no marketing digital?

Se cada cor pode conotar uma sensação, uma ideia, um sentimento, então escolhendo as cores certas é possível persuadir melhor o público, correto?

Isso mesmo! E, para você mandar bem nas suas ações de marketing, separamos algumas dicas preciosas usadas por grandes marcas. Confira!

Escolha as cores certas e converta mais

Um estudo da QuickSprout aponta que mais de 80% dos consumidores acreditam que a cor é mais importante que outros fatores na hora de escolher um produto.

No universo do marketing digital isso pode ser ainda mais relevante, visto a quantidade de estímulos que surgem nas telas a cada segundo. A gente sabe que captar a atenção do público e converter vendas em meio há tanta concorrência é uma tarefa árdua!

Por isso, é importante realizar testes A/B para conferir quais formatos e cores de anúncios performam melhor. Essa é a melhor forma de se atingir o resultado do post ou da campanha, seja melhorando as taxas de conversão ou mesmo traçando o perfil do público-alvo.

Para você ter ideia da importância desses testes, um estudo realizado pela Hubspot avaliou a performance de uma peça de marketing com base nas cores do botão com CTA (chamada para ação). O primeiro modelo tinha as cores em verde e outro em vermelho, adivinha qual converteu mais?

Cores no Marketing: imagem de um teste realizado pela Hubspot com duas páginas de conversão uma ao lado da outra. A primeira página tem o botão em destaque na cor verde, a outra tem na cor vermelho.
A cor vermelha teve 21% mais aceitação que a verde, contrariando a ideia inicial de que o verde seria mais clicado por ser “mais amigável” e conotar a ideia de naturalidade ou movimento.

Use as cores para facilitar a leitura e ressaltar informações relevantes

É possível usar as cores no marketing e criar posts e outros materiais incríveis, mesmo sem ser um designer, só manjando de alguns conceitos de cores.

Acredite, utilizando bem as cores, as linhas e a tipografia você facilita a leitura e destacar os pontos relevantes do seu conteúdo, quer saber como?

No caso de blogs, por exemplo, ao usar o contraste entre as cores você consegue ressaltar o título, o link ou os botões da página e, ao preencher o background na cor branca a leitura fica menos cansativa.

Com essas ações simples, você consegue melhorar a experiência do usuário, prender mais a atenção do leitor, diminuir a taxa de rejeição e, quem sabe ainda, conduzi-lo para a realização de ações (claro que tudo isso em conjunto com um conteúdo de qualidade!). 😉

Ferramentas de design grátis

Se você já se aventurou como social media, provavelmente sabe que fazer o design de artes para redes sociais pode ser uma das partes mais complicadas do trabalho.

Algumas ferramentas profissionais como Photoshop e Corel podem ser difíceis de usar e, principalmente, de adquirir, já que precisam ser compradas e suas versões gratuitas são limitadas.

Sem contar que, esses softwares requerem um nível de conhecimento técnico mais avançado, se você é iniciante a área, provavelmente, terá a impressão de estar lidando com uma ferramenta complicada, com muitos recursos de montagem e edição de imagens que mais complicam do que facilitam a sua vida.

Então, para ajudar na sua rotina, sugerimos duas ferramentas simples e gratuitas!

Canva

Essa é uma ferramenta super simples, utilizada por diversos profissionais da área que precisam criar posts e editar imagens com rapidez.

Ela tem duas versões, a gratuita e a paga.Porém, a sua versão gratuita pode servir pra praticamente tudo: desde edição de postagens até criação de templates de apresentação, flyers e outros materiais gráficos.

Veja as suas principais funcionalidades:

  • endireitar fotos;
  • inserir textos na fotos;
  • editar balão de fala;
  • aprimorar fotos e muito mais.

Quer saber mais? Dá uma olha no nosso post específico sobre o Canva Online.

Canva online: imagem da tela crie um design.

Studio mLabs

Você pode criar posts para redes sociais com o mLabs Studio, nosso xodó. 🧡 Essa ferramenta foi desenvolvida especialmente para nossos usuários, com diversas funcionalidades pensadas para tornar a vida do social media mais fácil.

Além de editar as imagens com inúmeros recursos, você ainda pode criar posts nas dimensões exatas de diversas redes sociais e fazer o agendamento da publicação, tudo isso em um só lugar! Não é perfeito?

Confira tudo que você pode aproveitar com o mLabs Studio:

  • banco de imagens com mais de 3 milhões de itens gratuitos;
  • formatos de posts compatíveis com cada rede social;
  • recurso máscara para ajustar a imagem em outro formato;
  • templates editáveis de diversos temas para criar suas campanhas nas redes sociais;
  • efeitos especiais (Doutone, Black/White, Desfocado, Vintage, entre outros) e muito mais!

Criar Posts: imagem da tela Studio da mLabs

As vantagens são tantas que a gente acha melhor que você experimente e tire suas próprias conclusões! Faça um teste grátis e aproveite pra aplicar o que aprendeu aqui. Facilite a criação de suas postagens para redes sociais com a mLabs!

Facebook Comments
Gestão de redes sociais Entenda por que a mLabs é a ferramenta de gerenciamento de redes sociais escolhida por mais de 120 mil marcas!