5 dicas para não falhar na sua estratégia digital

post-0011

Todos sabem sobre a importância das empresas estarem conectadas, com conteúdo atualizado em suas redes sociais e blogs, interagirem com os fãs entre outros aspectos essenciais para aumentar a visibilidade de sua marca e conquistar mais fãs (consequentemente, mais vendas).

Porém, é possível sim que a sua estratégia não dê certo, seja por falta de planejamento, frequência ou por outros motivos.

Por isso, elencamos os 5 principais motivos que levam a sua estratégia digital ao fracasso:

1. Mesmo em tempos de crise, tenha paciência.

Independentemente do porte e ramo de sua empresa, a prioridade são as vendas. E esta urgência pode representar um dos grandes erros para a estratégia de marketing de conteúdo. Nunca se esqueça que seu principal objetivo em termos de conteúdo é ajudar pessoas em suas pesquisas na web. E para isso demandam de tempo para fidelizar audiência, pois possibilita a construção sólida de relacionamento entre seu potencial cliente e sua empresa.

Estamos vivenciando uma grande inversão de papeis, onde o poder está com o comprador, e não mais com o vendedor. Não adianta produzir conteúdo sem relevância, pois se o leitor não quiser ele não vai ler e não vai encontrar sua solução. Ele pode optar por isso. Ou seja, você precisa elaborar sempre algo criativo, útil e que tenha alguma importância para seus seguidores.

2. Focar em você e não nas necessidades do seu potencial cliente.

É um exercício simples: coloque-se no lugar do outro. Pare um pouco e se coloque como um potencial cliente de uma padaria, agencia de propaganda, loja de roupas ou academia.

Você tem demandas especificas como cliente, tem vida pessoal, família, objetivos e anseios. Sem dúvidas você tem algum ponto de dor que pode ser atendido por uma solução, empresa ou serviço, e é por esse motivo que o marketing de conteúdo não pode funcionar sem a definição de seus buyers personas (clientes ideais de uma empresa).

Seu potencial cliente só quer ler sobre sua empresa quando realmente tem algo que desperte sua curiosidade e interesse. Ele precisa perceber que tem um problema e que, principalmente, sua empresa o ajudará a solucioná-lo. É nessa hora que você pode investir um pouco mais em peças institucionais, fora isso, mantenha o foco em oferecer soluções e não falar sobre os atributos de seus produtos e serviços.

3. Não testar a efetividade das ações de marketing.

Agora, com as ferramentas que mensuram resultados disponíveis no mercado (acesse: www.mlabs.com.br) é fácil e viável analisar a efetividade de cada ação de marketing. Aproveite, e teste antes de investir todos os seus esforços! A tecnologia está revolucionando nosso comportamento de compra, por isso, temos que priorizar nossa capacidade de adaptação em meio a tanto dinamismo. Às vezes, temos certeza que uma campanha dará certo e o resultado é o contrário. Outras vezes, não acreditamos em certas estratégias que acabam dando muito certo.

Avalie seus números, faça testes com segmentação de público, inclua hashtags e veja quais foram as mais visualizadas. Não há milagres, mas enquanto você avalia tudo isso, os leads vão continuar entrando e novas oportunidades vão surgir, mas não de uma vez só.

4. Estacionar e não acompanhar as novas tendências.

Nunca tivemos tantas modas e tendências acontecendo ao mesmo tempo. E quem disse que elas não têm a ver com a essência de sua empresa? A melhor atitude é avaliar e executar estratégias de conteúdo com outras ações conjuntas de vendas e marketing para potencializar os resultados. Pense se existem outras ações que possam te trazer novos clientes, como feiras, mala-direta, campanha de telemarketing, etc, e se tudo isso é mesmo efetivo para sua empresa.

5. Esquecer que o marketing mudou.

Não tente incluir táticas do marketing tradicional no digital. A era do pensamento no cliente e nas vendas passou. Agora o foco são os valores, no que realmente importa comunicar.

Depois de saber dessas dicas, você está preparado para evitar os erros?